RSS

Arquivo da tag: batalha

Blue Mountain vence batalha legal por canções de Bob Marley

Bob Marley em imagem de 1979. (Foto: AP)Bob Marley em imagem de 1979 (Foto: AP)

A gravadora Blue Mountain é a proprietária dos direitos de 13 canções do jamaicano Bob Marley, entre elas “No woman, no cry”, decidiu nesta quarta-feira (4) um tribunal de Londres, que rejeitou uma ação da Cayman Music.

As duas gravadoras reclamavam os direitos das canções, compostas entre 1973 e 1976, quando Marley trabalhava para ambas. Para complicar ainda mais a disputa, ele não assinou as músicas, mas atribuiu sua autoria a outros.

Assim, o crédito por “No woman, no cry” foi para Vincent Ford, segundo algumas versões para evitar obrigações contratuais ou para garantir que seu amigo de infância tivesse recursos para suas instituições de caridade. Os direitos desta música em particular valem milhões, indicaram as partes durante o julgamento.

As outras canções em disputa são “Crazy Baldhead”, “Johnny Was”, “Natty Dread”, “Positive Vibration”, “Rat Race”, “Rebel Music (Block Road)”, “Talking Blues”, “Them Belly Full”, “Want More”, “War”, “Who The Cap Fit” e “So Jah She”.

Em 1992, onze anos após a morte de Marley, Cayman e Blue Mountain assinaram um acordo para que a segunda gravadora continuasse com o catálogo do cantor. Mas a Cayman argumentava que estas 13 canções não faziam parte do acordo, o que a Blue Mountain ignorou.

O advogado da Blue Mountain, Ian Mill, afirmou que não havia nenhuma razão para deixar de fora algumas músicas e que “a intenção clara” do acordo de 1992 era “a transferência de todos os direitos”.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de junho de 2014 em Música

 

Tags: , , , , ,

Píton vence batalha de 5 horas e devora crocodilo na Austrália

Uma píton enorme venceu uma batalha contra um crocodilo e foi fotografada devorando o rival no lago Moondarra, perto da cidade de Mount Isa, no estado australiano de Queensland, nesta segunda-feira (3).

O “duelo de titãs” durou cerca de cinco horas e foi registrado por algumas pessoas que estavam no local. Depois da longa batalha, a píton de mais de três metros engoliu o crocodilo, deixando os espectadores espantados.

Segundo a moradora Tiffany Corlis, que foi uma das pessoas que assistiu à batalha, o crocodilo lutou no início, tentando manter a cabeça fora da água, mas, conforme as horas foram passando, ele sucumbiu à exaustão e foi devorado pela cobra.

Píton foi fotografada devorando um crocodilo no lago Moondarra (Foto: Travis Corlis/AFP)Píton foi fotografada devorando um crocodilo no lago Moondarra (Foto: Travis Corlis/AFP)'Duelo de titãs' durou cinco horas foi registrado por várias pessoas (Foto: Travis Corlis/AFP)‘Duelo de titãs’ durou cinco horas e foi registrado por moradores (Foto: Travis Corlis/AFP)Píton de mais de 3 metros venceu a batalha contra o crocodilo (Foto: Travis Corlis/AFP)Píton de mais de 3 metros venceu a batalha contra o crocodilo (Foto: Travis Corlis/AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Batalha entre novos videogames esquenta e setor mostra otimismo

“Novos heróis estão aqui”, diz um cartaz na entrada da feira Gamescom, realizada em Colônia, na Alemanha, que mostra os videogames de nova geração da Microsoft e da Sony e reflete as expectativas de que a renovação da batalha dos consoles impulsione uma indústria em declínio.

A popularização de jogos online e gratuitos não são os únicos tópicos da maior feira de videogames da Europa, que deve atrair cerca de 300 mil visitantes a Colônia. Ao invés disso, a já clássica batalha de titãs volta a ganhar corpo, e a indústria espera que os novos consoles possam impulsionar o setor antes da importante temporada de compras de fim de ano.

A empresa de pesquisa de mercado NPD afirma que as vendas de hardware e software de videogames têm tido quedas a cada mês desde janeiro de 2012 nas comparações anuais, perdendo terreno para jogos online e gratuitos pela internet, e que podem ser executados em smartphones e tablets.

Mas depois que Sony e Microsoft anunciaram os novos PlayStation 4 e Xbox One, as empresas de jogos passaram a apostar suas fichas nos novos consoles para faturarem.

O otimismo é apoiado pela empresa de consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC), que sugere que o mercado global de videogames vá atingir US$ 86,9 bilhões em 2017, ante US$ 63,4 bilhões em 2012, com o gasto dos consumidores com consoles subindo para US$ 31,2 bilhões em 2017, sobre US$ 24,9 bilhões no ano passado.

Dois meses depois da E3, em Los Angeles (EUA), Sony e Microsoft anunciaram os jogos que estarão disponíveis para seus novos aparelhos, esperando convencer os consumidores a gastarem US$ 500 em um Xbox One e US$ 400 em um PlayStation 4.

A Sony informou recentemente que recebeu pedidos antecipados para 1 milhão de unidades do PS4, enquanto as vendas antes da chegada do Xbox One às lojas já superam as registradas pelo modelo antecessor do console, lançado oito anos atrás, disse a Microsoft.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Empresas estão perdendo a batalha para BYOD, diz pesquisa

Levantamento global comprava que 60% das companhias estão adaptando suas infraestruturas de TI para acomodar os dispositivos pessoais de seus funcionários ao invés de restringir o uso.

Mais importante que proibir é descobrir formas de como liberar o Bring Your Own (BYOD). Uma pesquisa global com 316 gestores de TI e segurança constatou que 60% das empresas estão adaptando suas infraestruturas de TI para acomodar os dispositivos pessoais de seus funcionários ao invés de restringir o uso.

Sob o título “Qual é a sua relação com BYOD?” o estudo foi realizado pela Airtight, fornecedora de soluções de segurança para ambientes Wi-Fi. O levantamento avaliou as opiniões dos gestores de segurança sobre esse movimento e também a atitude das empresas em relação ao hábito ou interesse dos funcionários em trazer seus próprios dispositivos pessoais para a rede, bem como os fatores ligados às políticas de proteção.

Quando questionados sobre o quão difundido é o uso de dispositivos externos dentro das empresas, mais de 86% dos entrevistados garantiram que já utilizam o modelo e apenas 11% afirmaram que não permitem dispositivos pessoais. 

Outro dado é que 61% dos entrevistados consideram que o BYOD aumenta a produtividade e reduz custos de TI. Porém, eles acham que os controles de segurança ainda são falhos. 

“A partir das respostas obtidas, fica patente que a maioria das organizações está percebendo que impedir que os colaboradores tragam seus próprios dispositivos é uma batalha perdida,” afirma Pravin Bhagwat, CTO da AirTight.

Especial - IT Leaders 2011

O ITBOARD materializa a nova plataforma de conversas do Século XXI. Concentra o diálogo sobre tecnologia e inovação movido a tweets de quem está imerso nesses assuntos. ENTRE NA CONVERSA

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Batalha de tablets: novo iPad vs Samsung Galaxy Note 10.1, Transformer Pad…

AppId is over the quota
Grandes quantidades de novos tablets apareceram nos últimos meses, e agora que vimos o que a terceira geração do iPad vai oferecer, esse é o veredito: fabricantes Android precisarão se ocupar. As especificações do novo tablet da Apple permitem que o aparelho deixe a maioria dos seus rivais para trás. Pode esperar que muitos fabricantes rivais corram de volta para a prancheta e bolar um plano B para poder competir com o novo iPad.

Nossa tabela abaixo coloca a terceira geração do iPad contra rivais Android de 10 polegadas anunciados e/ou lançados recentemente. A planilha deixa claro que o novo iPad leva uma grande vantagem com sua resolução de tela e sua engine gráfica com quatro núcleos/quadcore (mesmo com o chip A5X do aparelho mantendo a arquitetura dual-core baseada no Cortex A9). O novo tablete da Apple dá um surpreendente passo para trás em termos de peso e espessura, dando aos aparelhos Android uma chance de acirrar a disputa nessa área. De qualquer, as especificações do novo iPad são tão dominantes de modo geral que os tablets com o sistema da Google ainda enfrentam um desafio de grandes proporções.

Telas de alta resolução tomam as atenções

Apesar de todo o falatório em grandes eventos como CES 2012 e MWC 2012 sobre tablets com telas de alta definição, só vimos dois modelos até agora – o Asus Transformer Pad Infinity e o Acer Iconia Tab A700, cada um oferecendo 1920×1200 pixels – jogando nessa área. Outros fabricantes de tablets afirmam que os altos preços dos componentes continuam a adiar a produção de telas de tablets que ofereçam altas resoluções e taxas de pixel por polegadas (ppi).

Agora a Apple lançou uma tela de resolução ainda mais alta, pelo mesmo preço do modelo do ano passado. As especificações da Tela Retina do novo iPad, com 2048×1536 pixels e 264 pixels por polegada – superam os números anunciados até o momento pelas fabricantes rivais de tablets Android. E esses tablets anunciados não chegarão até o final do próximo trimestre. Os fabricantes Android podem ter sido os primeiros a anunciar modelos de alta definição, mas eles vão chegar tarde ao mercado – e com especificações inferiores ainda por cima. Essa combinação deixa-os frente a uma difícil batalha por relevância.

tabelaipad30903

Enquanto isso, a Amazon e a Samsung – duas das principais fabricantes de tablets Android – não falaram nada sobre produzir uma tela de alta resolução. O ano ainda está no começo, mas o anúncio da Apple aumenta a pressão sobre os concorrentes. A Amazon pode decidir não lançar um tablet com uma tela de alta resolução mais cara neste ano, uma vez que a companhia está claramente com foco no preço baixo e na venda dos seus conteúdos. Nesse meio tempo, a Samsung não revelou suas cartas de alta resolução no evento Mobile World Congress, em Barcelona, preferindo, em vez disso, apresentar o Galaxy Note de 10,1 polegadas e a atualização da sua linha Galaxy Tab, com modelos de 10 e 7 polegadas.

Apple tem vantagem no preço

Não é uma surpresa o fato de a Apple poder tirar vantagem de produção em grande escala para apresentar um tablet com todos esses novos recursos pelo mesmo preço do iPad 2, lançado no ano passado. Frente ao preço inicial de 499 dólares (para o modelo de 16GB e Wi-Fi) do iPad, os rivais Android de 10 polegadas serão pressionados para conseguir diminuir a participação da Apple nesse mercado.

Os diversos tablets Android tem se debatido para oferecer preços competitivos, quanto mais para superar o iPad em termos de valores – e isso em suas especificações atuais de hardware. O novo iPad terá uma vantagem de vários meses sobre seus rivais de configurações mais parecidas, e a pressão agora é para que Asus e Acer vendam seus tablets por preços menores. Afinal de contas, se os modelos dessas empresas custam o mesmo que um iPad, mas oferece menos recursos, os consumidores tem poucas razões para comprá-los em vez do tablet da Apple. Obviamente que os usuários que preferem o sistema Android ao iOS poderão ficar inclinados a comprar um aparelho Android de qualquer forma. Mas em vista da grande liderança da Apple no mercado de tablets, esses usuários continuam sendo uma minoria. O forte ecossistema de apps da Apple e sua ênfase na experiência do usuário são bônus fortes a favor do iPad; e se os fabricantes Android não conseguirem assinalar o preço como um diferencial a seu favor, os tablets com esse sistema vão encontrar dificuldades para aumentar sua participação no mercado.

A Apple atualizou a câmera do novo iPad para 5MP, e afirma ter introduzido melhorias adicionais ao seu design de lentes e processamento de sinal de imagem para melhorar a imagem. Esse foi um upgrade muito necessário em relação a câmera do iPad 2; a maioria das câmeras dos tablets Android já possuem 5MP e conseguem capturar vídeos em 1080p. No entanto, as especificações por si só não contam a história da captura de imagens: a pergunta ainda não respondida é se a qualidade da câmera com mais megapixels melhorou. Os tablets Android não tem sido exatamente estrelas nessa área, apesar os 8MP do Asus Transformer Prime atualmente liderar esse segmento. 

Onde a Apple erra

Para acomodar recursos como suporte para 4G e Tela Retina, o novo iPad ficou um pouco mais grosso (0,93cm) do que o iPad 2 (0,86cm) e rivais como o Galaxy Tab 10.1 e o Asus Transformer Prime, ambos com uma espessura muito próxima do iPad 2. O Toshiba Excite 10 LE, que atualmente é dono do posto de tablete mais fino do mercado, tem apenas 0,7 cm. Mas o novo iPad tem virtualmente a mesma espessura do ainda inédito Samsung Galaxy Note 10.1, que tem 0,96cm.

Apesar uma espessura pequena ser literalmente fino, estou mais preocupado com o peso do iPad, que aumentou para 635 gramas. Peso maior não é a direção correta a ser seguida pelos tablets, e vai contra a tendência entre os modelos rivais Android, que estão cada vez mais leves. O peso do aparelho da Toshiba começa em 535 gramas, enquanto que o atual Samsung Galaxy Tab 10.1 pesa 562 gramas e o futuro Galaxy Note 10.1 um pouco mais, 585 gramas. Já o iPad 2, por sua vez, pesa 603 gramas.

O mais importante: com 635 gramas, o peso do iPad é uma séria preocupação. Para uso casual ou colocado em um case para tablets, sem problemas; as gramas a mais não representam grande coisa. Mas para uso com uma mão, o que é algo muito convidativo graças a nova tela melhorada, o peso maior do novo iPad não é bem-vindo nem competitivo.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Apple vence batalha por SIM card menor para smartphones

A Apple venceu a batalha pelo padrão de um SIM card menor do que os atuais. Com a novidade, sobraria mais espaço para a colocação de outros componentes em designs futuros de celulares.

O comitê Smart Card Platform Technical do instituto europeu de telecomunicações ETSI aprovou o padrão chamado de nano-SIM na sexta-feira, 1/6. A especificação feita pela Apple derrotou uma proposta rival da Nokia, RIM (Reserach In Motion) e Motorola (agora da Google).

Com 12,3mm por 8,8mm por 0,67mm, o novo padrão SIM – que é oficialmente conhecido como o quarto fator de forma (FF) – será 40% menor do que o menor padrão de SIM card atual (micro-SIM). Ele pode ser colocado e distribuído de maneira que seja compatível com os designs de SIM cards atuais. O novo design oferecerá a mesma funcionalidade dos chips disponíveis atualmente no mercado, informa o ETSI.

O instituto europeu de telecomunicações não está publicando mais detalhes sobre a votação ou a especificação vencedora, apenas dizendo que a decisão foi tomada, de acordo com um porta-voz da organização de padrões. A especificação da proposta vencedora foi identificada pela fabricante de chips Giesecke & Devrient, que tinha um representante no comitê do ETSI.

Antes da decisão desta sexta em uma reunião no Japão, os membros do ETSI haviam falhado em chegar a um acordo sobre o padrão em outro encontro feito em março.

iPhone4s300

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Batalha de tablets: novo iPad vs Samsung Galaxy Note 10.1, Transformer Pad…

AppId is over the quota
Grandes quantidades de novos tablets apareceram nos últimos meses, e agora que vimos o que a terceira geração do iPad vai oferecer, esse é o veredito: fabricantes Android precisarão se ocupar. As especificações do novo tablet da Apple permitem que o aparelho deixe a maioria dos seus rivais para trás. Pode esperar que muitos fabricantes rivais corram de volta para a prancheta e bolar um plano B para poder competir com o novo iPad.

Nossa tabela abaixo coloca a terceira geração do iPad contra rivais Android de 10 polegadas anunciados e/ou lançados recentemente. A planilha deixa claro que o novo iPad leva uma grande vantagem com sua resolução de tela e sua engine gráfica com quatro núcleos/quadcore (mesmo com o chip A5X do aparelho mantendo a arquitetura dual-core baseada no Cortex A9). O novo tablete da Apple dá um surpreendente passo para trás em termos de peso e espessura, dando aos aparelhos Android uma chance de acirrar a disputa nessa área. De qualquer, as especificações do novo iPad são tão dominantes de modo geral que os tablets com o sistema da Google ainda enfrentam um desafio de grandes proporções.

Telas de alta resolução tomam as atenções

Apesar de todo o falatório em grandes eventos como CES 2012 e MWC 2012 sobre tablets com telas de alta definição, só vimos dois modelos até agora – o Asus Transformer Pad Infinity e o Acer Iconia Tab A700, cada um oferecendo 1920×1200 pixels – jogando nessa área. Outros fabricantes de tablets afirmam que os altos preços dos componentes continuam a adiar a produção de telas de tablets que ofereçam altas resoluções e taxas de pixel por polegadas (ppi).

Agora a Apple lançou uma tela de resolução ainda mais alta, pelo mesmo preço do modelo do ano passado. As especificações da Tela Retina do novo iPad, com 2048×1536 pixels e 264 pixels por polegada – superam os números anunciados até o momento pelas fabricantes rivais de tablets Android. E esses tablets anunciados não chegarão até o final do próximo trimestre. Os fabricantes Android podem ter sido os primeiros a anunciar modelos de alta definição, mas eles vão chegar tarde ao mercado – e com especificações inferiores ainda por cima. Essa combinação deixa-os frente a uma difícil batalha por relevância.

tabelaipad30903

Enquanto isso, a Amazon e a Samsung – duas das principais fabricantes de tablets Android – não falaram nada sobre produzir uma tela de alta resolução. O ano ainda está no começo, mas o anúncio da Apple aumenta a pressão sobre os concorrentes. A Amazon pode decidir não lançar um tablet com uma tela de alta resolução mais cara neste ano, uma vez que a companhia está claramente com foco no preço baixo e na venda dos seus conteúdos. Nesse meio tempo, a Samsung não revelou suas cartas de alta resolução no evento Mobile World Congress, em Barcelona, preferindo, em vez disso, apresentar o Galaxy Note de 10,1 polegadas e a atualização da sua linha Galaxy Tab, com modelos de 10 e 7 polegadas.

Apple tem vantagem no preço

Não é uma surpresa o fato de a Apple poder tirar vantagem de produção em grande escala para apresentar um tablet com todos esses novos recursos pelo mesmo preço do iPad 2, lançado no ano passado. Frente ao preço inicial de 499 dólares (para o modelo de 16GB e Wi-Fi) do iPad, os rivais Android de 10 polegadas serão pressionados para conseguir diminuir a participação da Apple nesse mercado.

Os diversos tablets Android tem se debatido para oferecer preços competitivos, quanto mais para superar o iPad em termos de valores – e isso em suas especificações atuais de hardware. O novo iPad terá uma vantagem de vários meses sobre seus rivais de configurações mais parecidas, e a pressão agora é para que Asus e Acer vendam seus tablets por preços menores. Afinal de contas, se os modelos dessas empresas custam o mesmo que um iPad, mas oferece menos recursos, os consumidores tem poucas razões para comprá-los em vez do tablet da Apple. Obviamente que os usuários que preferem o sistema Android ao iOS poderão ficar inclinados a comprar um aparelho Android de qualquer forma. Mas em vista da grande liderança da Apple no mercado de tablets, esses usuários continuam sendo uma minoria. O forte ecossistema de apps da Apple e sua ênfase na experiência do usuário são bônus fortes a favor do iPad; e se os fabricantes Android não conseguirem assinalar o preço como um diferencial a seu favor, os tablets com esse sistema vão encontrar dificuldades para aumentar sua participação no mercado.

A Apple atualizou a câmera do novo iPad para 5MP, e afirma ter introduzido melhorias adicionais ao seu design de lentes e processamento de sinal de imagem para melhorar a imagem. Esse foi um upgrade muito necessário em relação a câmera do iPad 2; a maioria das câmeras dos tablets Android já possuem 5MP e conseguem capturar vídeos em 1080p. No entanto, as especificações por si só não contam a história da captura de imagens: a pergunta ainda não respondida é se a qualidade da câmera com mais megapixels melhorou. Os tablets Android não tem sido exatamente estrelas nessa área, apesar os 8MP do Asus Transformer Prime atualmente liderar esse segmento. 

Onde a Apple erra

Para acomodar recursos como suporte para 4G e Tela Retina, o novo iPad ficou um pouco mais grosso (0,93cm) do que o iPad 2 (0,86cm) e rivais como o Galaxy Tab 10.1 e o Asus Transformer Prime, ambos com uma espessura muito próxima do iPad 2. O Toshiba Excite 10 LE, que atualmente é dono do posto de tablete mais fino do mercado, tem apenas 0,7 cm. Mas o novo iPad tem virtualmente a mesma espessura do ainda inédito Samsung Galaxy Note 10.1, que tem 0,96cm.

Apesar uma espessura pequena ser literalmente fino, estou mais preocupado com o peso do iPad, que aumentou para 635 gramas. Peso maior não é a direção correta a ser seguida pelos tablets, e vai contra a tendência entre os modelos rivais Android, que estão cada vez mais leves. O peso do aparelho da Toshiba começa em 535 gramas, enquanto que o atual Samsung Galaxy Tab 10.1 pesa 562 gramas e o futuro Galaxy Note 10.1 um pouco mais, 585 gramas. Já o iPad 2, por sua vez, pesa 603 gramas.

O mais importante: com 635 gramas, o peso do iPad é uma séria preocupação. Para uso casual ou colocado em um case para tablets, sem problemas; as gramas a mais não representam grande coisa. Mas para uso com uma mão, o que é algo muito convidativo graças a nova tela melhorada, o peso maior do novo iPad não é bem-vindo nem competitivo.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,