RSS

Arquivo da tag: Barbie

G1 ouviu: ‘Barbie rapper’, Iggy Azalea exalta dinheiro e desdenha do amor

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Iggy Azalea (Foto: Divulgação)Iggy Azalea (Foto: Divulgação)

Uma boneca Barbie está entre as 17 coisas com as quais a rapper Iggy Azalea se parece. A cantora também lembra o personagem animado Doug Funnie de peruca loira e até uma cumbuca de sopa de mariscos. A lista de semelhanças feita por um site dos EUA é um dos sinais da atual obsessão dos norte-americanos pela australiana de 23 anos.

Iggy exalta o dinheiro e dispensa romance no LP de estreia, “The new classic”. “Fuck love, give me diamonds” (foda-se o amor, me dê diamantes) é um dos melhores refrãos. O maior hit é “Fancy”. A parceria com Charlie XCX está em 2º lugar na “Billboard”. A revista aposta em “Fancy” como hit do verão (no hemisfério norte). “Problem”, com Ariana Grande, também está em alta, mas não está no CD.

O que põe “Fancy” acima do disco mediano é o refrão matador da parceira. A inglesa, outra revelação pop, dá um alívio de diversão ao falatório egocêntrico. Charlie XCX é a desconhecida mais ouvida da música atual. Além do provável hit do verão deste ano, ela também colaborou com um dos sucessos do ano passado, “I love it”, do Icona Pop.

De ‘popozuda’ a glamourosa
“The new classic” começa morno, com faixas que não justificam a atenção dada à cantora. “Walk the line” e “Don’t need y’all” batem na mesma tecla: “Ninguém me deu bola, e agora que sou ‘hot’, não vou dar moleza”. Algo como o “você não acreditou, nem sequer notou” de “Baba baby”, de Kelly Key.

Parece exagero abrir o álbum declarando vitória, mas o discurso faz sentido. Iggy Azalea saiu da Austrália aos 16 anos para ser rapper nos EUA. Em 2011, teve algum destaque com o single “Pu$$y”, de letra sexualmente explícita, entre outras faixas. A cintura fina e quadril avantajado levaram alguns críticos a tratá-la como só mais uma “popozuda” no concorrido mercado do rap. Iggy se mostrou mais que isso.

Foram três anos entre chamar atenção e lançar o álbum. Ela provou o talento em “Work”, ótimo single de 2013. A faixa resume sua trajetória em narrativa esperta (“Sem família, sem dinheiro, 16 anos no meio de Miami”). Lançar o disco já é uma vitória. Apesar da sensualidade de “Bounce”, ela quer mesmo é parecer vencedora e glamourosa. E, assim como a brasileira Valesca, é do alto da área VIP que vê os detratores.

A “Barbie rapper” não precisa de um Ken ou outro homem para se dar bem na vida. Ela tem boas ideias, apesar de desperdiçar parte delas exaltando as supostas virtudes.

Iggy Azalea no clipe de ‘Bounce’ (Foto: Divulgação)Iggy Azalea no clipe de ‘Bounce’ (Foto: Divulgação)

Romantismo financeiro
Nas poucas vezes em que fala de amor, Iggy Azalea mostra visão peculiar. “Vamos formar uma joint venture, ser parceiros até nossas ações se valorizarem”, propõe em “Change your life”. Em “Fuck love”, o argumento para rejeitar a nova paixão é irrefutável: “Já estou apaixonada por mim mesma”. Ela cita a referência óbvia: “Material girl”, de Madonna.

A autoestima rompe limites em “Goddess”, em que a aspirante a estrela se declara deusa. Pelo menos a faixa mostra mais verve que o início de “The new classic”. É um dos momentos que vale o álbum. Solo saturado de guitarra e tensão crescente à Kanye West sustentam autoelogios.

Azalea volta a derrapar no fim. “Rolex” reforça o romantismo financeiro. A lógica é: “se tempo é dinheiro e você me fez perder tempo, devolva a grana”. Ela faz referência ao fim de namoro com um rapper. O nome do ex é apropriado para a garota que ama cifrões: A$ap Rocky. No encerramento, volta a aludir ao término, com discurso choroso que contradiz o resto do disco.

Controvérsia
“O hip hop é comandado por uma mulher branca, loira e australiana”, disse a revista “Forbes”. A reportagem foi ironizada por Nicki Minaj, atual rapper mais poderosa dos EUA, ameaçada pela estrangeira. Outros fãs e críticos também consideraram o artigo exagerado e racista. A revista mudou a frase. Não é o primeiro nem o último tumulto causado por Iggy Azalea.

Iggy Azalea se apresenta no festival 'The Sound of Change' no estádio Twickenham, em Londres, neste sábado (1º). O show faz parte de uma campanha em defesa da mulher organizada pela Chime for Change, fundada por Salma Hayek, Frida Giannini e Beyoncé. (Foto: REUTERS/Neil Hall)Iggy Azalea se apresenta no festival ‘The Sound of Change’, em Londres (Foto: Reuters /Neil Hall)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de maio de 2014 em Música

 

Tags: , , , , , ,

Respiratorianismo: Barbie humana diz que vive apenas de luz e ar!

Share Button

Será possível o ser humano viver apenas de luz e ar como afirma estar fazendo a modelo Valeria Lukyanova, conhecida como a “Barbie humana”?

No dia 28 de fevereiro, a modelo ucraniana Valeria Lukyanova, a Barbie humana, afirmou que se converteu ao Respiratorianismo e, de algumas semanas pra cá, só estaria se alimentando de luz e ar!

Sua declaração foi publicada em inúmeros jornais e revistas no mundo todo e, de acordo com o jornal britânico Daily Mail, a moça – que ganhou o apelido de “Barbie humana” por conseguir ficar parecida com a boneca – afirmou que ficou sem comer nenhum tipo de alimento ou beber uma única gota de água por várias semanas e que faltam apenas alguns passos para que ela consiga viver exclusivamente de “micro-comida-cósmica”.

“Nas últimas semanas, não tive fome. Espero estar no estágio final antes de subsistir com apenas ar e luz“, afirmou a maluca modelo.

O que é o Respiratorianismo?

Será que é possível viver sem alimentos?

O ser humano pode ficar sem se alimentar e viver de fotossíntese?

A modelo ucraniana Valeria Lukyanova, a Barbie humana, afirmou que está se alimentando apenas de luz e ar! Será possível? (foto: Divulgação) A modelo ucraniana Valeria Lukyanova, a Barbie humana, afirmou que está se alimentando apenas de luz e ar! Será possível? (foto: Divulgação)

Como já mostramos em 2012 aqui no E-farsas que Valeria Lukyanova não bate bem das ideias (ela afirma também que acredita ser de outro planeta, se comunica constantemente com alienígenas e que já conseguiu viajar no tempo), não podemos levar em consideração nenhuma das suas declarações. Além do que, notícias envolvendo a garota atraem muitos leitores e muitos jornais acabam por aumentar ou distorcer fatos relacionados à Barbie humana.

No entanto, muitos leitores do E-farsas ficaram curiosos se a “dieta da luz” realmente funciona ou não. O Respiratorianismo é eficaz?

O Respiratorianismo, ou inedia, é a suposta capacidade que alguns indivíduos alegam ter de sobreviver sem alimentos. Os adeptos dessa “modalidade alimentar” afirmam que, através de alguns passos (que incluem um jejum de 21 dias), é possível se passar a viver exclusivamente de luz e ar. Segundo dizem, é possível o ser humano viver de fotossíntese.

Antes que você fique impressionado com essa “dieta”, já vamos dar um spoiler para você e entregar o final desse artigo: ISSO NÃO FUNCIONA E QUEM TENTAR PODE MORRER!

Em diversas culturas, o jejum é considerado uma maneira de purificar a mente e o corpo das pessoas. Mas tem gente que tenta levar isso muuuuuito a sério. São os adeptos do respiratorianismo.

O conceito de Respiratorianismo se popularizou com a ajuda da australiana Ellen Greve – ou “Jasmuheen”, como é conhecida entre seus seguidores. Uma senhora que ganha a vida vendendo livros (uma busca por “Jasmuheen” no Amazon nos retorna 80 resultados. Ao todo, são 35 livros publicados por ela sobre o assunto) e realizando palestras caríssimas no mundo todo sobre o assunto (as pessoas pagam em media 2000 dólares para assistir a uma de suas palestras!). A “respiracionista” (não sabemos se o termo é esse) também possui mais de 500 vídeos produzidos por ela no YouTube.

Ellen "Jasmuheen" Greve em uma de suas palestras! (foto: Divulgação) Ellen “Jasmuheen” Greve em uma de suas palestras! (foto: Divulgação)

Ganhadora do prêmio IgNobel (uma espécie de sátira do prêmio Nobel) de literatura, em 2000, com seu polêmico livro “Nutrição Prânica”, Jasmuheen é também Presidente do Congresso Mundial de Cientistas Espirituais em Pyramid Valley (em Bangalore – Índia) e afirma que não se alimenta de outra comida além de luz e ar puro desde 1993!

Apesar disso, Ellen Greve reconheceu, em 1999, ao jornal britânico Sunday Times que toma chás de ervas e tem “orgasmos de sabores” comendo chocolates e sorvetes de vez em quando.

Sim, ela esteve aqui no Brasil no ano de 2006. Na época, ela estava divulgando o lançamento de um dos seus inúmeros livros, chamado “Os Cavaleiros da Luz”. A seguir, uma entrevista que a evangelista do Respiratorianismo concedeu ao programa Face a Face.

Note que, aos 6 minutos de vídeo, quando questionada a razão de tantas mortes de pessoas que se propuseram a tentar “viver de luz”, Jasmuheen joga a culpa inteiramente nas vítimas:

Espertalhões como essa australiana existem aos montes e é preciso ficar atento para não cair em suas armadilhas. Perceba que uma pseudociência nunca consegue sucesso por si só. Quem inventa uma besteira dessas sempre precisa se apoiar em outras pseudociências para se sustentar.

No caso de Jasmuheen, seus livros que ensinam técnicas para o Respiratorianismo misturam esoterismo com pirâmides, espiritualismo com cromoterapia e viagem astral com micro-comida-cósmica (sabe-se lá o que isso venha a ser).

Nenhum dos seus métodos foi testado cientificamente até hoje.

Em 1999, intrigados com os métodos propostos por Ellen Greve em seus livros, o programa de TV norte-americano “60 Minutes” a convidou para acompanha-la alguns dias em sua rotina. Confinada em um hotel, Jasmuheen foi filmada 24 horas por dia, durante 7 dias, numa espécie de Big Brother sem água, sem comida e sem o Pedro Bial. Sob o olhar atento das câmeras (e sem poder comer às escondidas), o que aconteceu foi:

1° dia de jejum: Ellen nem parece se abater. Passou o dia todo sem comer nada!2° dia: A escritora já mostrava sintomas de desidratação aguda, estresse e pressão arterial elevada.3° dia: Jasmuheen já havia perdido mais de £ 14 (cerca de 6 quilos) de seu peso.4 º dia: Os produtores pararam o experimento! O Dr. Berris Wink, presidente da filial de Queensland da Associação Médica Australiana, pediu a Jasmuheen que interrompesse o teste. De acordo com o médico, as pupilas da mulher estavam dilatadas, sua fala estava lenta, ela já estava muito desidratada e sua pulsação tinha dobrado de frequência!

Ao invés de admitir que sua dieta de luz é uma farsa total e que é impossível se viver sem água e comida, Ellen Greve fez o que todo charlatão faz quando falha ao ser colocada à prova: Coloca a culpa em um terceiro. Na época, Greve disse ao 60 Minutes que o ar poluído da cidade havia interferido nos testes. Como ela teoricamente se alimenta de ar, o ambiente poluído da cidade não lhe oferecia os nutrientes necessários… Tá bom, então!

Abaixo, um pequeno trecho do documentário:

De acordo com o pesquisador e escritor Mark Frauenfelder, certa vez, um jornalista australiano que estava no mesmo vôo que Jasmuheen ficou surpreso ao vê-la pedir à comissária uma refeição vegetariana. Depois de inicialmente negar que ela havia feito isso, ela disse: “Sim, eu fiz, mas eu não vou comê-lo.” Talvez ela só queria mesmo era salvar os legumes de serem comidos.

É importante também ressaltar que vários repórteres já tiveram a oportunidade de entrevistar a escritora em sua própria residência e encontraram seus armários cheios de comida. Indagada a razão de uma pessoa que não come ter comida em casa, ela explica que os alimentos são para o marido (que já foi preso uma vez apropriar-se indevidamente de um fundo de pensão). Parece que Jasmuheen, apesar de afirmar ter convertido milhares de pessoas ao respiratorianismo no mundo todo, não conseguiu converter o próprio companheiro, que ainda não é capaz de viver de luz.

Wiley Brooks, um dos pregadores do respiratorianismo, foi flagrado saindo de uma lanchonete com um hot dog! (foto: Divulgação) Wiley Brooks, um dos pregadores do respiratorianismo, foi flagrado saindo de uma lanchonete com um hot dog! (foto: Divulgação)

Claro que Ellen Greve, apesar de popular, não é a única a indicar o perigoso respiratorianismo (que ela chama de “alimentação prânica”) no mundo! Wiley Brooks, fundador do Instituto Respiratorianista da América, é um forte evangelista da técnica, mas dá umas “derrapadas” de vez em quando. Em 1993, por exemplo, ele foi pego saindo de um restaurante fast food comendo um cachorro-quente e bebendo um copão de refrigerante. Em entrevista à revista Colors em 2003, ele disse que ele quebra periodicamente seu jejum com um cheeseburger e uma coca-cola. Ah! Ele chama a Diet Coke de “luz líquida“.

Em abril de 2006, uma mulher morreu após tentar a “dieta da luz” e ficar 3 semanas sem comer. Depois de assistir a um documentário que mostrava um indiano que supostamente estaria há mais de uma década sem se alimentar, uma senhora de 50 anos também resolveu aderir a esse tipo de dieta perigosa. Quando os filhos perceberam o que estava acontecendo, já era tarde demais. De acordo com o jornal suíço Tage Anzeiger, a dona-de-casa Anna Gut (o nome foi alterado pelo jornal para preservar sua família) foi encontrada morta em seu quarto e exames constataram que a causa da morte foi inanição.

Morreu de fome…

A reportagem do Tage Anzeiger conta que essa não foi a primeira morte relacionada ao Respiratorianismo que se tem notícia. Segundo o artigo, a dieta popularizada por Ellen Greve fez muitas vítimas como, por exemplo:

Timo Degen faleceu aos 31 anos de idade (em 1997) em Munique, vítima de um colapso circulatório após tentar a dieta da luz.Lani Morris, um neozelandês que também faleceu em junho de 1998, em decorrência de um acidente vascular cerebral, causado pela perda de líquidos durante uma semana de um jejum proposto em um dos livros de Ellen Greve (na ocasião, Jasmuheen deu uma entrevista onde se defendia: “A morte de um ser humano é uma conclusão precipitada, foi, assim, o carma do falecido”, disse ela) Em setembro de 1999, a australiana Verity Linn foi encontrada morta próxima ao lago Cam em Assynt (Escócia). Ela tinha 48 anos de idade e estava extremamente magra quando morreu. Apesar das investigações não descobrirem a causa da morte, no diário da mulher havia relatos de suas experiências com a dieta e afirmações de que ela já estaria num estágio bem avançado nas técnicas respiratorionistas.Esse pessoal na África não conhece o respiratorianismo? Parece que não... (foto: reprodução) Esse pessoal na África não conhece o respiratorianismo? Parece que não… (foto: reprodução)

Não é possível se viver sem água e alimentos. Essa historia de viver de luz é farsa! Não tentem fazer isso!

Share Button Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Fisiculturistas fazem pose de ‘Barbie’ durante competição na China

Fisiculturistas mais pareciam bonecas “Barbie” ao fazer poses para os jurados durante uma competição realizada em Zhengzhou, na província de Henan (China), no domingo (15).

Fisiculturistas mais pareciam bonecas 'Barbie' ao fazer poses para os jurado (Foto: Ed Jones/AFP)Fisiculturistas mais pareciam bonecas ‘Barbie’ ao fazer poses para os jurado (Foto: Ed Jones/AFP)Competição foi realizada em Zhengzhou, na província de Henan (Foto: Ed Jones/AFP)Competição foi realizada em Zhengzhou, na província de Henan (Foto: Ed Jones/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Cingapuriano exibe coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie

O cingapuriano Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie. As bonecas e outros itens relacionados à Barbie ocupam três quartos de sua casa na área de Bartley, em Cingapura.

Yang passou a se interessar pela famosa boneca aos 13 anos (Foto: Edgar Su/Reuters)Yang passou a se interessar pela famosa boneca aos 13 anos (Foto: Edgar Su/Reuters)

Yang contou que seu interesse pela famosa boneca começou quando ele tinha 13 anos após ver propagandas da Barbie na TV. No entanto ele só comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, não parou mais.

Apesar de sua coleção enorme, Yang não é o maior colecionador do mundo. O recorde pertence à alemã Bettina Dorfmann, que mora em Dusseldorf. Ela conta com uma coleção de mais de 15 mil itens relacionados à boneca Barbie.

Yang comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, parou mais (Foto: Edgar Su/Reuters)Yang comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, não parou mais (Foto: Edgar Su/Reuters)Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie (Foto: Edgar Su/Reuters)Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie (Foto: Edgar Su/Reuters)saiba mais Por recorde, mais de 4 mil competem em corrida de cavalos na MongóliaApós recorde, ucraniano dá entrevista de cabeça para baixoAmericano constrói réplica da Torre Eiffel com 75 mil cartas de baralhoBiblioteca bate recorde ao fazer dominó gigante com 2.131 livrosPor recorde, austríaco anda em corda bamba a 185 m de altura na AlemanhaBandeira com 349 m e 5 toneladas bate recorde na RomêniaPor recorde, filipinos soltam mais de 15 mil lanternasTravesseiro gigante de 6,7 toneladas bate recorde na MacedôniaPor recorde, cozinheiros preparam 2.706 sanduíches em 1 horaPor recorde, americano faz bambolê enquanto se movimenta em argolasPanamenho tenta recorde por descascar com os dentes 500 cocosDe olho em recorde, microlivro é colocado à venda por R$ 603Estudantes estouram 743 m² de plástico bolha e batem recordePor recorde, quase 15 mil indianos tocam tambores por 15 minutosBritânico devora torta em 25s53 e vence competiçãoPor recorde, cidade húngara escreve carta de 1,5 km para o Papai NoelGeorgiano bate recorde ao puxar caminhão de 8 toneladas com orelhaMédico puxa bonde de 19,5 toneladas com os dentes e bate recordePor recorde, 70 mil paquistaneses cantam hino nacionalPor recorde, húngaro deixa veículo de 1,7 tonelada passar por cimaPaquistanês bate recorde ao puxar veículo de 1,7 tonelada com bigodeMais de 80 surfistas pegam a mesma onda, mas falham em bater recordeRomeno anda 33 m debaixo d’água com peso de 59 quilos e bate recordePor recorde, cidade romena prepara salada de cerca de 20 toneladas’Mulher vampiro’ bate recorde com maior número de mudanças corporaisVeja ‘Popeye da vida real’ e outros recordes curiosos do GuinnessVeja lista com animais recordistas que estarão no Guinness 2013EUA batem recorde com ensopado de frutos do mar de 3 toneladasChefs preparam hambúrguer de 914 quilos nos EUA e batem recorde

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Cingapuriano exibe coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie

O cingapuriano Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie. As bonecas e outros itens relacionados à Barbie ocupam três quartos de sua casa na área de Bartley, em Cingapura.

Yang passou a se interessar pela famosa boneca aos 13 anos (Foto: Edgar Su/Reuters)Yang passou a se interessar pela famosa boneca aos 13 anos (Foto: Edgar Su/Reuters)

Yang contou que seu interesse pela famosa boneca começou quando ele tinha 13 anos após ver propagandas da Barbie na TV. No entanto ele só comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, não parou mais.

Apesar de sua coleção enorme, Yang não é o maior colecionador do mundo. O recorde pertence à alemã Bettina Dorfmann, que mora em Dusseldorf. Ela conta com uma coleção de mais de 15 mil itens relacionados à boneca Barbie.

Yang comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, parou mais (Foto: Edgar Su/Reuters)Yang comprou sua primeira Barbie quando tinha 15 anos. Desde então, não parou mais (Foto: Edgar Su/Reuters)Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie (Foto: Edgar Su/Reuters)Jian Yang, de 33 anos, exibiu nesta segunda-feira (2) sua coleção com mais de 6 mil itens da boneca Barbie (Foto: Edgar Su/Reuters)saiba mais Por recorde, mais de 4 mil competem em corrida de cavalos na MongóliaApós recorde, ucraniano dá entrevista de cabeça para baixoAmericano constrói réplica da Torre Eiffel com 75 mil cartas de baralhoBiblioteca bate recorde ao fazer dominó gigante com 2.131 livrosPor recorde, austríaco anda em corda bamba a 185 m de altura na AlemanhaBandeira com 349 m e 5 toneladas bate recorde na RomêniaPor recorde, filipinos soltam mais de 15 mil lanternasTravesseiro gigante de 6,7 toneladas bate recorde na MacedôniaPor recorde, cozinheiros preparam 2.706 sanduíches em 1 horaPor recorde, americano faz bambolê enquanto se movimenta em argolasPanamenho tenta recorde por descascar com os dentes 500 cocosDe olho em recorde, microlivro é colocado à venda por R$ 603Estudantes estouram 743 m² de plástico bolha e batem recordePor recorde, quase 15 mil indianos tocam tambores por 15 minutosBritânico devora torta em 25s53 e vence competiçãoPor recorde, cidade húngara escreve carta de 1,5 km para o Papai NoelGeorgiano bate recorde ao puxar caminhão de 8 toneladas com orelhaMédico puxa bonde de 19,5 toneladas com os dentes e bate recordePor recorde, 70 mil paquistaneses cantam hino nacionalPor recorde, húngaro deixa veículo de 1,7 tonelada passar por cimaPaquistanês bate recorde ao puxar veículo de 1,7 tonelada com bigodeMais de 80 surfistas pegam a mesma onda, mas falham em bater recordeRomeno anda 33 m debaixo d’água com peso de 59 quilos e bate recordePor recorde, cidade romena prepara salada de cerca de 20 toneladas’Mulher vampiro’ bate recorde com maior número de mudanças corporaisVeja ‘Popeye da vida real’ e outros recordes curiosos do GuinnessVeja lista com animais recordistas que estarão no Guinness 2013EUA batem recorde com ensopado de frutos do mar de 3 toneladasChefs preparam hambúrguer de 914 quilos nos EUA e batem recorde

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Será que Valeria Lukyanova a Barbie Humana existe de verdade?

Valeria Lukyanova fez sucesso por ser parecida com a boneca mais famosa do mundo! Mas será que a Barbie Humana existe mesmo?

Em abril de 2012, algumas fotos de uma garota parecida com uma boneca apareceram na web. A moça, de acordo com algumas reportagens, se chama Valeria Lukyanova e não fez nada (nenhum procedimento cirúrgico) para ficar igual a uma boneca.

Suas fotos são impressionantes:

A Barbie da vida real! Verdadeiro ou farsa? A Barbie da vida real! Verdadeiro ou farsa?

A Barbie da vida real! Verdadeira ou farsa?- foto 2

Como muita gente ficou na dúvida se a Barbie[bb]Humana realmente existe, resolvemos dar uma pesquisada para saber se isso é verdadeiro ou farsa.

Por incrível que possa parecer, a menina existe mesmo!

Valeria Lukyanova é uma ucraniana de 21 anos de idade e, jura de pé junto que nunca fez uma única cirurgia plástica. Ela possui um canal no Youtube onde expõe seus trabalhos, além de dar dicas de maquiagem e cantar algumas músicas. Mais fotos, textos e vídeos da menina podem ser vistos em seu site oficial.

Sim! Ela ganha dinheiro com seu corpo!

Muitos curiosos não acreditaram nessa história de Valeria ser parecida com uma boneca naturalmente e, de tanto ficarem escavando a web, acabaram descobrindo que Lukyanova já passou por várias cirurgias plásticas. Em entrevista ao jornal IBTimes, o diretor da Clínica Manhattan Cirurgia Plástica – Dr. Athony Labrun – explica que uma mulher precisa retirar parte da costela para ficar com a cintura fina como a da daquela moça.

O Sitch News, por exemplo, achou algumas fotos de Valeria antes de passar por operações pelo corpo:

Valeria antes das cirurgias Valeria antes e depois das cirurgias (reprodução)

Além das modificações corporais, a Barbie Humana também usa de outros artifícios como, por exemplo, maquiagem pesada e Photoshop. Nas fotos abaixo podemos ver a moçoila sem maquiagem:

Barbie Humana sem maquiagem! 1

Barbie Humana sem maquiagem! 2Barbie Humana sem maquiagem! 3

Nessa reportagem do DailyMail tem mais um monte de fotos da Barbie Humana.

A Barbie Humana existe, de fato. Mas ela usa de vários artifícios para ficar ainda mais parecida com uma boneca.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,