RSS

Arquivo da tag: avalia

Síria avalia perdas da guerra em US$ 31 bilhões

O valor das perdas e destruições provocados pela guerra que afeta a Síria há três anos chega a US$ 31 bilhões, afirmou nesta terça-feira (18) o primeiro-ministro sírio, Wael Al-Halaqi.

“O volume dos danos causados pela grande guerra travada na Síria chega a 4,7 trilhões de libras sírias”, ou seja, US$ 31,3 bilhões, declarou Halaqi ao jornal Al-Baas, órgão do partido no poder no país.

O orçamento destinado neste ano à reconstrução é de apenas 50 bilhões de libras (US$ 333 milhões), segundo o primeiro-ministro.

Desde meados de março de 2011, uma revolta, que rapidamente foi militarizada para enfrentar a repressão do regime, se transformou em guerra interna, que deixou ao menos 146 mil mortos, segundo uma ONG síria.

Quase metade da população precisou abandonar suas casas, de acordo com a ONU.

arte síria versão 18.02 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Professor que mostrou ‘Dançando’ a criador de ‘Just Dance’ avalia música

Há cerca de um ano, o G1 fez uma reportagem que mostrou ritmos de músicas brasileiras aos criadores do game “Just Dance”. Sem saber a lista de músicas do jogo de dança que seria lançado no final de 2013, a reportagem, ao lado do professor Silvio Carlos Batista, mostrou a canção “Dançando”, de Ivete Sangalo.

Esta é a única música brasileira no jogo da produtora francesa Ubisoft.

O que não era esperado é que a canção de Ivete mostrada na reportagem seria usada no game “Just Dance 2014”, que tem versões para Xbox One, Xbox 360, Wii, Wii U, PlayStation 3 e PlayStation4. O professor mostrou a música com sua coreografia, mas o que ele achou dos passos de dança usados pelos criadores do jogo? Confira no vídeo acima.

Música de Ivete, 'Dançando', está em 'Just Dance 2014' (Foto: Divulgação/Ubisoft)Música de Ivete, ‘Dançando’, está em ‘Just Dance
2014′ (Foto: Divulgação/Ubisoft)

Depois de dançar a música, Batista ficou bastante cansado. Ofegante, disse ao G1 que gostou da coreografia, dizendo que ela tem movimentos que não são difíceis, mas que pode queimar boas calorias. “[Os produtores] pegaram o ritmo da música, colocaram movimentos sensuais, alguns movimentos mais femininos, o que não impede os homens de jogar”, explica. “Foram usados movimentos parecidos com a coreografia que mostrei, principalmente no refrão, ao colocar a mão na cabeça e na cintura”.

Música brasileira
Na reportagem do G1 em 2013, Alkis Argyriadis, diretor criativo, e Véronique Halbrey, diretora de conteúdo, disseram ter gostado muito da música de Ivete. “Ela é bastante dramática, muito sensual, Me faz sentir uma pop star”, disse Véronique.

Já Alkis deu uma dica em sua resposta na época: “Sabemos que Ivete Sangalo é muito conhecida no Brasil e acho que ela é o tipo de artista, com este tipo especial de música que poderíamos colocar em um próximo ‘Just Dance’.”

new WM.Player( { videosIDs: “3178965”, sitePage: “g1/tecnologia/games/videos”, zoneId: “110461”, width: 620, height: 349 } ).attachTo($(“#3178965”)[0]);

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Inpa avalia formas de ‘salvar’ árvore centenária com risco de cair no AM

Uma comissão técnica formada por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Amazônicas (Inpa) vai avaliar a estrutura física de uma árvore de 600 anos presente do Bosque da Ciência, em Manaus. Cerca de 50% do tronco da Tanimbuca encontra-se oco, o que preocupa a instituição.

O coordenador de extensão do Inpa, Carlos Bueno, informou que o instituto avalia as medidas a serem tomadas para sustentar a árvore. “Estamos juntando pessoas que têm dado seus pareceres e instituições, como o Corpo de Bombeiros, para avaliar quais as soluções para aumentar a resistência da árvore”, afirma.

O preenchimento do tronco da árvore com pedras e concreto está entre as alternativas  analisadas. “Seria uma forma de melhorar a estrutura. Precisaríamos de cálculos de engenheiros civis”, disse o coordeanador.

Para os pesquisadores, a contribuição da árvore vai além da questão ambiental. “Nós temos com a Tanimbuca uma relação afetiva. Podem saber que o Inpa não vai deixar de medir esforços para tentar mantê-la”, garantiu o pesquisador, Hugo Mesquita.

Há 20 anos, o Inpa acompanha o desenvolvimento da tanimbuca centenária. O estudo com um aparelho de tomografia detectou que ela está com metade do tronco oco. A tanimbuca é uma espécie que pode chegar a 35 metros e pesar até 30 toneladas. A árvore presente no Bosque da Ciência tem 20 metros e pesa mais de 15 toneladas.

Pesquisador Carlos Bueno estima que metade do tronco esteja oco (Foto: Girlene Medeiros/G1 AM)Pesquisador Carlos Bueno estima que metade do tronco esteja oco (Foto: Girlene Medeiros/G1 AM)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Modelos de BI focados em TI são insustentáveis, avalia Forrester

Instituto de pesquisas afirma que ferramenta deve ser adotada de forma que possibilite autosserviço.

Modelos de Business Intelligence (BI) focados em TI são insustentáveis, alerta relatório da Forrester Research. Cada vez mais, empresas que querem desenvolver capacidades robustas de BI terão de adotar o autosserviço para conquistar o sucesso da estratégia, recomenda a consultoria.

Dois fatores principais estão impulsionando a necessidade de um BI self service. A primeira é que os requisitos de BI mudam rapidamente. Mesmo áreas de TI, com as mais recentes ferramentas e melhores práticas, muitas vezes têm de lutar para manter-se em dia com os requisitos de negócios sobre o BI, afirma pesquisador da Forrester Boris Evelson.

Ao contrário de aplicações empresariais, como Customer Relationship Management (CRM) e Enterprise Resource Planning (ERP), BI tem uma vida útil curta e pode tornar-se obsoleto muito rapidamente, aponta.

Outra questão importante é que as abordagens convencionais de desenvolvimento de software são pouco adequadas para as necessidades do BI de hoje, assinala. “A metodologia tradicional para o ciclo de vida de desenvolvimento de software identifica requisitos do usuário, transformando-os em especificações, e depois passa essas especificações para os desenvolvedores”, ensina.

“Enquanto essa abordagem é muitas vezes bem-sucedida para implementações de aplicações tradicionais da empresa, não funciona para a maioria dos requisitos de BI”, completa.

Companhias podem se beneficiar ao incluir ferramentas self service para as necessidades de BI, acredita. Embora a TI precise manter o controle de aplicações de BI complexas ou críticas, a grande maioria de outras iniciativas de BI deve ser tratada diretamente pelas unidades de negócio que irão utilizar as aplicações. “A TI mantém um ambiente adequado de BI, mas 80% de todos os requisitos da ferramenta são realizadas pelos usuários de negócios”, observa.

Segundo ele, a chave para o sucesso do BI self service está na escolha das ferramentas adequadas, indica Evelson. Para ser realmente útil, ela deve permitir que os usuários casuais, usuários de tecnologia e executivos experientes possam fazer consultas, relatórios e dashboards sozinhos, diz. A Forrester, afirma, no entanto, que o BI self service não significa que a TI deve ser eliminada completamente dos projetos de BI.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Equador avalia se extradição de Assange representa perigo de morte

No Rio, presidente do Equador, Rafael Correa, disse que vai avaliar a questão para decidir sobre o pedido de asilo feito pelo fundador do WikiLeaks

“”É preciso ver as causas do pedido. É preciso ver se há perigo de morte para Assange. O Equador defende o direito à vida”, disse o presidente do Equador, Rafael Correa, em entrevista à BBC Mundo, sobre o pedido de asilo que o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, fez ao seu país, alegando perseguição política. Correa está no Rio de Janeiro, onde participa da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

O australiano, fundador do WikiLeaks, está desde a noite de terça-feira (19/6) na Embaixada do Equador em Londres. A justiça inglesa decidiu que o ativista, cujo site vazou milhares de documentos secretos, seja extraditado para a Suécia, onde é acusado de agressão sexual. Assange teria escrito ao governo do Equador, dizendo que, devido às declarações de seu país, o retorno à sua terra natal o colocaria em “um estado de desamparo por ser solicitado para ser interrogado pelo do Reino da Suécia, onde seus altos funcionários abertamente o atacaram e o investigaram por crimes políticos nos Estados Unidos da América, um país onde a pena de morte para estes crimes ainda está em vigor.”

Partidários de Assange temem que da Suécia ele possa ser transferido para os Estados Unidos para enfrentar acusações sob o Ato de Espionagem do país. “Sei que o grande júri dos Estados Unidos tem investigado seriamente o WikiLeaks e pensa-se, neste momento, haver uma acusação selada contra Julian”, disse o ativista Jacob Appelbaum, em uma carta endereçada à embaixada do Equador em Londres.

Questionado se acha que poderia existir risco para Assange, Correa respondeu que “isso é o que se tem dito, que pelo tipo de delito [de que o fundador do WikiLeaks é acusado] ele pode ser condenado à pena de morte nos Estados Unidos [EUA]”.

Correa descartou a possibilidade de abrir negociações para decidir sobre o futuro de Assange – disse que será uma decisão “soberana” do Equador e que vai analisar se “ocorreu o devido processo” nas ações judiciais contra o australiano. Ele ressaltou que, por “consideração”, pode consultar outros países antes de tomar uma decisão.

(*) Com informações da Agência Brasil.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Equador avalia se extradição de Assange representa perigo de morte

No Rio, presidente do Equador, Rafael Correa, disse que vai avaliar a questão para decidir sobre o pedido de asilo feito pelo fundador do WikiLeaks

“”É preciso ver as causas do pedido. É preciso ver se há perigo de morte para Assange. O Equador defende o direito à vida”, disse o presidente do Equador, Rafael Correa, em entrevista à BBC Mundo, sobre o pedido de asilo que o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, fez ao seu país, alegando perseguição política. Correa está no Rio de Janeiro, onde participa da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

O australiano, fundador do WikiLeaks, está desde a noite de terça-feira (19/6) na Embaixada do Equador em Londres. A justiça inglesa decidiu que o ativista, cujo site vazou milhares de documentos secretos, seja extraditado para a Suécia, onde é acusado de agressão sexual. Assange teria escrito ao governo do Equador, dizendo que, devido às declarações de seu país, o retorno à sua terra natal o colocaria em “um estado de desamparo por ser solicitado para ser interrogado pelo do Reino da Suécia, onde seus altos funcionários abertamente o atacaram e o investigaram por crimes políticos nos Estados Unidos da América, um país onde a pena de morte para estes crimes ainda está em vigor.”

Partidários de Assange temem que da Suécia ele possa ser transferido para os Estados Unidos para enfrentar acusações sob o Ato de Espionagem do país. “Sei que o grande júri dos Estados Unidos tem investigado seriamente o WikiLeaks e pensa-se, neste momento, haver uma acusação selada contra Julian”, disse o ativista Jacob Appelbaum, em uma carta endereçada à embaixada do Equador em Londres.

Questionado se acha que poderia existir risco para Assange, Correa respondeu que “isso é o que se tem dito, que pelo tipo de delito [de que o fundador do WikiLeaks é acusado] ele pode ser condenado à pena de morte nos Estados Unidos [EUA]”.

Correa descartou a possibilidade de abrir negociações para decidir sobre o futuro de Assange – disse que será uma decisão “soberana” do Equador e que vai analisar se “ocorreu o devido processo” nas ações judiciais contra o australiano. Ele ressaltou que, por “consideração”, pode consultar outros países antes de tomar uma decisão.

(*) Com informações da Agência Brasil.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Tim Cook aborda briga com Android/Windows e avalia mercardo brasileiro

AppId is over the quota

Quando a Apple emite seus relatórios a respeito dos resultados financeiros do trimestre, a empresa realiza uma conferência com seus analistas financeiros. Alguns pontos de vista da companhia de Cupertino foram expostos no evento da semana passada, quando Tim Cook, CEO da companhia, respondeu às perguntas dos especialsitas. Veja a análise da empresa pelos olhos de seu comandante.

iOS e Mac contra Android e Windows
Eu não classificaria como Mac versus Windows de forma alguma. O Mac ultrapassou o mercado por mais de 20 trimestres consecutivos, entretanto ainda possui uma porcentagem de apenas um dígito no mercado mundial. Se você olhar para celulares, tablets e para o iPod touch, vendemos mais de 315 milhões de dispositivos iOS. E mais de 62 milhões desses foram comercializados no último trimestre. Não tenho números comparáveis para o Android: não encontrei uma maneira de obter um relatório que fosse tão detalhado e transparente quanto o nosso. 

No entanto, dados da NPD, que saíram há poucos dias, mostram que, nos EUA, a porcentagem do iPhone é de 43%, contra 47% do Android. Informações recentes da Nielsen mostram que, entre outubro e dezembro, o iPhone obteve 45% contra 47% do Android e, por fim, os dados mais recentes da ComScore mostram o iPhone com 42% versus 41% do Android; diria que é uma corrida muito acirrada. Não tenho dados específicos em relação ao iPad, porém creio que todos nós acreditamos que ele está muito à frente. E não há um produto comparável ao iPod, logo o iOS está indo extremamente bem.

iPhone 4S
Ficamos animados com os 37 milhões de iPhones que vendemos. Isso representa 128% de crescimento de mercado em relação aos 40% previstos na última projeção do IDC. E isso é significativamente acima do último recorde de 20 milhões de unidades vendidas. Os consumidores estão adorando esse produto.  

Fizemos uma grande aposta no começo do trimestre, sobre a demanda. No final, apesar de nossa aposta, estávamos com falta de material de nossos fornecedores, o que provocou um acúmulo significativo. A situação voltou a melhorar no fim do último trimestre, porém com estoques ainda baixos em algumas regiões.

Cada um dos modelos (3GS, iPhone 4 e iPhone 4S) foi muito importante para a alcançar a marca de 37 milhões de unidades, e estamos contentes em atender o mercado com ótimos produtos. Contudo, o iPhone 4S foi o mais popular entre eles. Não podíamos estar mais felizes, apostamos alto, e acho que muitos de vocês pensavam que não sabíamos o que estávamos fazendo. Entretanto, se constata que não apostamos alto o suficiente; o 4S foi o iPhone mais popular durante o último trimestre.

No espaço corporativo, como um exemplo, vimos o iPhone se tornar um catalisador, e o iPad chega logo depois, e em certos casos, vimos o Mac seguir o mesmo caminho. Há exemplos claros nos quais um produto puxou um segundo, que puxou um terceiro. Vimos esse comportamento que o iPod criou para o Mac entre 2002 e 2004, então esse não é um fenômeno novo para nós. 

iphone4s_390c.jpg
iPhone 4S: 37 milhões de unidades vendidas em três meses

iPad
Estamos contentes com os 15,4 milhões de iPads que vendemos. Isso é consistente com nossa convicção de que, desde quando apresentamos o produto, essa é uma oportunidade para a Apple duradoura. Claramente acredito que chegará o dia em que o mercado de tablets, em unidades, será maior do que o mercado de PCs. Na verdade, é interessante notar que, nos EUA, fica claro nos dados mais recentes do IDC de que as vendas de tablets ultrapassaram as de PCs no último trimestre. Penso que já é possível enxergar indicadores de que este é um momento significativo.

Em termos de competitividade, o ecossistema do iPad está em uma classe por si só. Queremos otimizar aplicações para que elas possam aproveitar telas maiores, e estamos atualmente com 170 mil apps disponíveis, e isso se compara a apenas algumas centenas em relação à concorrência. 

Acho que as pessoas querem fazer muitas coisas com seus tablets, e portanto não vemos esses tablets limitados e e-readers na mesma categoria. Certamente há clientes que irão comprar estes, e uma grande quantidade será vendida, porém, não acredito que aqueles que querem um iPad irão adquirir um tablet com funções limitadas. 

Existe a canibalização do Mac feita pelo iPad, todavia acreditamos que os PCs com Windows são muito mais afetados pelo iPad e há muito mais deles para serem canibalizados. E adoramos esse comportamento, achamos ótimo para nós. O que é diferente em relação ao iPad é que você pode começar a vê-lo aparecer em todos os lugares.

ipad2facetime01300.jpg
iPad é conquistando espaço dos PCs com Windows, afirma Cook

Em K-12 (sigla americana que representa educação primária e secundária), vendemos o dobro de iPads, assim como aconteceu com os Macs; no geral, a educação adota novas tecnologias muito devagar, logo isso é um tanto quanto surpreendente. Entre os consumidores que olham o produto, pensam sobre o ecossistema e as enormes vantagens e a experiência de usuário em geral, acho que ganhamos muitos desses, e isso pode ser visto nos resultados. Não poderíamos estar mais felizes em vender mais de 15 milhões e acho extraordinário termos atingido mais de 55 milhões de iPads, e estamos no mercado somente desde abril de 2010. 

Em relação aos outros tablets, ano passado era para ter sido o ano do tablet, e acho que muitos iriam concordar que foi o ano do iPad, pela segunda vez consecutiva. E então vamos inovar demais nessa área, e penso que podemos continuar a competir com qualquer um que está vendendo ou pretende vender tablets no futuro. 

Apple TV
A Apple TV está indo muito bem. No último ano fiscal, que terminou em setembro, vendemos mais de 2.8 milhões de unidades, e, apenas no último trimestre, quebramos um novo recorde ao alcançar 1,4 milhão. Entretanto, se você monetizar a receita, ainda classificamos isso como um hobby, porém continuamos a adicionar coisas ao produto. Se estiver utilizando a última versão, não sei vocês, mas não conseguiria viver sem a minha. É um produto fantástico e queremos ver até onde ele vai. 

iCloud
Já temos mais de 85 milhões de pessoas utilizando o iCloud, e é incrível que isso tenha acontecido em um período de tempo de apenas alguns meses. Estamos impressionados e a resposta dos consumidores tem sido incrível; ele resolveu muitos dos problemas dos usuários e tornou suas vidas muito mais fáceis. Foi fundamental reconhecer que as pessoas possuem diversos dispositivos e gostariam que a maior parte do conteúdo ficasse na nuvem, e estamos vendo a resposta para isso. Não é apenas um produto, é a estratégia para a próxima década. 

icloudnovo_390.jpg
Serviço em nuvem da Apple faz backups de fotos, contatos, aplicativos e outras informações

iPhone no mundo
Estamos com mais de 130 mil pontos de venda ao redor do mundo, o que representa um crescimento de 35% em uma base anual. Isso aconteceu tanto ao adicionar operadoras ou através de nossa própria distribuição, assim como em revendedores que são particularmente importantes em certos mercados. Adicionamos a Sprint nos EUA, a KDDI no Japão e ambas operadoras podem mostrar seus próprios resultados.

Em relação à China, a China Unicom (operadora de telefonia estatal) continua sendo um parceiro importante, porém, como já dissemos, o país representa um mercado extremamente importante para nós, e continuamos a ver como podemos expandi-lo ainda mais. 

No Brasil, estamos atualmente vendendo através de uma loja online e revendedores autorizados, incluindo operadoras de telefonia. Estamos presentes na Rússia, na Índia, porém estamos focando muito mais energia no mercado Chinês. Isso não significa que haja menos esforço ou foco nos outros, apenas que é menos do que estamos investindo na China hoje. 

lancamento4s_01.jpg

Brasil: lançamento do país reuniu centenas de pessoas

O segundo país nessa lista de quatro países para nós seria o Brasil. Penso que há uma grande oportunidade para nós lá, e começamos a ir mais fundo. Entretanto isso não significa que haverá uma loja da Apple lá, pois não enxergo isso acontecendo a curto prazo. 

Tim como CEO

Vocês sabem, eu amo a Apple, e é apenas um lembrete diário do tamanho do privilégio que é trabalhar com uma equipe tão incrível e quão sortudo sou. Penso que eles estão fazendo um trabalho fantástico, nos sentimos muito bem onde estamos.  

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de fevereiro de 2012 em eletrônicos, Mac, Tecnologia

 

Tags: , , , , ,