RSS

Arquivo da tag: Ataques

Brasil lidera lista de mortes por ataques de tubarão em 2013

Bruna Gobbi, vítima de ataque de tubarão no Recife (Foto: Bruna Gobbi / Arquivo pessoal)Bruna Gobbi, vítima de ataque de tubarão no Recife
(Foto: Bruna Gobbi/Arquivo pessoal)

O Brasil lidera, ao lado dos EUA, da Austrália e da Ilha Reunião (França), o ranking de mortes por ataques de tubarão em 2013 no mundo. São dois óbitos no ano. O dado faz parte de um dos maiores bancos de dados sobre acidentes envolvendo os animais, o Global Shark Attack File, mantido pelo Instituto de Pesquisas sobre Tubarões (SRI, na sigla em inglês), em Princeton, Nova Jersey.

Segundo o instituto, ocorreram 116 ataques no ano passado – 13 pessoas morreram. O número é praticamente igual ao registrado em 2012 e 2011 (115 ataques cada um, com 9 e 13 mortes respectivamente). O banco de dados agrega 5.450 registros (com incidentes detalhados desde o século 17). Os dados são incluídos por pesquisadores locados em todos os continentes – a maioria após checagem de notícias em meios de imprensa locais. Muitas das vítimas sobreviventes são entrevistadas para a coleta das informações.

Os EUA são o país com mais registros de ataques no ano passado: 60. Na maior parte dos casos, as vítimas tiveram ferimentos nos braços ou nas pernas, mas escaparam da morte. A Austrália aparece logo atrás, com 19 ataques. A África do Sul aparece com nove; Bahamas tem seis.

No Brasil, as vítimas dos dois ataques registrados morreram – ambas em Pernambuco. Em maio, José Rogério da Silva, de 41 anos, morreu após entrar no mar na Praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, Litoral Sul do estado. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte foi “ataque de animal de grande porte”.

Corpo de turista francês que morreu após ataque de tubarão na Ilha da Reunião é removido (Foto: Richard Bouhet/AFP)Corpo de turista francês que morreu após ataque
de tubarão na Ilha Reunião é removido (Foto:
Richard Bouhet/AFP)

Em julho, a turista paulista Bruna Gobbi, de 18 anos, se tornou a primeira mulher vítima dos tubarões no estado do Nordeste. Ela foi mordida na Praia de Boa Viagem. A jovem chegou a ser levada ao hospital e teve parte da perna amputada, mas não resistiu aos ferimentos.

Em Pernambuco, os ataques são contabilizados desde 1992 pelo Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões. As estatísticas revelam que 70% das vítimas tinham entre 14 e 25 anos e que 35% das ocorrências foram registradas durante o período de lua cheia. Dos 59 ataques, 23 ocorreram na Praia de Boa Viagem e 17 na vizinha Praia de Piedade, situada no município de Jaboatão dos Guararapes. Segundo o comitê, 35 vítimas dos tubarões em Pernambuco sobreviveram; 24 pessoas morreram após serem mordidas pelos animais.

No ano passado, o Ministério Público de Pernambuco recebeu um relatório que denuncia a subnotificação de casos de ataques de tubarão no litoral do estado. A Promotoria começou a ouvir testemunhas, representantes de ONGs e órgãos que pesquisam a costa pernambucana para fundamentar uma possível ação civil pública pedindo desde a interdição de pontos críticos de praias no Grande Recife até a instalação de redes de proteção no mar.

‘Raridade’
O objetivo do instituto norte-americano é mostrar que os acidentes envolvendo os animais são raros e enfatizar que o número de mortes é ínfimo se comparado ao de outros acidentes na água. Com isso, a entidade busca mudar a percepção de que os tubarões são animais ‘sanguinários’, já que a maioria das ocorrências se dá em razão da interferência do homem em seu habitat.

Mortes por ataque de tubarão em 2013
(dados do Instituto de Pesquisas sobre Tubarões, o SRI)

Brasil – 2
Austrália – 2
EUA – 2
Ilha Reunião (França) – 2
Ilha Diego Garcia (Reino Unido) – 1
África do Sul – 1
Jamaica – 1
Guam – 1
Nova Zelândia – 1

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ataques aéreos do regime à cidade síria de Aleppo matam 85

Imagem do coletivo jornalístico Aleppo Media Center mostra um dos locais do ataque do regime à cidade, neste sábado (1º) (Foto: AP)Imagem do coletivo jornalístico Aleppo Media Center mostra um dos locais do ataque do regime à cidade, neste sábado (1º) (Foto: AP)

Pelo menos 85 pessoas morreram no sábado (1º) em Aleppo, a principal cidade do norte da Síria, quando helicópteros das forças do regime sírio lançaram barris de explosivos, anunciou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

‘Pelo menos 85 pessoas morreram, incluindo 65 civis – entre eles 10 crianças -, 10 jihadistas da Frente Al-Nosra e 10 pessoas não identificadas, nos ataques com barris de explosivos contra o leste de Aleppo’, afirmou um comunicado do OSDH.

Segundo a ONG, 34 pessoas morreram, incluindo seis crianças e duas mulheres em Tariq al-Bab e outras 22, entre elas cinco mulheres e seis crianças, em Salhin, Ansari e Marjeh. Nove pessoas faleceram em outros bairros e os 10 combatentes da Al-Nosra, o braço da Al-Qaeda na Síria, em Shaar. Outros 10 corpos não foram identificados.

Os ataques aconteceram um dia depois do fim das negociações de paz, que não deram resultados, em Genebra entre o regime e a oposição.

Paralelamente, o exército iniciou uma ofensiva para entrar nos bairros rebeldes da zona leste da cidade. O ministro sírio da Defesa, o general Fahd Jasem al-Freikh, viajou na sexta-feira para a localidade.

arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ataques com barris de explosivos matam ao menos 46 na Síria

Pelo menos 46 civis sírios, entre os quais treze crianças, morreram neste sábado (1) quando helicópteros do exército da Síria lançaram barris cheios de explosivos na cidade de Aleppo, no norte do país, segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Trinta e três vítimas morreram no bairro de Tarik al Bab, no leste de Aleppo, informou o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahman.

Cheios de explosivos e lançados de aviões ou helicópteros, esses barris têm seu uso condenado por Estados Unidos, União Europeia e a Liga Árabe. A ONG de defesa dos direitos humanos Human Right Watch chamou as ações de “ilegais”.

Oito combatentes do grupo rebelde da Frente al Norsa morreram em um bombardeio similar no bairro de Chaar, no leste de Aleppo, segundo o OSDH.

As tropas do regime controlam os bairros do oeste de Aleppo e tentam tomar o leste da cidade, sob o domínio dos rebeldes.

Mais de 136 mil pessoas morreram em quase três anos de conflito na Síria, onde os combates não têm trégua, informou o OSDH.

Segundo o último balanço da ONG sediada na Grã-Bretanha, o conflito iniciado em 15 de março de 2011, com uma rebelião, matou pelo menos 136.227 pessoas, dos quais 47.998 civis.

Janeiro foi um dos meses mais sangrentos desde que teve início o conflito, segundo Rami Abdel Rahman, diretor da ONG, que se baseia em uma ampla rede de ativistas e fontes médicas em toda a Síria.

No balanço anterior, de 31 de dezembro de 2013, a organização registrou 130.433 mortos, mas os últimos combates entre rebeldes e forças do regime, e entre insurgentes e jihadistas, deixaram cerca de 6 mil mortos.

arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Tailândia oferece recompensa por pistas sobre ataques em protestos

A polícia da Tailândia ofereceu 500 mil bats (US$ 15 mil, ou R$ 35.175) por informações que levem às prisões dos responsáveis pelos ataques que mataram um manifestante e deixaram mais de 50 feridos nos últimos dias.

As autoridades publicaram na internet um vídeo do suspeito que, na tarde de domingo (19), lançou duas granadas e atirou em manifestantes que protestavam contra o governo de Bangcoc, considerado corrupto, informou nesta terça-feira (21) a imprensa local.

Médicos e enfermeiros protestam nas ruas de Bangcoc, na Tailândia, contra o governo, considerado corrupto. (Foto: Nicolas Asfouri/AFP)Médicos e enfermeiros protestam nas ruas de Bangcoc, na Tailândia, contra o governo, considerado corrupto. (Foto: Nicolas Asfouri/AFP)

O vídeo de 30 segundos mostra um homem vestido como manifestante lançando o que parece ser uma granada. Nas imagens, também é possível ver uma explosão na qual 27 manifestantes e uma jornalista ficaram feridos.

O subcomissário da Polícia Metropolitana, Adul Narongsak, relacionou esse incidente ao ataque com uma granada que deixou um morto e 38 feridos na sexta-feira (17), em um ato conduzido pelo líder dos protestos, Suthep Thaugsuban.

Adul disse que, nos dois ataques, os explosivos usados eram granadas RGD-5s, fabricadas na Rússia ou na China, o que indica que os crimes foram cometidos pelo mesmo grupo.

Nove tailandeses morreram e mais de 500 ficaram feridos desde que Thaugsuban se colocou à frente das manifestações e ordenou a ocupação de alguns ministérios em novembro do ano passado.

Thaugsuban, que abandonou seu cargo como parlamentar e o Partido Democrata para embarcar nessa “cruzada”, exige a renúncia do governo interino da primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra, e o adiamento das eleições legislativas de 2 de fevereiro, até que seja feita uma reforma no sistema político que acabe com a corrupção.

A reformulação seria coordenada por um conselho popular não eleito de 400 membros, que duraria até 15 meses.

A atual premiê – irmã do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, deposto no golpe militar de 2006 – rejeitou desde o primeiro dia a usar a força contra os protestos e jogou todas as suas fichas nas eleições antecipadas.

Thaksin e seus aliados ganharam todas as eleições promovidas na Tailândia desde 2001.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Ataques deixam mortos e feridos em província no Iraque

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas em bombardeios e ataques registrados neste sábado (18) na província de maioria sunita de Al-Anbar, no oeste do Iraque e cenário de combates entre o exército e a Al Qaeda.

Uma fonte de segurança informou que o exército bombardeou os bairros de Al Naima e Al Yaguifi, na cidade de Faluja, o que causou a morte de dois civis e feriu outros oito.

Após o ataque, que causou também danos materiais em várias casas, foi registrado um deslocamento em massa de população por medo de novos confrontos entre os dois bandos.

Na região de Hadita, 150 quilômetros a oeste da capital provincial, Ramadi, um grupo de homens armados atacou um comboio do exército, matando um tenente-coronel e ferindo dois soldados.

A fonte acrescentou que as forças iraquianas responderam ao ataque com tiros a esmo contra casas próximas, matando três civis.

Enquanto isso, helicópteros militares bombardearam vários pontos de Al Jaldiya, a 25 quilômetros ao leste de Ramadi, onde membros do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, vinculado à Al Qaeda, supostamente tinham sua base.

A província de Al-Anbar, especialmente as cidades de Ramadi e Faluja, é palco há mais de duas semanas de confrontos armados entre as forças iraquianas, grupos tribais armados e milicianos da Al Qaeda.

No restante do país, uma pessoa morreu e 15 ficaram feridas, entre elas nove policiais, na explosão de dois artefatos simultaneamente em um mercado popular na região de Domiz, no sul da cidade de Kirkuk.

O Iraque vive um aumento da violência sectária e dos atentados terroristas, que causaram em 2013 a morte de 8.868 pessoas, das quais 7.818 eram civis, segundo números da ONU.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Novos ataques de hackers contra varejistas são descobertos nos EUA

A empresa de segurança cibernética IntelCrawler disse nesta sexta-feira (17) ter descoberto ao menos seis ataques em andamento contra varejistas nos Estados Unidos cujos sistemas de cartão de crédito estão infectados com o mesmo tipo de software malicioso usado para roubar dados de cerca de 40 milhões de cartões de crédito da rede Target.

O presidente-executivo da IntelCrawler, Andrew Komarov, disse à Reuters que a companhia alertou as autoridades, a operadora de cartões Visa e os setores de inteligência de diversos grandes bancos.

O relatório da empresa é a mais nova evidência de que as revelações sobre os ataques cibernéticos que resultaram em roubo de dados de cartões de clientes da Target e da loja de departamentos Neiman Marcus podem ser apenas a ponta do iceberg.

Komarov disse que varejistas na Califórnia e em Nova York estão entre as empresas atingidas pelo BlackPOS, o software malicioso usado no ataque à Target. Os nomes das varejistas não foram divulgados.

Um porta-voz da Visa disse que não poderia comentar a informação.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Ataques aéreos matam pelo menos 16 pessoas na Síria

Corpo de mulher é retirado de escombros de prédio após bombardeio (Foto: AFP)Corpo de mulher é retirado de escombros de prédio após bombardeio da Força Aérea síria (Foto: AFP)

Pelo menos dezesseis pessoas morreram neste sábado em Aleppo e arredores, no norte da Síria, em ataques da Força Aérea daquele país, que também bombardeou Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

“A aviação bombardeou os bairros de Tariq al-Bab e Karm al-Jabal, na cidade de Aleppo, matando cinco pessoas”, segundo o OSDH.

Cinco homens morreram em Sajur, leste da cidade.

Em Al Bab, nordeste da província de Aleppo, helicópteros militares lançaram “barris de explosivos”, matando cinco combatentes do Estado Islâmico do Iraque e o Levante (EIIL), grupo ligado à Al-Qaeda, e um civil, indicou a fonte.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,