RSS

Arquivo da tag: atacam

Hackers atacam sites de associações de delegados de SP, SC e RN

Hackers invadem páginas das associações de delegados de polícia de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Norte. (Foto: Reprodução/adpesp.org.br/)Hackers invadem páginas das associações de delegados de polícia de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Norte. (Foto: Reprodução/adpesp.org.br/)

As páginas na internet das associações dos delegados de polícia de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Norte foram alvo da ação de hackers na noite desta sexta-feira (30).

As páginas iniciais dos sites dessas entidades foram substituídas por um texto em que os invasores convidavam os delegados a participar das manifestações em dias de jogos da Copa. “Estamos lutando pelos mesmos motivos”, diz o texto. Além disso, os sites passaram a executar um funk. O grupo invasor se autodenomina DK Brazil Hackteam.

O texto inclui o link para um evento no Facebook, chamado “9º Ato Se Não Tiver Direitos Não Vai Ter Copa “Indignação Popular”, marcado para as 15h deste sábado (31) em frente do Teatro Municipal de São Paulo. Até a publicação desse texto, dos 41,6 mil convidados, 3,5 mil haviam confirmado.

“Chega de violência nas manifestações“, diz o texto. Os invasores informam no próprio texto os outros sites invadidos. Citada entre eles, a página da Associação dos Delegados de Polícia da Paraíba, porém, não apresentava alteração.

A Associação dos Delegados do Estado de São Paulo (Adpesp) confirmou a invasão ao G1 e disse já ter restabelecido a configuração corrente. A página do órgão na internet, no entanto, permanecia modificada até a publicação desse texto. Segundo a entidade, o grupo não chegou a entrar no sistema ou a corromper alguma senha.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Homens armados atacam Congresso líbio antes de escolha de novo premiê

Homens armados atacaram nesta terça-feira (29), na cidade de Tripoli, a sede do Congresso Geral Nacional (CGN, Parlamento) da Líbia, que se preparava para eleger um novo chefe de Governo, de acordo com deputados citados pela agência de notícias AFP.

“Homens armados atacaram o Congresso. Não sabemos suas motivações. Suspendemos nossos trabalhos e a votação foi adiada para a próxima semana”, indicou à AFP o deputado Tahar Mokni.

A sede do Congresso é alvo frequente de ataques de grupos armados, como o realizado em 2 de março, quando dois deputados foram feridos.

De acordo com os membros do Congresso, este novo ataque ocorreu após uma briga entre manifestantes armados e os guardas do Congresso.

Os deputados foram retirados do prédio, mas disparos continuaram a ser ouvidos nas proximidades do Congresso, segundo testemunhas.

Pouco antes do ataque, os congressistas se preparavam para escolher, entre dois candidatos, quem ocupará o cargo de primeiro-ministro.

A escolha ocorre mais de um mês após a demissão do então primeiro ministro Ali Zidan.

Ahmed Miitig, empresário da cidade de Misrata (oeste) e Omar Al-Hassi, universitário de Benghazi (leste), foram os mais votados no primeiro turno, com 67 e 34 votos respectivamente, de um total de 152 deputados presentes.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Piranhas atacam tilápias e destroem redes de pesca em Linhares, ES

Um grupo de pescadores da Lagoa Juparanã em Linhares, Norte do Espírito Santo, reclama dos prejuízos causados por piranhas que atacam os peixes criados na lagoa e destroem as redes de pesca. O biólogo Fabrício Borghi explicou que as piranhas atacam outros peixes por falta de um predador natural.

A Associação de Piscicultores do Guaxe (Apiguá), que produz, em tanques, cerca de 12 toneladas de tilápias por mês, destinadas à merenda escolar e ao comércio, precisou fazer novos investimentos na pesca para não sofrer os prejuízos. Os pescadores relataram que a espécie está atacando os outros peixes e estragando o material usado na pesca.

“Tivemos que atracar os tubos com arames. Antes fazíamos com cordas, mas a corda corta e as gaiolas afundam, e acabamos perdendo os peixes por causa dos cortes que as piranhas fazem”, disse o administrador da associação, Reginaldo Messias Lima Viana.

O pescador Guilherme Pinto do Nascimento disse que já foi mordido por uma piranha. “Fui retirar um peixe morto da rede e uma piranha mordeu o meu dedo. A gente bota uma rede e no outro dia ela está toda cortada. Além disso, as piranhas comem os peixes. Robalo está difícil, tucunaré sumiu. Está muito difícil”, contou.

Reginaldo disse ainda que a alimentação das tilápias é feita três vezes por dia, e são nesses momentos que as piranhas sobem para a superfície. “Elas são atraídas pelo cheiro da ração. Às vezes a ração escapa da gaiola e elas aparecem para comer, e se escapar a tilápia elas comem também”, contou.

Piranhas atacam tilápias e destroem redes de pesca em Linhares, Espírito Santo. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Piranhas atacam tilápias e destroem redes de
pesca em Linhares (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Predador
O biólogo Fabrício Borghi acredita que as piranhas atacam outros peixes pela falta de um predador natural. “As piranhas não têm competição para sobrevivência, e pela falta de um predador natural, elas acabam se alimentando de insetos e de outros peixes”, explicou.

O biólogo disse, ainda, que as pessoas devem tomar alguns cuidados para evitar ataques. “É importante que as pessoas não joguem alimentos dentro da água para não atrair as piranhas. Os ataques a humanos não são comuns, mas se a pessoa souber que existem esses animais em determinado lugar é melhor evitá-los”, orientou.

new WM.Player( { videosIDs: “3231705”, sitePage: “aftvgazetag1/es/videos”, zoneId: “128975”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3231705”)[0]);

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Militantes atacam hotel na capital afegã; polícia mata quatro

Homens armados do Talibã atacaram um hotel de luxo nesta quinta-feira (20) no centro da capital afegã, Cabul. Segundo a polícia, quatro dos agressores foram mortos em um tiroteio com as forças de segurança afegãs.

O porta-voz do Ministério do Interior, Sediq Sediqqi, declarou que todos os invasores foram mortos e as forças de segurança controlam o hotel Serena. Ele disse não estar ciente de nenhuma morte entre os funcionários ou hóspedes, mas afirmou que estavam sendo feitas averiguações e as forças especiais afegãs estavam no local. O Serena é um dos hoteis mais seguros da capital afegã. É lá que ficam hospedados funcionários da ONU e delegações estrangeiras.

O porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, assumiu a responsabilidade pelo ataque e disse que os militantes tinham disparado contra os estrangeiros e afegãos em uma comemoração do ano novo afegão.

“Homens-bomba entraram no Serena Hotel, houve uma batalha, os inimigos sofreram pesadas baixas”, disse ele em uma mensagem de texto.

Sua informação não pôde ser imediatamente verificada e ninguém com quem a reportagem da agência Reuters conversou disse ter ouvido explosões.

Fontes do setor de segurança afirmaram que atiradores armados com pistolas entraram no hotel por uma porta dos fundos. Duas pessoas ficaram feridas, disseram. Não foram dados detalhes sobre a nacionalidade dos feridos.

Uma pessoa que foi levada para local seguro com outros hóspedes afirmou que o tiroteio parecia ter começado no restaurante do hotel.

Em 2008, um atentado de um homem-bomba ao hotel deixou seis mortos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Homens armados atacam hotel de luxo na capital afegã

Homens armados atacaram um hotel nesta quinta-feira (20) no centro da capital afegã, Cabul, disse a polícia à agência de notícias Reuters. A escala do ataque e o número de vítimas ainda é incerto. Segundo as forças de segurança, dois ou três homens entraram no hotel Serena pela porta dos fundos e deixaram dois feridos.

Uma hóspede que foi retirada do hotel em segurança disse que o tiroteio parecia ocorre no restaurante. Outro hóspede, trancado em seu quarto, disse que ouviu tiros sendo disparados.

O hotel foi atacado por um homem bomba em 2008, deixando seis mortos. Desde então, o local aprimorou sua segurança e hoje é considerado o lugar mais seguro para se hospedar em Cabul – e é onde estão muitos funcionários da ONU e delegações estrangeiras que chegaram para monitorar a eleição do próximo mês.

Na manhã desta quinta-feira, o Talibã atacou uma delegacia no sul da cidade de Jalalabad, com vários homens bomba e atiradores. Ao menos 11 pesssoas morreram.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Homens armados atacam navio de guerra ucraniano na Crimeia

Um grupo de homens armados se apoderaram nesta quinta-feira (20) de um navio corveta ucraniano ancorado em Sebastopol, na Crimeia, anunciou o porta-voz do ministério ucraniano da Defesa na Crimeia, Vladislav Seleznev.

Para o ataque, foram usadas granadas de som. Também foram ouvidas rajadas de armas automáticas. É desconhecido até o momento o que ocorreu com a tripulação.

O grupo seria formado por entre 15 e 20 homens.

Pouco antes das 19h (horário local, 14h em Brasília), o alferes de navio, Alexei Kirilov, enviou a seguinte mensagem: ‘Meu barco foi atacado, não posso continuar falando’, divulgou o jornal “Ukrainskaya Pravda”, conforme a agência de notícias EFE.

arte crimeia 17.03 (Foto: Arte/G1)

Na quarta-feira (19), integrantes de forças de autodefesasda Crimeia, junto com civis, tomaram o quartel-general da Marinha ucraniana em Sebastopol e capturaram o comandante-em-chefe, que foi libertado nesta quinta-feira (20) após negociações entre oficiais russos e ucranianos.

Sanções
O goveno da Rússia anunciou nesta quinta sanções contra os Estados Unidos em retaliação às sanções já impostas pelo governo Obama e pela União Europeia a integrantes do govnerno russo. As retaliações à Rússia tem como alvo integrantes do governo que participaram do processo de incorporação da Crimeia à Rússia. “Ante cada ato hostil, responderemos de modo adequado”, disse o ministério das Relações Exteriores russo em um comunicado.

Os EUA e a UE não aceitam a forma como a anexação ocorreu, após um referendo realizado no domingo e a incoporação assinada por Vladimir Putin.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quinta que seu governo está se mobilizando para impor sanções adicionais contra indivíduos ligados à incorporação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia.

Entre os atingidos pelas sanções estão membros do governo da Rússia, outras pessoas e um banco que fornece apoio material para as lideranças russas. Ele não citou nomes e nem quantos seriam afetados.

“Nós estamos impondo sanções adicionais a indivíduos sêniores da Rússia e também de alguns setores importantes da economia que fornecem suporte de apoio ao governo da Rússia”, disse Obama em pronunciamento realizado nos jardins da Casa Branca, em Washington.

Segundo Obama, ele assinou uma ordem executiva abrindo caminho para sanções em setores chaves da economia russa, se necessário. As sanções poderiam afetar inclusive a economia global, disse ele no pronunciamento.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Forças pró-Moscou atacam duas bases ucranianas na Crimeia

Forças pró-Rússia na península da Crimeia atacaram nesta quarta-feira (19) duas bases da Marinha da Ucrânia. Foram alvo a sede da Marinha em Sebastopol e a base Sul em Novoozerne, oeste da república autônoma.

O primeiro ataque ocorreu em Sebastopol, quando quase 200 milicianos pró-Rússia ocuparam a sede da Marinha ucraniana.

Os milicianos anunciaram a captura do comandante do local, Serguei Gayduk.

“(O acesso) Estava bloqueado e (ele) não tinha para onde ir. Foi forçado a sair e o levaram”, disse à imprensa o representante das tropas russas no local, Igor Yeskin.

Oficiais ucranianos, desarmados e vestidos com roupas civis começaram a deixar o prédo após o domínio do local por forças russas, segundo a agência de notícias Reuters.

De acordo com a agência de notícias oficial russa Itar-Tass, os militantes hastearam três bandeiras russas na sede da Marinha ucraniana. Antes de entrar no local, eles protestaram diante do prédio e cortaram a cerca de proteção. As forças russas tomaram o controle de pelo menos uma parte da base, sem efetuar disparos.

19/3 - Homens retiram um cofre da sede naval ucraniana na Crimeia depois de ter sido tomado por forças pró-russia em Sebastopol (Foto: Vasily Fedosenko/Reuters)Homens retiram cofre da sede naval ucraniana na Crimeia depois de base da Marinha ter sido tomada por forças pró-Rússia em Sebastopol (Foto: Vasily Fedosenko/Reuters)

De acordo a imprensa local, os manifestantes propuseram aos soldados ucranianos que se rendessem e se unissem a eles ou abandonassem a base, a cidade de Sebastopol e a Crimeia.

Horas depois, as forças russas fizeram o ataque em Novoozerne, derrubando o portão com um trator, anunciou o porta-voz do ministério da Defesa ucraniano.

arte crimeia 17.03 (Foto: Arte/G1)

Depois, os “soldados russos” interromperam o avanço, informou Vladislav Seleznev no Facebook. Segundo o porta-voz, os militantes estavam diante de militares ucranianos armados.

Esse foi o sinal mais claro até agora de que soldados russos e as chamada unidades de “autodefesa” – formadas na maioria por voluntários desarmados que apoiam os russos – começaram a tomar o controle de instalações militares ucranianas na península do Mar Negro.

Integração
Também nesta quarta-feira, o Tribunal Constitucional russo validou por unanimidade a incorporação à Rússia da península da Crimeia, que decidiu de forma unilateral separar-se da Ucrânia.

O tratado de incorporação, assinado na terça-feira (18) pelo presidente Vladimir Putin, “está de acordo com a Constituição russa”, afirmou o presidente do tribunal, Valeri Zorkin.

Em mais um ponto de tensão, as autoridades da Crimeia anunciaram que proibirão a entrada em seu território do ministro ucraniano da Defesa e do vice-primeiro-ministro, que informaram sobre sua intenção de visitar a península separatista nesta quarta-feira.

O anúncio foi feito em Moscou pelo primeiro-ministro da Crimeia, Serguei Axionov.

“(Eles) Não são bem-vindos à Crimeia. Ninguém permitirá que entrem e nós os enviaremos de volta ao local de onde vieram”, disse Axionov à agência russa Interfax.

Poucos minutos antes, o governo ucraniano declarou que o ministro da Defesa, Igor Teniukh, e o vice-primeiro-ministro, Vitali Yarema, pretendem viajar nesta quarta à Crimeia para “acabar com a escalada” militar na península, que decidiu pela separação da Ucrânia e por sua incorporação à Rússia.

“O primeiro-ministro ucraniano Arseni Iatseniuk pediu que Igor Teniukh e Vitali Yarema viajem à Crimeia para tentar resolver a situação e acabar com a escalada”, disse o ministro sem pasta Ostap Semerak.

Ataques
A Ucrânia denunciou na terça-feira que um suboficial de suas Forças Armadas morreu baleado por supostos soldados russos em uma base em Simferopol, um incidente no qual um capitão ucraniano também ficou ferido.

Segundo as autoridades da Crimeia, um membro das milícias russas de autodefesa morreu e outros dois foram feridos por disparos de franco-atiradores perto da mesma base militar ucraniana.

O presidente russo, Vladimir Putin, e dois líderes da Crimeia assinaram na terça-feira um acordo para integrar essa república autônoma à Rússia – o tratado, porém, ainda não foi reconhecido pela Ucrânia nem pelo Ocidente.

O tratado de adesão da Crimeia foi assinado no Kremlin, sede do governo russo, dois dias após o povo da república autônoma ter aprovado, em referendo, a separação da Ucrânia e a sua reunificação com a Rússia. O referendo foi condenado por Kiev, pela União Europeia e pelos Estados Unidos, que o consideraram ilegítimo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,