RSS

Arquivo da tag: Artistas

Artistas sírios fazem exposição em Paris e retratam violência da guerra

Obra do artista sírio Fadi Yazigi, que usa saco de farinha como tela (Foto: Divulgação/Institut des Cultures d’Islam )Obra de Fadi Yazigi
(Foto: Divulgação/Institut des Cultures d’Islam )

A arte que sobrevive à barbárie da Síria, graças aos criadores que continuam trabalhando, apesar das revoltas de 2011 que geraram uma guerra civil, chega a Paris com uma exposição no Institut des Cultures d’Islam (Instituto de Culturas do Islã).

Os vídeos, as fotografias e as pinturas levam a assinatura de 15 artistas que retratam, às vezes com humor ácido e, outras, com dureza, o horror da violência que castiga um país destruído.

Como diz o título da mostra, Et pourtant ils créent! Syrie: la foi dans l’art (E ainda assim criar! Síria: a fé na arte).

Apenas um dos artistas, Fadi Yazigi, cujas peças viajaram às feiras de arte contemporânea de Paris e de Dubai, continua vivendo em Damasco, onde a falta de recursos o levou a usar sacos de farinha como telas, contou à EFE a diretora do museu, Elsa Jacquemin.

Os outros trabalham do exílio, e suas obras refletem que tudo mudou. Alguns modificaram os temas que tratam, enquanto outros mudaram os tons e as técnicas usadas, apostando em muitos casos no uso dos meios digitais.

Por exemplo, Akram al Halabi, formado na academia de Belas Artes de Viena, deixou os pincéis para se dedicar a escrever sobre uma série de fotografias de massacres da Síria.

No caso de Mohammed Omran, cujos desenhos abordam o corpo humano doente, as cores dos primeiros filmes empalideceram e em seus últimos trabalhos o branco e o preto se apossam das imagens.

Evolução parecida experimentou a obra de Khaled Takreti, que em seu trabalho J’ai perdu mes couleurs (“Perdi minhas cores”) abandonou em parte a técnica “precisa e limpa” que o caracteriza para se deixar levar pelo caos, explicou à EFE a diretora de relações públicas do espaço, Blanca Pérez.

Quando perdeu sua oficina em Damasco, Tammam Azzam, que expôs em galerias de Beirute e de Londres, decidiu se expressar através da arte digital com composições baseadas em fotografias reais da Síria nas quais remete a motivos icônicos de grandes mestres, como Os fuzilamentos de três de maio, de Goya, o primeiro pintor que retratou a guerra como algo doloroso, e não épico, segundo Pérez.

“E, embora todos integrassem o drama de seu país em suas obras, em alguns há uma vontade política clara”, disse Elsa.

Por exemplo, o grupo Masasit Mati, formado por dez artistas que permanecem no anonimato, expõe episódios de uma sátira política que foi divulgada nas redes sociais e na qual o ditador Bashar al Assad aparece como uma marionete.

O Facebook foi a plataforma escolhida pelo coletivo No para mostrar uma série de fotografias na qual se utiliza o corpo humano com um braço vendado para formar em árabe a palavra que dá nome ao grupo.

Os cineastas do grupo Abounaddara, cujos filmes participaram de festivais como a Mostra de Veneza, optaram por realizar curtas-metragens centrados em histórias cotidianas, além dos confrontos que captam a atenção da mídia.

Outra forma de protesto são os retratos realizados por Jaber al Azmeh, que expôs na Forum Factory de Berlim, e nos quais retratou sírios sustentando um exemplar do jornal oficial do regime Baath sobre o qual tinham escrito mensagens como “Amamos todos eles”, em referência aos desaparecidos.

O único fotógrafo presente, Muzaffar Salman, da agência Reuters, capturou com sua objetiva detalhes belos em meio a um cenário destruído, em fotos em que a luz é a protagonista.

As ilustrações de momentos trágicos da história contemporânea de Yasser Safi, os desenhos em preto e branco com que Abdul Karim Majdal al Beik mostra a dor da Síria e as criações em que Waseem al Marzouki mostra o papel dos recursos energéticos no conflito também podem ser vistas.

“Quisemos dar a palavra, o direito de falar aos artistas sírios”, ressaltou a diretora do Instituto, que acompanha a exibição com um programa de concertos, debates e encontros com escritores que olham para o panorama cultural da Síria. A mostra pode ser vista até o dia 27 de julho.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,

Evento sertanejo traz ‘seleção de artistas’ a palco de Brasília

Chitãozinho & Xororó relembram sucessos de mais de 40 anos de carreira (Foto: Érico Andrade/G1)A dupla Chitãozinho & Xororó durante show (Foto: Érico Andrade/G1)

Uma verdadeira seleção de artistas da música sertaneja se apresenta no próximo dia 3 de maio em um palco montado no estacionamento do ginásio Nilson Nelson, em Brasília. O “Festival Villa Mix” oferece shows de Chitãozinho & Xororó, Gusttavo Lima, Jorge & Matheus, Guilherme & Santiago, Israel Novaes e Matheus & Kauan.

O evento tem início previsto para as 15h. Os ingressos custam a partir de R$ 50 (meia-entrada). De acordo com a organização, são mais de 30 toneladas de equipamentos. Mais de 2.500 pessoas estão envolvidas na produção da festa.

O palco da festa mede 57 metros de frente por 20 metros de profundidade. O espaço tem altura de 12 metros e um piso a 2,5 metros de altura.

Esta é a segunda edição do festival. Em 2013, subiram ao palco os sertanejos Jorge & Matheus, Humberto & Ronaldo, Israel Novaes (arrocha) e Gusttavo Lima. A programação também teve show do funkeiro Naldo.

Jorge e Mateus Planeta Atlântida (Foto: Vinícius Costa/Agência Preview)A dupla Jorge & Mateus (Foto: Vinícius Costa/Agência Preview)

Atrações
Um dos principais nomes da história da música sertaneja, a dupla Chitãozinho & Xororó está há mais de 40 anos na estrada. São 37 milhões de discos vendidos, 36 álbuns inéditos e 8 DVDs gravados.

A dupla Matheus e Kauan também sobe ao palco (Foto: Divulgação)A dupla Matheus e Kauan (Foto: Divulgação)

Apontados como responsáveis pela popularização do gênero no Brasil, os cantores apresentam sucessos como “Fio de cabelo”, “Se Deus me ouvisse”, “Nuvem de lágrima”, “Cowboy do asfalto”, “Página Virada”, “No rancho fundo” e “Evidências”. O último trabalho fonográfico é “Do tamanho do nosso amor”, lançado em 2013.

Os irmãos Guilherme & Santiago começaram a cantar na década de 1990. Em 20 anos, eles já lançaram 16 álbuns, sendo 8 ao vivo, e 5 DVDs. O repertório do show traz músicas como “Do outro lado da cidade”, “Mentira de amor”, “Azul”, “Som e Imagem”, “Chovendo Estrelas”, “Perdi você”, “Franguinho na panela”, “Magia e Mistério”, “Alô, meu povo”, “E pra sempre te amar” e “Porque brigamos”.

Gusttavo Lima foi empossado embaixador da Festa do Peão 2014 (Foto: Érico Andrade/G1)O cantor Gusttavo Lima (Foto: Érico Andrade/G1)

Na estrada desde os 18 anos, Gusttavo Lima é um dos maiores sucessos da moderna música sertaneja. O primeiro álbum foi gravado em 2010. Ele é considerado um dos fenômenos do gênero na internet, com recordes de visualizações. O show é composto por músicas como “Gatinha assanhada”, “Fui fiel”, “Rosas, versos e vinhos”, “Inventor dos amores” e “Balada (Tchê tchererê tchê tchê)”.

Israel Novaes se apresenta na Villa Mix, em Goiânia (Foto: Divulgação)Israel Novaes (Foto: Divulgação)

Vindos de Itumbiara, no interior de Goiás, Jorge & Matheus estão entre um dos principais nomes do sertanejo universitário do país. Recentemente, eles gravaram o álbum “Live In London – At The Royal Albert Hall”, gravado no teatro Royal Albert Hall, na capital inglesa.

O show de Brasília tem repertório compostos pelos principais sucessos da dupla, como as músicas “Pode Chorar”, “De Tanto Te Querer”, “Voa Beija Flor”, “Querendo Te Amar” e “Amo Noite E Dia”.

Outro que vem de Goiás é o cantor Israel Novaes. Apelidado de “O cara do arrocha”, ele ficou famoso com a música “Vem ni mim Dodge Ram”. Outro sucesso da carreira é “Vó! To Estourado”. O compositor também tem hits gravados por Gusttavo Lima (Mente pra Mim) e Humberto e Ronaldo (Canção Perfeita).

Matheus & Kauan estão na estrada desde 2010. Com composições interpretadas ao lado de Gusttavo Lima, Jorge & Matheus e outros nomes da música sertaneja, a dupla é responsável pelo sucesso de “Até o amanhecer”, “Eu tentei”, “Mundo paralelo” e “Vou te merecer”, entre outros.

Festival Villa Mix

Data: 3 de maio (sábado)
Local: estacionamento do ginásio Nilson Nelson
Horário: 15h
Ingressos: a partir de R$ 50 (meia-entrada)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Música

 

Tags: , , , , ,

Cem artistas russos assinam carta de apoio a Putin na Crimeia

Cem artistas russos, entre eles o maestro Valeri Guerguiev e o cineasta Pavel Lunguin, assinaram nesta quarta-feira (12) uma carta de apoio à política do presidente Vladimir Putin na Ucrânia e na Crimeia.

Na carta, publicada no site do ministério da Cultura, os artistas afirmam que não podem ser “observadores indiferentes, com o coração frio”.

“Apoiamos com firmeza a posição do presidente russo em relação à Ucrânia e à Crimeia”, escrevem.

Entre os signatários estão o diretor do Teatro Mariinski de São Petersburgo, Valeri Guergiev, do Bolshoi de Moscou, Vladimir Urin, a curadora do museu do Kremlin Elena Gagarina, filha do primeiro astronauta soviética Yuri Gagarin, e a do museu Pushkin Irina Antonova.

Muitos signatários são conhecidos por seu apoio a Putin, como o cantor do grupo de rock Liube Nikolai Rastorguev ou o cineasta Fiodor Bondarchuk.

Mas também há outros considerados até agora como mais distantes em relação ao poder, como o cineasta Pavel Lunguin, diretor de filmes como “Taxi Blues”.

O mundo artístico russo não tem, no entanto, uma posição unânime em relação ao papel da Rússia na Ucrânia.

Dez escritores, entre eles Liudmila Ulitskaia e Andrei Bitov, assinaram uma carta na qual pedem ao poder russo que “deixe seu jogo perigoso” na Ucrânia, onde forças russas controlam a península da Crimeia.

Três estrelas do rock russo, Boris Grebenchikov, Iacheslav Butusov e Yuri Shevchuk, gravaram na quinta-feira uma mensagem de vídeo aos povos russo e ucraniano, na qual denunciam “o grande jogo político” entre Kiev e Moscou.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Artistas de circo deitam sob elefante e ganham até beijo de tigre em festival

Artistas circenses foram vistos fazendo truques incríveis com animais durante a noite de prêmios do 38º Festival Internacional de Circo de Monte Carlo, em Mônaco.

Entre os participantes, se destacaram Joy Gartner, que se arriscou ficando embaixo dos pés de um elefante vendado, e o treinador Jim Club, que deu um beijo na boca de um tigre.

Joy Gartner fica com a cabeça embaixo de pé de elefante durante apresentação em Mônaco (Foto: Eric Gaillard/Reuters)Joy Gartner fica com a cabeça embaixo de pé de elefante durante apresentação em Mônaco (Foto: Eric Gaillard/Reuters)Durante número, elefante chegou a ficar vendado ao andar sobre o treinador (Foto: Eric Gaillard/Reuters)Durante número, elefante chegou a ficar vendado ao andar sobre o treinador (Foto: Eric Gaillard/Reuters)Jim Club dá 'beijo' na boca de tigre durante Festival Internacional de Circo de Monte Carlo, em Mônaco (Foto: Eric Gaillard/Reuters)Jim Club dá ‘beijo’ na boca de tigre durante Festival Internacional de Circo de Monte Carlo, em Mônaco (Foto: Eric Gaillard/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Artistas exibem esculturas de gelo e neve durante evento na Rússia

Mais de 20 equipes de escultores de gelo e neve representando os EUA, China, Japão, Letônia e Rússia exibiram suas obras e participaram do 2º festival internacional de esculturas de gelo e neve, na cidade de Perm, na Rússia.

A competição de cinco dias começou no último dia 13/1, e as equipes deram os toques finais em suas obras nessa sexta-feira (17).

Escultura 'Computeriada', criada pela equipe da Letônia, é exibida durante festival na Rússia (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Escultura ‘Computeriada’, criada pela equipe da Letônia, é exibida durante festival na Rússia (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Ffestival internacional de esculturas de gelo e neve ocorre na cidade de Perm, na Rússia (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Ffestival internacional de esculturas de gelo e neve ocorre na cidade de Perm, na Rússia (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Feita de gelo, artistas trabalham na escultura chamada 'A conquista da Sibéria' (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Feita de gelo, artistas trabalham na escultura chamada ‘A conquista da Sibéria’ (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Evento internacional de esculturas de gelo e neve reuniu 20 equipes de artistas de cinco países (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)Evento internacional de esculturas de gelo e neve reuniu 20 equipes de artistas de cinco países (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Vídeo que mostra artistas jogando ‘pingue-pongue’ com facas vira hit

Um vídeo que mostra dois artistas jogando “pingue-pongue” com facas faz sucesso no YouTube. As imagens mostram ainda o homem partindo ao meio um abacaxi colocado sobre a cabeça de sua colega ao lançar uma faca com a raquete. Publicado no dia 20 de setembro, o vídeo recebeu mais de 550 mil visualizações. Assista ao vídeo.

Vídeo que mostra dois artistas jogando 'pingue-pongue' com facas faz sucesso no YouTube (Foto: Reprodução/YouTube/Tumba Ping Pong Show)Vídeo que mostra dois artistas jogando ‘pingue-pongue’ com facas faz sucesso no YouTube (Foto: Reprodução/YouTube/Tumba Ping Pong Show)Publicado no dia 20, vídeo recebeu mais de 550 mil visualizações (Foto: Reprodução/YouTube/Tumba Ping Pong Show)Publicado no dia 20, vídeo recebeu mais de 550 mil visualizações (Foto: Reprodução/YouTube/Tumba Ping Pong Show)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Além de Jota Quest, lista tem artistas com falas polêmicas em shows

Rogério Flausino se apresenta no Circuito Banco do Brasil em Salvador, no sábado (31) (Foto: Divulgação/Vitor Nomoto/Circuito BB)Jota Quest toca em Salvador, no sábado (31)
(Foto: Divulgação/Vitor Nomoto/Circuito BB)

A banda Jota Quest foi vaiada durante o show que fez em Salvador, no sábado (31). A reação da plateia aconteceu depois que o vocalista Rogério Flausino disse que os baianos poderiam ficar até tarde na “festa”. Ele brincou ao comentar que baiano “não trabalha” em qualquer dia da semana, não só domingo. Depois das vaias, ele se desculpou. Disse que precisava “discutir a relação” e se explicou, dizendo que é mineiro e sempre escuta piadas com queijo. “Eu queria que vocês me perdoassem. Eu amo isso aqui, venho sempre no carnaval. Estou sempre aqui e foi só uma brincadeira”, disse.

Assim como o Jota Quest, outros artistas brasileiros já causaram polêmica com declarações durante shows. Veja abaixo lista com os casos mais recentes:

Gusttavo Lima durante show em Iperó (SP) (Foto: Thiago Nicolau / Novo Agito)Gusttavo Lima durante show em Iperó (SP)
(Foto: Thiago Nicolau / Novo Agito)

Gusttavo lima

O sertanejo Gusttavo Lima fez desabafo durante um show em março deste ano, dizendo que a apresentação poderia ser a última de sua carreira. No palco, diante do público, ele discursou: “São 14 anos de carreira, dez cantando em barzinho. Tô pensando seriamente… Talvez este seja um dos últimos shows que eu vou fazer na minha vida. Eu já não aguento mais, eu já não suporto mais.” Relembre o caso.

Vocalista Chorão (à direita) dá bronca em baixista Champignon durante show do Charlie Brown Jr. neste sábado (8) (Foto: Reprodução/YouTube)Vocalista Chorão (à direita) dá bronca em baixista
Champignon durante show do Charlie Brown
(Foto: Reprodução/YouTube)

Chorão

O vocalista do Charlie Brown Jr., Chorão, fez longo discurso contra Champignon, baixista do grupo, em show Apucarana (PR) em novembro de 2012. Após cerca de 4 minutos de acusações do líder da banda, o baixista deixou o palco. O vídeo foi registrado por uma pessoa presente na apresentação e postado no mesmo dia no YouTube. Chorão, que morreu em 2013, dirige-se ao companheiro de banda e afirma que Champignon deveria “ficar muito grato” por ter sido aceito de volta à banda, da qual se desligou em 2005, para retornar no ano passado. “Você não tem nem coragem de falar a verdade”, prossegue o cantor, referindo-se a uma suposta acusação de que teria “roubado” o grupo. Em seguida, ele questiona um outro músico, Marcão: “Eu roubei alguém nessa porra dessa banda?”. A resposta é negativa. Relembre o caso.

Tico Santa Cruz, vocalista do Detonautas, durante show em Boa Vista (Foto: Rodrigo Menaros/G1)Tico Santa Cruz, vocalista do Detonautas
(Foto: Rodrigo Menaros/G1)

Tico Santa Cruz

O vocalista do Detonautas Roque Clube se irritou durante um show da banda em agosto deste ano, em evento do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Em vídeo divulgado na internet, Tico Santa Cruz se demonstra insatisfeito com a qualidade dos equipamentos de som e interrompe a apresentação. “Este PA serviria no máximo para 1,5 mil pessoas, e tem mais de 10 mil pessoas aqui. Então, eu agradeço a vocês que estão aqui na frente. E, a vocês que estão aí detrás, eu peço mil desculpas por não conseguirmos atingi-los aí com nosso som. Mas, faremos o esforço máximo para que esta noite seja inesquecível e divertida”. A sigla PA, em inglês, Public Audition, é usada para se referir ao som que alcança o público em shows e eventos. Relembre o caso.

Rita Lee faz show em Barra dos Coqueiros (SE) (Foto: Reprodução/ TV Sergipe)Rita Lee faz show em Barra dos Coqueiros (SE)
(Foto: Reprodução/ TV Sergipe)

Rita Lee

Momentos após show em janeiro de 2012, em Sergipe, a cantoria Rita Lee afirmou pelo Twitter que foi detida pela Polícia Militar por causa do que havia dito durante sua apresentação. Ela foi uma das três atrações da noite do sábado (28) do Festival Verão Sergipe, e cantava na praia Atalaia Nova, no município de Barra dos Coqueiros, próximo à capital Aracaju. “Polícia dando trabalho p/ mim, quer me prender, embasamento legal ñ há, ñ retiro uma palavra do q disse, o show era meu! [sic]”, afirmou Rita Lee em seu perfil. A cantora foi detida porque teria xingado policiais que faziam a segurança no local de “cachorros” e “filhos da puta”, segundo testemunhas. Relembre o caso.

Joelma, da banda Calypso (Foto: Flávio Alves / G1)Joelma, da banda Calypso (Foto: Flávio Alves/G1)

Joelma

Um desabafo da cantora Joelma, da banda Calypso, sobre a vontade de seguir carreira gospel, feito em junho deste ano, no São João da Capitá, no Recife, gerou um mal-entendido nas redes sociais. Algumas pessoas divulgaram em seus perfis que a artista havia anunciado o fim do grupo. Não era verdade, ela apenas havia comentado sobre desejo de lançar disco gospel, em dar fim à banda. Relembre o caso.

'Lavei a alma aqui', disse Luciano (Foto: Joka Madruga/G1)Luciano canta em Curitiba (Foto: Joka Madruga/G1)

Luciano

Uma briga momentos antes de um show em Curitiba (PR) abalou Zezé di Camargo e Luciano em novembro de 2011. Luciano chegou a anunciar o término da dupla, mas assessoria dos cantores negou o fim da parceria, em seguida. No Teatro Guaíra lotado, o público que esperava ver a dupla foi surpreendida: apenas Zezé cantou e disse que Luciano foi embora. Meia hora depois, Luciano apareceu: “Não era para eu estar aqui agora. Até o final do ano vou cumprir todos os meus compromissos. Mas o ano que vem o meu irmão vai continuar a carreira sozinho, e vocês vão ser com certeza a segunda voz que ele sempre mereceu e que merece para o resto da vida. Valeu de coração e obrigado”. Relembre o caso.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Música

 

Tags: , , , , ,