RSS

Arquivo da tag: Apple

Apple espera que cofundador da Beats ajude com mercado musical

Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e também cofundador da Beats e Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple. (Foto: Divulgação/Business Wire)Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook,
presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e
Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple
(Foto: Divulgação/Business Wire)

A mais nova grande contratação da Apple não tem certeza se seu cargo tem nome e não se comprometerá a trabalhar em tempo integral na sede da empresa, mas a fabricante do iPhone aposta no cofundador da Beats, Jimmy Iovine, para guiá-la num dinâmico mercado de música.

O veterano da indústria fonográfica se junta à Apple como parte da aquisição de US$ 3 bilhões da fabricante de equipamentos de áudio e transmissão de música Beats. E o “ouvido” de Iovine para música e sua experiência na indústria do entretenimento são valiosas para a Apple, disse o vice-presidente de softwares e serviços para Internet, Eddy Cue, na quarta-feira (28).

“A música está morrendo do modo como a conhecemos. Ela não tem crescido da maneira que todos queremos que ela cresça”, disse Cue, ao lado de Iovine, numa conferência de tecnologia no sul da Califórnia.

Junto ao rapper e cofundador da Beats, Dr. Dre, Iovine chega à Apple num momento em que serviços de streaming de música como Pandora e Spotify estão ganhando popularidade. A expectativa é de que os serviços de transmissão eventualmente ofusquem os downloads de músicas oferecidos pelo iTunes, a própria loja on-line da Apple.

O serviço de música por assinatura da Beats obteve 250 mil usuários em seus três primeiros meses de disponibilidade, segundo Iovine, um número relativamente modesto em comparação aos 10 milhões de assinantes pagantes do Spotify.

“Temos que acertar este modelo. Não sabemos o modelo exato ainda, mas temos que colocar esteróides nessa coisa e fazer isso rápido”, disse Iovine.

Iovine, de 61 anos, é mais conhecido como fundador da Interscope Records, casa de artistas como Eminem e Lady Gaga. Ele disse que existe há muito tempo uma distância entre o Vale do Silício e Hollywood, lacuna que a Apple e a Beats buscarão preencher.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Apple espera que cofundador da Beats ajude com mercado musical

Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e também cofundador da Beats e Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple. (Foto: Divulgação/Business Wire)Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook,
presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e
Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple
(Foto: Divulgação/Business Wire)

A mais nova grande contratação da Apple não tem certeza se seu cargo tem nome e não se comprometerá a trabalhar em tempo integral na sede da empresa, mas a fabricante do iPhone aposta no cofundador da Beats, Jimmy Iovine, para guiá-la num dinâmico mercado de música.

O veterano da indústria fonográfica se junta à Apple como parte da aquisição de US$ 3 bilhões da fabricante de equipamentos de áudio e transmissão de música Beats. E o “ouvido” de Iovine para música e sua experiência na indústria do entretenimento são valiosas para a Apple, disse o vice-presidente de softwares e serviços para Internet, Eddy Cue, na quarta-feira (28).

“A música está morrendo do modo como a conhecemos. Ela não tem crescido da maneira que todos queremos que ela cresça”, disse Cue, ao lado de Iovine, numa conferência de tecnologia no sul da Califórnia.

Junto ao rapper e cofundador da Beats, Dr. Dre, Iovine chega à Apple num momento em que serviços de streaming de música como Pandora e Spotify estão ganhando popularidade. A expectativa é de que os serviços de transmissão eventualmente ofusquem os downloads de músicas oferecidos pelo iTunes, a própria loja on-line da Apple.

O serviço de música por assinatura da Beats obteve 250 mil usuários em seus três primeiros meses de disponibilidade, segundo Iovine, um número relativamente modesto em comparação aos 10 milhões de assinantes pagantes do Spotify.

“Temos que acertar este modelo. Não sabemos o modelo exato ainda, mas temos que colocar esteróides nessa coisa e fazer isso rápido”, disse Iovine.

Iovine, de 61 anos, é mais conhecido como fundador da Interscope Records, casa de artistas como Eminem e Lady Gaga. Ele disse que existe há muito tempo uma distância entre o Vale do Silício e Hollywood, lacuna que a Apple e a Beats buscarão preencher.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Apple compra Beats por US$ 3 bilhões

Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e também cofundador da Beats e Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple. (Foto: Divulgação/Business Wire)Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e também cofundador da Beats e Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple. (Foto: Divulgação/Business Wire)

A Apple anunciou nesta quarta-feira (28) a compra da fabricante de fones e acessórios de música Beats Electronics, do rapper Dr. Dre, por US$ 3 bilhões. A aquisição é a maior da companhia norte-americana –superou o pagamento de US$ 450 milhões feito em 2011 pela Anobit Technologies, desenvolvedora de semicondudores para memórias Flash.

No começo de maio, o negócio foi estimado em US$ 3,2 bilhões, em reportagem do “Financial Times”. Mas uma reportagem do “New York Post” publicada nesta terça-feira afirma, porém, que a Apple conseguiu baixar o valor pago para o patamar anunciado pela fabricante de fones de ouvido, caixas de som e softwares de produção musical.

No comunicado oficial, a Apple afirma que a negociação inclui uma oferta de compra de cerca de US$ 2,6 bilhões à vista e aproximadamente US$ 400 milhões que serão pagos ao longo do tempo com ações.

Além dos detalhes do negócio, a comemoração também ocorreu antes do anúncio oficia. Em um vídeo publicado no YouTube após detalhes do negócio vazar no começo de maio, o ator norte-americano Tyrese Gibson chamava o rapper Dr. Dre, um dos fundadores da companhia, de o “primeiro bilionário do rap”.

“A música é uma parte muito importante da vida de todos nós e tem um lugar especial nos nossos corações lá na Apple”, disse Tim Cook, presidente-executivo da Apple, por meio de comunicado.

“É por isso que temos mantido investimento em música e estamos reunindo essas equipes extraordinárias para que possamos continuar criando produtos e serviços de música mais inovadoras do mundo.”

Fundadores da Beats, Jimmy Iovine e o rapper Dr. Dre passarão a trabalhar para a Apple. A companhia, porém, não informou qual será a função deles.

Iovine nunca esteve na folha de pagamentos da Apple, mas já trabalhou como parceiro da companhia ao assessorar músicos por mais de uma década a lidarem com iTunes, loja de conteúdo multimídia da empresa. “Quando nós iniciamos a companhia, a ideia foi inspirada pela habilidade incomparável da Apple de casar cultura e tecnologia”, afirmou Iovine, por meio de nota.

Um dos fones de ouvido da Beats Electronics, comprada pela Apple por um valor total de US$ 3 bilhões. (Foto: Divulgação/Beats Electronics)Um dos fones de ouvido da Beats Electronics, comprada pela Apple por um valor total de US$ 3 bilhões. (Foto: Divulgação/Beats Electronics)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Apple busca elevar vendas online ao cortar prazo para restituição

A Apple cortou pela metade o tempo que leva para restituir clientes da loja online que devolvem iPhones e outros aparelhos, um pequeno mas crucial passo para tentar conseguir que mais pessoas comprem diretamente pelo seu website.

O movimento representa uma grande despesa inicial por parte da Apple, mas poderá compensar no longo prazo se a empresa conseguir atrair clientes online de varejistas como a Amazon.com e Best Buy, dizem especialistas do setor.

De acordo com a empresa de pesquisa de varejo e de inteligência StellaService, os clientes que compram um produto da loja online da Apple podem obter um reembolso em menos de uma semana, ante 10 dias anteriormente.

A Apple está processando reembolsos a um ritmo mais rápido porque a empresa agora usa um serviço acelerado, FedEx 2Day, para permitir que os clientes retornem itens com etiquetas pré-pagas para o estoque em três dias.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Apple está perto de comprar Beats por US$ 3,2 bilhões, diz fonte

Apple quer comprar a Beats, de Dr. Dre (Foto: Divulgação/Beats)Apple quer comprar a Beats, de Dr. Dre
(Foto: Divulgação/Beats)

A Apple está perto de pagar um recorde de US$ 3,2 bilhões pela Beats Electronics, segundo disseram duas pessoas com conhecimento do assunto, em uma cara incursão no streaming de música e no mercado de fones de ouvido.

As companhias estão trabalhando nos detalhes, mas o acordo ainda pode falhar, disse uma pessoa à Reuters sob condição de anonimato pois as discussões são confidenciais.

O rapper Dr. Dre, dono do Beats, chegou a publicar um vídeo ao lado do músico Tyrese Gibson, onde falava que se tornou “o primeiro rapper bilionário” do mundo. O vídeo foi apagado do YouTube horas depois.

Uma segunda fonte com conhecimento do assunto disse à Reuters que a Apple buscava um serviço de música baseado em assinaturas para complementar seu serviço “iRadio”, lançado em 2013 como uma tentativa de entrar no mercado de streaming de música até então dominado por startups como a Pandora.

Além do serviço de músicas, a Apple compraria também a linha de fones de ouvido Beats, de acordo com a fonte.

No entanto, analistas questionaram na quinta-feira se a Beats, avaliada em apenas US$ 1 bilhão durante sua última rodada de financiamento em setembro, valia esse preço. A Apple tinha mais de US$ 130 bilhões em caixa no final de março, mas a maior parte desse dinheiro está no exterior, e investidores têm pedido para a companhia trazer mais dinheiro de volta na forma de dividendos e recompras de ações.

“Isso é realmente difícil de entender”, disse James McQuivey, analista da Forrester, que disse que há uma enorme sobreposição entre a base de consumidores das duas companhias. “Você compra empresas hoje para conseguir tecnologias que ninguém mais tem, ou consumidores que ninguém mais tem.”

A Apple não quis comentar a notícia. A Beats Electronics não respondeu a pedidos por comentários sobre a notícia, que foi publicada primeiro no “Financial Times”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Apple está perto de comprar Beats por US$ 3,2 bilhões, diz fonte

Apple quer comprar a Beats, de Dr. Dre (Foto: Divulgação/Beats)Apple quer comprar a Beats, de Dr. Dre
(Foto: Divulgação/Beats)

A Apple está perto de pagar um recorde de US$ 3,2 bilhões pela Beats Electronics, segundo disseram duas pessoas com conhecimento do assunto, em uma cara incursão no streaming de música e no mercado de fones de ouvido.

As companhias estão trabalhando nos detalhes, mas o acordo ainda pode falhar, disse uma pessoa à Reuters sob condição de anonimato pois as discussões são confidenciais.

O rapper Dr. Dre, dono do Beats, chegou a publicar um vídeo ao lado do músico Tyrese Gibson, onde falava que se tornou “o primeiro rapper bilionário” do mundo. O vídeo foi apagado do YouTube horas depois.

Uma segunda fonte com conhecimento do assunto disse à Reuters que a Apple buscava um serviço de música baseado em assinaturas para complementar seu serviço “iRadio”, lançado em 2013 como uma tentativa de entrar no mercado de streaming de música até então dominado por startups como a Pandora.

Além do serviço de músicas, a Apple compraria também a linha de fones de ouvido Beats, de acordo com a fonte.

No entanto, analistas questionaram na quinta-feira se a Beats, avaliada em apenas US$ 1 bilhão durante sua última rodada de financiamento em setembro, valia esse preço. A Apple tinha mais de US$ 130 bilhões em caixa no final de março, mas a maior parte desse dinheiro está no exterior, e investidores têm pedido para a companhia trazer mais dinheiro de volta na forma de dividendos e recompras de ações.

“Isso é realmente difícil de entender”, disse James McQuivey, analista da Forrester, que disse que há uma enorme sobreposição entre a base de consumidores das duas companhias. “Você compra empresas hoje para conseguir tecnologias que ninguém mais tem, ou consumidores que ninguém mais tem.”

A Apple não quis comentar a notícia. A Beats Electronics não respondeu a pedidos por comentários sobre a notícia, que foi publicada primeiro no “Financial Times”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Júri considera Samsung culpada por infringir patentes da Apple

Caixas com documentos referentes ao processo são empilhadas em frente à corte de San Jose, na Califórnia, durante o julgamento da ação da Apple contra a Samsung, em 28 de abril (Foto: AP Photo/Jeff Chiu)Caixas com documentos referentes ao processo
são empilhadas em frente à corte de San Jose, na
Califórnia, durante o julgamento da ação da Apple
contra a Samsung, em 28 de abril (Foto: AP Photo
/Jeff Chiu)

Após três dias de deliberação, um júri na Califórnia considerou a Samsung culpada por infringir duas patentes da Apple em sua linha de smartphones. A empresa foi inocentada de outras duas acusações semelhantes, mas deverá pagar US$ 120 milhões, de acordo com a agência de notícias Associated Press. As duas companhias trocam acusações e processos sobre o assunto há anos.

De acordo com informações do “The Wall Street Journal”, ao longo das quatro semanas do julgamento, em uma corte de San Jose, a Apple alegou que a Samsung copiou deliberadamente itens do software do iPhone. A companhia coreana rebateu afirmando que a Apple estaria se aproveitando do sistema judiciário para barrar possíveis competidores no mercado.

Os fabricantes do iPhone acusam a Samsung Electronics Co. de violar cinco de suas patentes de software e pediam uma indenização de US$ 2.2 bilhões. Por outro lado, a Samsung processa a Apple por copiar duas patentes de sua propriedade, relacionadas a câmeras e transmissão de vídeos, em uma ação de US$ 7 milhões.

Em um julgamento anterior, realizado em 2012, a Samsung foi considerada culpada por violar seis patentes da Apple e condenada a pagar US$ 930 milhões, mas recorreu da decisão. Juntas, as duas empresas dominam quase metade do mercado mundial de smartphones.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,