RSS

Arquivo da tag: aposta

Agricultor de SC ganha aposta com amigos e colhe abóbora de 286 quilos

Agricultor apostou que conseguiria produzir abóbora de mais de 200 quilos (Foto: Antonio Luiz Theisen/Arquivo pessoal)Agricultor apostou que conseguiria produzir abóbora de mais de 200 quilos (Foto: Débora Ceccon/Jornal O Líder)

Um agricultor de Tunápolis, no Oeste catarinense, colheu uma abóbora de 286 quilos, que será exibida em uma feira nesta quarta (29). Antonio Luiz Theisen havia apostado com amigos produtores que conseguiria plantar uma hortaliça que chegasse a 200 quilos. Segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), o peso médio de uma abóbora é de 20 quilos.

Orgulhoso da hortaliça, o agricultor mora na localidade de Linha Fátima. Com o feito, os oito agricultores que participaram da brincadeira vão ter que pagar cervejas a Antonio. Nesta quarta (29), ele tenta outra premiação – de maior abóbora em uma feira de Pinhalzinho, também Oeste do estado.

Abóbora é fruto de sementes importadas dos Estados Unidos (Foto: Débora Ceccon/Jornal O Líder)Abóbora é fruto de sementes importadas dos
EUA (Foto: Débora Ceccon/Jornal O Líder)

Antonio Luiz contou que a hortaliça de 286 quilos, conforme pesada na balança que tem na propriedade, foi colhida na segunda-feira (27). O processo de plantio começou em agosto de 2013. Em 1º de dezembro, a abóbora tinha cerca de um quilo. Ela é fruto das sementes importadas dos Estados Unidos.

Para produzir a hortaliça, ele passou uma receita: boa semente, a correção da acidez e compactação do solo e “cuidar cada dia e cada noite”. Esta não é a primeira vez que o agricultor produz abóboras fora das dimensões normais. Já no ano passado, colheu uma de 128 quilos. Antonio contou que a feira foi um incentivo para começar o que chamou de hobbie. Desde 2008, ele tem alguma abóbora entre as três maiores do ano na competição.

Dimensões normais
De acordo com a Epagri, uma abóbora dessas medidas não é normal. Porém, com “uma boa adubação, semente de qualidade e água, de irrigação ou chuva, à vontade, a hortaliça pode crescer”, afirmou o técnico da entidade Valdir Cembranel. Ele explicou que o peso médio de uma abóbora é entre 18 a 22 quilos.

O técnico também disse que há competições em feiras, onde os agricultores levam os produtos que se destacam, mas que legumes em tamanhos gigantes não são comuns. 

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Para pagar aposta, dois siberianos cortam a própria orelha

Incidente ocorreu na região de Kemerovo, no sul da Sibéria (Foto: Google Maps)Incidente ocorreu na região de Kemerovo,
no sul da Sibéria (Foto: Google Maps)

Dois residentes de um povo da região de Kemerovo, no sul da Sibéria (Rússia), cortaram uma orelha cada um para pagar uma aposta, informou nesta sexta-feira a polícia russa.

Os homems, cujas identidades não foram reveladas, durante uma festa em casa lançaram um desafio para disputar uma queda de braço e ver qual dos dois tinha mais força.

Antes de começar, ambos fizeram um acordo no qual o perdedor cortaria uma orelha.

No entanto, uma vez terminada a prova, o perdedor não concordou com a vitória de seu rival, razão pela qual começaram a discutir fervorosamente.

Depois da discussão, os dois decidiram repetir a queda de braço para declarar um vencedor.

O homem que se impôs na “primeira tentativa”, perdeu na segunda, razão pela qual ambos chegaram ao compromisso de cortar uma orelha cada um por conta do empate.

Segundo o comunicado da polícia local, um cortou a orelha completamente, enquanto o outro cortou metade. Depois disso, ambos foram hospitalizados.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Decisão de adiar ataque à Síria é a maior aposta de Obama

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O presidente Barack Obama fez a maior aposta de sua Presidência. Sua decisão de adiar um ataque à Síria e pedir autorização do Congresso aparentemente surpreendeu alguns de seus conselheiros mais próximos.

O secretário de Estado, John Kerry, defendeu a rápida mudança de estratégia do presidente, dizendo à TV NBC: ‘Ele achou que não valia a pena agir e ter os sírios e um monte de outras pessoas olhando para os Estados Unidos, discutindo se era ou não legítimo (o ataque), se ele deveria ter feito, ou se deveria ter agido mais rápido’.

Mas é exatamente isso o que vai acontecer pelos próximos dez dias, pelo menos. Já há muitas críticas à decisão – e muita repetição de como Obama optou por tomá-la.

Na sexta-feira, o secretário de Estado ficou numa posição desconfortável ao enfatizar o que estava em jogo para o mundo e para a reputação dos EUA. É difícil imaginar que ele esteja satisfeito com o fato de que a punição a Assad tenha sido suspensa.

Se o Congresso votar ‘não’, suas palavras voltarão para assombrar a ele próprio e a Obama.

Isso pode acontecer: a vitória não está garantida de forma alguma, particularmente na Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados), controlada pelos republicanos. Talvez o Senado também não seja seguro – será um voto livre e não haverá tentativa formal de líderes partidários de convencer seus colegas.

Depois de assistir a uma longa apresentação de documentos de inteligência no Capitólio (Congresso dos EUA), muitos senadores e congressistas não pareciam convencidos.

O documento preliminar da Casa Branca pede autorização para uma ação para ‘deter, interromper, prevenir e degradar’ a habilidade da Síria de usar armas químicas: dois senadores – um republicano, um democrata – já a chamaram de muito genérica.

O senador republicano John McCain, que tem liderado as vozes pró-intervenção na Síria, disse que ‘não há estratégia, não há plano’ – e que ambos eram necessários para que ele apoiasse o projeto.

Se o Congresso não o apoiar, isso será um desastre para o presidente.

Sua decisão de convocar uma votação parecerá burra, e ele terá em mãos uma escolha difícil.

Ou ele opta por ignorar a votação, o que enfureceria o Congresso e muitos americanos. Ou ele não realiza o ataque e encara as consequências apresentadas por John Kerry: os Estados Unidos se enfraqueceriam e ditadores desprezíveis ganhariam um incentivo. A história faria um duro julgamento dos líderes americanos.

Então tudo depende de Obama vencer a votação. Mas, mesmo que ele vença, a demora dá a Assad mais tempo para se preparar para o ataque.

A decisão fez com que muitos comentaristas colocassem em dúvida sua liderança e questionassem como ele conseguiu se colocar nesta situação.

Mas decidir agir sem a ONU, sem a Grã-Bretanha, sem o Congresso e sem o apoio do povo americano seria muito desconfortável para um homem que chegou ao posto propondo encerrar todas as guerras dos EUA no exterior.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Marissa Mayer aposta em produtos móveis para Yahoo retomar crescimento

“Ainda há muito trabalho a ser feito”, disse a CEO ao discutir resultados do quarto trimestre de 2012

A CEO do Yahoo, Marissa Mayer, identificou novos produtos e investimentos móveis entre as várias estratégias que visam manter a empresa relevante, uma vez que tenta competir com empresas como Google e Facebook.

Marissa destacou o recentemente renovado protocolo de contratações e lançamentos de produtos, tais como o novo aplicativo do Flickr para iOS e o Yahoo Mail, como passos positivos para a empresa, embora tenha salientado que “ainda há muito trabalho a ser feito”. Ela falou em uma teleconferência para discutir os resultados da empresa durante o quarto trimestre de 2012. A receita aumentou, mas houve queda nos lucros em comparação ao mesmo período do ano anterior. “Flickr e Yahoo Mail marcaram o início destes esforços”, disse.

O Yahoo irá se concentrar em desenvolver ou redesenhar cerca de uma dúzia de produtos nos próximos meses e anos, cada um construído em torno dos “hábitos digitais diários” das pessoas, disse Marissa. Ela citou as buscas, página inicial, finanças, esportes e notícias como áreas em que a empresa estaria se concentrando, sem dar mais detalhes. A empresa disse que os três desafios chave em seu negócio daqui para frente são, em ordem de prioridade, aumentar o uso, crescer sua presença internacional e atrair um conjunto mais amplo de usuários.

Marissa também disse que produtos móveis são “incrivelmente importantes para nossa estratégia”, e que a empresa está trabalhando para torná-los uma parte substancial de seus negócios. Como parte desse esforço, a companhia adquiriu recentemente o aplicativo de recomendações móveis “Stamped” e o app de transmissão de chat de vídeo “OnTheAir”. “Esta é uma fonte nascente de receita para nós”, disse a executiva.

A adoção de produtos móveis do Yahoo cresceu para mais de 200 milhões de usuários únicos mensais no quarto trimestre, registrou a empresa.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Compusoftware aposta em serviços com compra da iTBrain

Aquisição faz parte da estratégia da companhia de reforçar sua atuação como consultora em TI

19 de fevereiro de 2013 – 19h05

A Compusoftware, empresa nacional de licenciamento de software acaba de comprar a também brasileira itBrain, que atua com prestação de serviços em TI. O valor da transação não foi revelado.

Com a aquisição, a Compusoftware informa que adicionará 100 novos clientes à sua carteira de contratos ativos. A previsão de faturamento é de 160 milhões de reais em 2013, sendo mais de 10% desse montante fruto da negociação.

Além do licenciamento de softwares das maiores fabricantes do mundo, como Microsoft, Adobe, CA, Symantec e Autodesk, a Compusoftware passa a oferecer os serviços de consultoria, instalação e suporte nas soluções da Microsoft.

“A decisão está em consonância com as tendências de mercado, no qual se tornou fundamental levar aos clientes, além da oferta de licenciamento, uma linha completa de serviços”, explica Adriano Vieira, COO da Compusoftware.

Segundo Vieira, a aquisição da itBrain faz parte da estratégia da Compusoftware de se posicionar cada vez mais como uma consultora em TI completa no mercado corporativo brasileiro.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Modelo All in One é a aposta da Itautec para o mercado corporativo

AL2010 tem tela de 20 polegadas widescreen e opção de mouse e teclado sem fio, além acesso Wi-Fi e saída/entrada HDMI.

06 de dezembro de 2012 – 09h00

A Itautec anunciou o lançamento do desktop All In One AL2010 para o segmento corporativo. O modelo tem tela de 20 polegadas widescreen e opção de mouse e teclado sem fio, além acesso Wi-Fi.  

De acordo com a empresa, outro ponto importante para o usuário corporativo é a redução no consumo de energia elétrica: por ser um produto integrado, tem consumo menor do que a soma de um gabinete desktop a um monitor avulso nas mesmas dimensões. O modelo tem tecnologia Vision, presente no processador AMD E2-1800 da família Brazos 2.0, que diminui o consumo em operação de acordo com o nível de utilização do equipamento.  

A saída HDMI permite projetar imagens em um monitor ou TV no modo dual vídeo. Já a entrada HDMI possibilita o uso como monitor para uma fonte de vídeo externa. Recursos nativos do Itautec AL2010 incluem o controlador de vídeo AMD Radeon HD 7340, compatível com a tecnologia DirectX 11. O desktop também traz webcam e microfone embutidos.

A nova geração possui duas portas USB 3.0, uma delas equipada com a tecnologia Super Charger, que recarrega até três vezes mais rápido do que uma USB comum e permite a recarga de dispositivos compatíveis mesmo com o AL2010 desligado, afirma a empresa.

O Itautec AL2010 tem preço sugerido a partir de 1,7 mil reais, e pode ser adquirido pela área de vendas corporativas da Itautec.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Dell aposta em consumerização e anuncia no Brasil nova linha de equipamentos

A empresa começa a vender no Brasil nova linha de portáteis, tablets e desktops “tudo-em-um” mirando usuários pessoais e corporativos

A fronteira cada vez mais cinza do uso da tecnologia digital para trabalho e vida pessoal, que na linguagem de TI convencionou-se chamar de consumerização, está por trás da nova linha de desktops, tablets, notebooks e ultrabooks conversíveis anunciados hoje, 13/03, em São Paulo, pela Dell. “Nossa proposta é sermos pioneiros em consumerização”, diz Raimundo Peixoto, diretor-geral da Dell no Brasil.

Raymundo Peixoto explica que a estratégia da empresa, iniciada há quatro anos, é de posicionar-se não como um fabricante de PCs, mas sim como uma “empresa fornecedora de tecnologia ponta-a-ponta”. “Estamos chamando nossos produtos, não mais de PCs, mas de  ‘end user computing’ e focando em toda a cadeia de uso de TI, do consumidor final ao corporativo, e incluindo nesse portfólio um leque de tecnologias de hardware, software e serviços “, diz Peixoto.

As novidades incluem o ultrabook híbrido XPS 12, conversível, que utiliza um recurso diferenciado para inverter a tela e transformar-se num tablet; e o Latitude 10, primeiro tablet Dell com Windows 8 e o único do mercado a ter baterias removíveis e intercambiáveis (com até 20 horas de duração). A linha de notebooks Inspiron também tem novidade, com modelos que podem ser configurados com tela comum ou tela touchscreen (pagando um valor diferencial de 300 reais, segundo a empresa).

Junto com a mobilidade vem a nova geração de desktops da Dell, máquinas “all-in-one” com tela touch de 23 polegadas para mercado doméstico (Inspiron 2330) e corporativo (Optiplex 9010). Todos os equipamentos são Windows 8, acompanhando o movimento assumido pela empresa de manter parceria estreita com a Microsoft.

A empresa aposta na tendência inexorável da consumerização e quer atender o desejo dos usuários de ter máquinas “mais bonitas, mais simples e mais seguras” para casa e trabalho, com a necessidade dos diretores de TI das empresas de gerenciar a segurança das informações nesses equipamentos.

O tablet Latitude 10, por exemplo, terá três versões – Lite, Standard e Security – sendo que a terceira inclui recursos de segurança corporativa como leitor de smartcard e leitor biométrico. Já o ultrabook conversível, diz Carlos Rabello, gerente de marketing para o consumidor final da Dell, foi preparado para encarar vida dupla entre trabalho e casa: “ele é feito em fibra de carbono; tem tela recoberta com Gorilla Glass e recebeu isolamento térmico para evitar que, ao ser usado no colo, tenha transferência de calor que interfira no resfriamento da CPU.

As máquinas já estão disponíveis para compra no site da Dell. Os preços são premium: o ultrabook conversível XPS 12 tem preço inicial de 4,99 mil reais e o tablet Latidude 10 custa R$ 2.299 na versão mais simples, Lite. As máquinas domésticas “tudo-em-um” Inspiron 2330 custam no modelo básico 3 mil reais, enquanto que o equipamento corporativo, Optiplex 9010 será vendido por preço inicial de 4,14 mil reais.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,