RSS

Arquivo da tag: americanos

Pesquisadores americanos criam preservativo elétrico que gera prazer

Três pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos, criaram um preservativo que gera pequenos impulsos elétricos para provocar maior prazer. O produto ganhou o nome de “Enguia Elétrica”. Assista ao vídeo postado no YouTube.

Preservativo gera pequenos impulsos elétricos que provocam prazer (Foto: Reprodução/YouTube/Digital Naturalism)Preservativo gera pequenos impulsos elétricos que provocam prazer (Foto: Reprodução/YouTube/Digital Naturalism)

Criado por alunos de doutorado do instituto, o objetivo do brinquedo erótico é desenvolver uma tecnologia sexual que permita às pessoas imitarem os desenhos de seus próprios brinquedos ou construir novos. Além disso, eles acreditam que a inovação irá ajudar a diminuir a quantidade de pessoas que evitam usar os preservativos de borracha.

Andrew Quitmeyer, um dos criadores, contou que o protótipo é formado por um tecido condutor colocado no pênis e preso com um velcro. O produto possui um microcontrolador e, uma vez carregado, pode ser colocado na roupa, passando a enviar curtos impulsos elétricos de baixa intensidade, e estimulando a região.

Os criadores o definem como um “conceito de preservativo” digital de código aberto para melhorar o prazer sexual, embora ressaltem que não evita a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis ou a gravidez.

“Não prevenirá doença, mas pode nos ajudar a desenvolver preservativos reais com eletrodos”, acredita Quitmeyer.

Segundo ele, o dispositivo é financiado pela Fundação Bill e Melinda Gates. A organização realizou o projeto “Grandes Desafios para a Saúde Global”, no qual premiou as melhores invenções da ‘Nova Geração de Camisinhas’.

A instituição custeou as criações de 13 finalistas em novembro do ano passado para desenvolver seus projetos, que têm sempre o mesmo objetivo: descobrir uma maneira de tornar os preservativos mais agradáveis e mais fácies de usar.

Após duas semanas de trabalho na ‘Enguia Elétrica’, os pesquisadores garantem que a efetividade e segurança foram comprovadas por eles mesmos, e garantem que o uso é prazeroso.

“Este é apenas um dos muitos desenhos que estamos fazendo para nossa companhia”, diz Quitmeyer.

Ele, Firaz Peer e Paul Clifton, que também participam da criação, fundaram a empresa, e já começaram a comercializar o dispositivo no site. O brinquedo sexual custa US$ 350 (cerca de R$ 820), e, com a venda, o trio espera arrecadar fundos para garantir a continuidade da companhia.

“Nosso objetivo final é criar brinquedos eróticos de código aberto para que as pessoas possam construir elas mesmas”, revela Quitmeyer.

Ele explica que o site se baseia na filosofia “DIY” (“Faça você mesmo”) aplicada à tecnologia sexual. Para isso, eles compartilharão os códigos dos desenhos e proporcionarão as peças necessárias para construir os brinquedos eróticos ou criar novos.

Por enquanto, eles ainda estão em fase inicial de pesquisa e desenvolvimento, mas anunciam que, assim que conseguirem mais financiamento, partirão para “objetivos maiores”.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Cientistas americanos criam drone que imita movimentos de água-viva

Minidrone imita movimentos das águas-vivas (Foto: Reprodução/YouTube/Reuters)Minidrone imita movimentos das águas-vivas
(Foto: Reprodução/YouTube/Reuters)

Inspirados na natureza e nos pioneiros da aviação do início do século 20, cientistas norte-americanos anunciaram nesta quarta-feira (15) a criação da primeira “medusa voadora” do mundo, um minidrone de apenas 2,1 gramas que reproduz o movimento natatório das águas-vivas.

A aeronave é o primeiro equipamento voador capaz de ficar estacionário no ar e de se deslocar no ar batendo as asas, e pode se tornar o avião não tripulado do futuro.

“De início, procurávamos fabricar um robô insetóide que fosse uma alternativa ao helicóptero”, explicou Leif Ristroph, que trabalha no Laboratório de Matemáticas Aplicadas da Universidade de Nova York. “Finalmente, chegamos a uma coisa um pouco bizarra: a medusa”.

A medusa sempre fascinou os engenheiros por seu modo de deslocamento simples e eficaz: a alternância de dois movimentos de um guarda-chuva, de cima para baixo, com impulsos sucessivos.

Os engenheiros reproduziram esse procedimento para fazer o pequeno robô voar com a ajuda de quatro pequenas asas – cada uma com 8 cm de comprimento – em forma de pétalas de flor. Um minúsculo motor, ligado a um virabrequim, abre e fecha as asas, na ordem de 20 batimentos por segundo.

Resultado: um “ornicóptero” que se mantém no ar com uma grande estabilidade, sem precisar gastar energia permanentemente para corrigir sua base. Para mudar de direção, basta que uma das quatro asas bata mais rápido que as outras.

Hastes de fibras de carbono para a estrutura, filme transparente para cobrir as asas. Todos os materiais utilizados na fabricação da medusa estão disponíveis nas lojas de aeromodelismo.

Por enquanto, a “medusa voadora” é apenas um protótipo de laboratório. A próxima etapa será criar uma bateria e um comando remoto. O modelo ainda está sendo alimentado por um cabo elétrico.

“Claro, eles podem ter um uso militar para a vigilância, por exemplo, mas eu espero que também encontremos aplicações civis para esses drones”, disse Ristroph.

A invenção aparece no Journal of the Royal Society Interface publicado pela Academia das Ciências britânica.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Americanos desaparecem durante escalada do Aconcágua na Argentina

Dois americanos desapareceram enquanto tentavam escalar o Monte Aconcágua, na Argentina, no Ano Novo. Segundo informaram familiares das vítimas na quarta-feira (8), dois corpos foram vistos na região por um helicóptero de resgate, mas ainda não há confirmação sobre a identidade das vítimas.

Jarod VonRueden, de 22 anos, morador do estado de Wisconsin, e Frank Keenan, de 28 anos, da Pensilvânia, desapareceram enquanto escalavam o Aconcágua no dia 31 de dezembro.

Segundo a Força Aérea americana, as buscas começaram no mesmo dia. As atualizações fornecidas diariamente pela Embaixada dos EUA às famílias eram desanimadoras – os ventos e o frio intenso tornariam a sobrevivência difícil, assim como os trabalhos de resgate.

Jarod VonRueden no Monte McKinley, no Alasca, EUA, em foto de junho de 2013 concedida por sua família (Foto: Família VonRueden/AP)Jarod VonRueden posa no Monte McKinley, no Alasca, EUA, em imagem de junho de 2013 concedida pela família (Foto: Família VonRueden/AP)

No domingo (5), uma equipe em um helicóptero de resgate visualizou dois corpos na montanha, abaixo de uma fissura no gelo. Porém, não foi possível recuperá-los – isso ainda deve levar dias.

Até agora, não se sabe como os dois escaladores caíram. Diane Lozinger, mãe de Frank, disse ter sido informada de que os dois atingiram o topo da montanha, mas caíram na decida. Segundo ela, o filho treinava diariamente há anos e era especializado em resgates e técnicas de sobrevivência.

Diane afirmou, porém, que seu filho reconhecia os riscos da escalada. Ela lembra ter parado Frank enquanto se despedia dele para a viagem. “Ele disse: ‘Se algo acontecer, apenas lembre, eu morri fazendo o que eu amava'”, contou.

Já Jarod estava começando a carreira como técnico na emergência de um hospital. Ele desenvolveu o gosto por escaladas após o fim do ensino médio e já havia escalado montanhas no Equador e no Alasca, segundo detalhou sua prima, Julie Feldman, porta-voz da família.

Os dois americanos se conheceram pela internet e combinaram juntos a viagem à Argentina.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

NSA capta dados de rede social para traçar perfil de americanos, diz jornal

Arte cronologia snowden - vale este - 29/9 (Foto: Arte/G1)

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) explora desde 2010 o cruzamento de dados coletados em redes social, contatos telefônicos, contas bancárias e de sistemas de GPS (posicionamento global) para criar perfis de norte-americanos que identifiquem relações pessoais, localização em determinados períodos e companhias de viagem, segundo reportagem do jornal “New York Times” publicada neste sábado (28).

O periódico obteve novos documentos do ex-técnico da CIA Edward Snowden, que desde junho revela informações sobre os programas de ciberespionagem do governo dos Estados Unidos.

Com as informações coletadas, a maior parte metadados (registros de informações), a NSA conseguiu criar gráficos sofisticados sobre os cidadãos que eram alvo da investigação.

De acordo com esses documentos, a NSA desenvolveu um programa que busca por 94 tipos de informações, como números de telefone, endereços de e-mail e números de IP (espécie de identidade única de acesso à internet).

Além disso, a agência é capaz de correlacionar 164 tipos de relacionamento. Com esses cruzamentos, a entidade constrói a rede social de um indivíduo e as “comunidade de interesse” dele.

O esforço para construir as redes de relacionamento dos alvos começou em 2010. O plano era auxiliar a agência a descobrir e rastrear conexões entre alvos fora do país e cidadãos norte-americanos, de acordo com um memorando da NSA de janeiro de 2011.

Os oficiais da NSA evitaram dizer quantos americanos são alvo desse esforço de monitoramento ou se há estrangeiros na lista dos alvos.

Os documentos obtidos pelo jornal mostram que uma das principais ferramentas usadas pela agência para montar a cadeia de números de telefones e endereços de e-mail de um alvo é o programa chamado Mainway.

O serviço funciona como um repositório de dados para o qual é direcionada uma vasta quantidade de informação coletada nos cabos de fibra ótica da NSA, parceiros corporativos e redes de computador estrangeiras que foram hackeadas.

De acordo com um boletim interno da NSA, o Mainway recebia 700 milhões de registros telefônicos por dia em 2011. A partir de agosto daquele ano, o programa passou a receber um volume adicional de 1,1 bilhão de registros de ligações de celular por dia, fornecido por prestadoras do serviço pela lei de segurança nacional dos EUA.

No começo de setembro, o Fantástico mostrou que a presidente Dilma Rousseff e seus principais assessores eram alvo direto de espionagem da NSA, segundo documentos classificados como ultrassecretos pela agência (veja os documentos revelados). Também é espionada a comunicação dos assessores entre eles e com terceiros.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, também foi um alvo, segundo o material. A apresentação secreta, obtida pelo Fantástico, é chamada de “filtragem inteligente de dados: estudo de caso México e Brasil.” O programa da NSA, diz a apresentação, torna possível encontrar, sempre que quiser, uma “agulha no palheiro.”

O palheiro, no caso, é o volume imenso de dados a que a espionagem americana tem acesso todos os dias, espionando as redes de telefonia, internet, servidores de e-mail e redes sociais. A agulha é quem eles escolherem.

O Fantástico também mostrou que a Petrobras, quarta maior petroleira do mundo, também foi espionada.

Não há informações sobre a extensão da espionagem nem se a agência americana conseguiu acessar o conteúdo guardado nos computadores da empresa. Não há também informações a respeito sobre quais documentos a NSA buscava.

Este tipo de informação é liberada somente ao grupo chamado pelos americanos de “Five eyes” (cinco olhos, na tradução literal), que se refere aos cinco países aliados na espionagem: EUA, Inglaterra, Austrália, Canadá e Nova Zelândia.

O nome da Petrobras aparece em vários slides obtidos pela reportagem. Além da estatal, estão listados também como alvos da NSA a infraestrutura do Google, o provedor de e-mails e serviços de internet da

A suspeita causou desconforto entre as diplomacias de Brasil e EUA, tanto que a presidente Dilma cancelou a visita de estado planejada para outubro ao país.

Na última terça-feira (24), no discurso de abertura da  68ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova York, a presidente Dilma Rousseff afirmou que as ações de espionagem dos Estados Unidos no Brasil “ferem” o direito internacional e “afrontam” os princípios que regem a relação entre os países. Dilma discursou por 23 minutos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

63% dos americanos usam Netflix para ver TV on-line, diz pesquisa

Mais da metade dos americanos que assistem filmes e conteúdo de TV pela internet usam o Netflix para acessar o conteúdo. De acordo com pesquisa da Pricewatercoopers, 63% dos norte-americanos usam o serviço de vídeos por meio de streaming para assistir televisão online, superando concorrentes como Hulu e Amazon.

Segundo a pesquisa, o Hulu fcou com 35% dos acessos e o Amazon Prime, serviço de vídeos da Amazon, ficou com 28%. O iTunes ficou com 25% e o HBO Go com 24%.

Um dos motivos pelos quais a pesquisa aponta a popularidade do Netflix está por conta do conteúdo próprio como as séries “House of Cards” e “Orange is the New Black”, que foram bem recebidas. Outro ponto é que estes seriados chegam com todos os episódios da temporada disponíveis, permitindo que o usuário possa assistir como desejar.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Americanos querem arrecadar U$1,2 milhão para proteger carvalho

Carvalho da espécie 'Quercus virginiana' está ameaçado por empreendimentos que podem ser construídos em áreas próximas. (Foto: Reuters/Randall Hill)Carvalho da espécie ‘Quercus virginiana’ está ameaçado por empreendimentos que podem ser construídos em áreas próximas. (Foto: Reuters/Randall Hill)

Um grupo de ambientalistas americanos quer arrecadar U$1,2 milhão (quase R$2,7 milhões) para evitar a queda de um carvalho. A árvore em questão tem uma copa que se estende a uma área de 1.580 metros quadrados e tronco de mais de 7 metros de circunferência.

Da espécie Quercus virginiana, a árvore fica em uma ilha próxima à cidade de Charleston, no estado da Carolina do Sul, e tem atraído visitantes de várias gerações.

Ambientalistas afirmam que é preciso tomar medidas para proteger a área ao redor da árvore centenária de empreendimentos que possam comprometer a saúde do carvalho.

Visitantes abraçam a árvore; ambientalistas calculam que U$1,2 milhão é necessário para salvar o exemplar centenário. (Foto: Reuters/Randall Hill)Visitantes abraçam a árvore; ambientalistas calculam que U$1,2 milhão é necessário para salvar o exemplar centenário. (Foto: Reuters/Randall Hill)Samantha Siegel, de 31 anos, é a organizadora da petição "Save the Angel Oak", que busca arrecadar fundos para proteger o carvalho. (Foto: Reuters/Randall Hill)Samantha Siegel, de 31 anos, é a organizadora da petição "Save the Angel Oak", que busca arrecadar fundos para proteger o carvalho. (Foto: Reuters/Randall Hill)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Um em cada cinco americanos não pode acessar o Facebook no trabalho

Cerca de 20% dos trabalhadores dos Estados Unidos não podem acessar o Facebook no trabalho, de acordo com uma pesquisa do site “Statista”. A medida das empresas de bloquear redes sociais tem como objetivo aumentar a produtividade dos funcionários, segundo o estudo.

O Twitter aparece na segunda colocação de redes sociais bloqueadas, com 15,1% dos trabalhadores americanos não podendo tuitar durante o expediente. O site de vídeos YouTube aparece em terceiro com 13,7%; o Pinterest em quarto com 11,2%; e Linkedin em quinto com 9,7% dos americanos não podendo acessar a rede no trabalho.

Algumas empresas também bloqueiam serviços de e-mail como Gmail e Yahoo Mail. Mais de 9% dos trabalhadores não podem acessar estes serviços durante o trabalho.

Para o estudo, o “Statista” entrevistou mais de mil trabalhadores nos Estados Unidos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,