RSS

Arquivo da tag: ambiental

China endurece lei contra poluidores para conter crise ambiental

Chaminés liberam fumaça de um planta de aquecimento em Jilin, na China; estudo mostra que poluição chinesa chega até os Estados Unidos (Foto: Reuters/Stringer)Chaminés liberam fumaça de um planta de aquecimento em Jilin, na China (Foto: Reuters/Stringer)

A China aprovou nesta quinta-feira (24) a primeira emenda em 25 anos à sua lei de proteção ambiental, impondo penalidades mais duras sobre poluidores depois que o governo declarou “guerra” à poluição.

As mudanças aprovadas pelo comitê permanente do Congresso Nacional do Povo (CNP), o Parlamento chinês, entrarão em vigor em 1º de janeiro de 2015 e ocorrem em meio a um descontentamento público crescente a respeito da poluição.

As leis revistas impõem “punições mais severas a maus-feitos ambientais e tem artigos e provisões específicos para combater o “smog (mistura de neblina e fumaça), tornando o cidadão mais consciente da proteção ambiental e protegendo os denunciantes”, informou a agência de notícias oficial Xinhua.

A norma também prevê até 15 dias de detenção para autoridades em companhias que, entre outras violações, evitam “avaliações de impactos ambientais e se recusam a suspender a produção após ter sofrido uma interdição”. “A nova lei determina que as companhias serão nominadas e expostas publicamente por violar leis ambientais”, afirmou.

O arranha-céu de 75 andares de Shenyang é visto na província de Liaoning 10 dias atrás e nesta segunda (21), à direita, mostrando a diferença na qualidade do ar. A poluição, uma das preocupações crescentes na China, deixou a visibilidade inferior a 200 m. (Foto: Reuters/Stringer)Comparação: arranha-céu de 75 andares de Shenyang
sem smog (à esquerda) e com smog (à direita)
(Foto: Reuters/Stringer)

Crise ambiental
Após décadas de florescimento econômico, a China está mergulhada em problemas ambientais, com grandes partes do país cobertas por um espesso “smog” e canais e porções de terra poluídos. A poluição emergiu como um impulsionador do descontentamento com o governo, provocando protestos ocasionais.

Segundo a agência Xinhua, a emenda marcou “a primeira mudança na legislação em 25 anos”. A emenda aprovada nesta quinta-feira – que também pede aos cidadãos para adotar um “estilo de vida frugal e de baixo carbono” – foi aprovada depois que o premier Li Keqiang prometeu, no mês passado, declarar “guerra” à poluição.

Sessenta por cento da água subterrânea na China, oficialmente monitorada, está poluída demais para ser ingerida diretamente, segundo a imprensa estatal, reforçando os graves problemas ambientais do país.

O ministério de Meio Ambiente da China estimou recentemente que 16% da área terrestre do país estavam poluídos, com quase um quinto de áreas de cultivo contaminado por elementos inorgânicos, como o cádmio.

A qualidade do ar estava abaixo dos padrões nacionais em quase todas as grandes cidades chinesas no ano passado, informou uma alta autoridade ambiental no mês passado. Apenas três de 74 cidades monitoradas pelo governo alcançaram o padrão de qualidade do ar.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Vendedor atrai clientes ao defender preservação ambiental em Maceió

Higienização da areia, placas que incentivam a preservação da natureza e lixeirinhas são alguns dos atrativos utilizados por um empreendedor, na orla de Maceió, que há seis anos busca despertar nos banhistas a importância da preservação ambiental. E essa preocupação com o meio ambiente tem atraído cada vez mais clientes.

Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Erisvaldo Nascimento, conhecido como “Seis Horas”, e sua esposa Hozana de Lima, proporcionam atendimento diferenciado aos seus clientes. “A prioridade é apenas uma, atender da melhor forma o visitante. É lamentável quando uma pessoa planeja se divertir e relaxar e, infelizmente, acaba tendo uma má experiência, seja com a sujeira ou com o atendimento”, explica Seis Horas.

A área onde o empresário trabalha, diferente de outras regiões do litoral, é bem limpa. “Qualquer bituca de cigarro ou papelzinho já me deixa mal. Fui criado com esse costume de manter tudo limpo e hoje faço uso disso no meu trabalho”, falou.

Seis Horas confeccionou plaquinhas com frases como “Lixo e praia não combinam” ou “Não jogue filtros de cigarro na areia”. “Cada placa tem uma frase diferente, mas a mensagem é uma só: não sujar o meio ambiente”, fala. Em uma das placas, o empresário mostra o tempo de decomposição de alguns materiais na natureza.

Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)

O comerciante, que é baiano, mas vive há anos em Alagoas, começa logo cedo. Às 6h, quando chega em seu local de trabalho, na praia de Pajuçara, ele começa o trabalho de limpeza da areia. “Molho toda a área, o que revela pequenos resíduos deixados durante a noite e elimina impurezas como fezes de pombos”, explica.

Seis Horas também separa o lixo para a coleta seletiva e, mesmo o que não pode ser reaproveitado, também é recolhido. “Se todos fizessem o mínimo, a praia seria o melhor para todos, tanto para o meio ambiente como para os visitantes”, completa.

Para o empresário Alex Portela, o atendimento oferecido por “Seis Horas” torna a experiência de ir à praia mais agradável. “Eu e meus amigos já temos destino certo. Só quem vai para outro lugar é quem não o conhece”, revela.

Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Homem-Aranha será embaixador da campanha ambiental ‘Hora do Planeta’

Homem-aranha será embaixador de campanha ambiental 'Hora do Planeta', organizada pela WWF. (Foto: WWF/Divulgação)Homem-aranha será embaixador de campanha ambiental ‘Hora do Planeta’, organizada pela WWF. (Foto: WWF/Divulgação)

As estrelas do filme “O Espetacular Homem-Aranha 2” apagarão as luzes em 29 de março em um bairro de Cingapura, como parte da Hora do Planeta, evento de conscientização sobre as mudanças climáticas.

“O Homem-Aranha se unirá aos atores Andrew Garfield, Emma Stone e Jamie Foxx para ajudá-los a apagar as luzes na célebre Marina Bay de Cingapura”, anunciou em um comunicado o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

A organização nomeou o Homem-Aranha embaixador da Earth Hour (Hora do Planeta). O nome da pessoa que interpretará o herói durante o evento não foi revelado.

“Ele virá com a mensagem que transmite no filme, de que com um grande poder existem grandes responsabilidades. E por meio dele tentamos dizer que qualquer um pode ser um super-herói e fazer a sua parte para mudar o planeta”, disse Sourav Roy, porta-voz da ONG em Cingapura.

O evento Hora do Planeta foi criado pela WFF em 2007 na Austrália e, desde então, ganhou uma dimensão mundial. Em 2013, o Empire State Building de Nova York, a Torre Eiffel de Paris, o Kremlin de Moscou e o Cristo Redentor no Rio de Janeiro estavam entre os monumentos que apagaram as luzes durante uma hora.

“O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro” estreia no Brasil no dia 1º de maio.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Cobra que estava matando animais é capturada na PB, diz PM Ambiental

Uma cobra da espécia salamanta foi capturada na tarde desta quarta-feira (29) no município do Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa. Segundo o sargento Cláudio Sérgio Medeiros, da Polícia Ambiental, o animal tem quase dois metros de comprimento e estava matando filhotes de bodes e bois e outros animais pequenos na região. (Foto: Walter Paparazzo/G1)Salamanta foi encontrada no terreno de uma empresa (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Uma cobra da espécie salamanta foi capturada por volta das 13h30 (horário local) desta quarta-feira (29) no município do Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa. Segundo o sargento Cláudio Sérgio Medeiros, da Polícia Ambiental, o animal tem quase dois metros de comprimento.

A polícia chegou até o local porque recebeu denúncias de que filhotes de bodes e bois e outros animais pequenos estavam aparecendo mortos na região. A Polícia Ambiental aponta a cobra como a responsável pelas mortes.

A salamanta foi localizada no terreno de uma empresa. Ela deverá ser encaminhada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) para ser avaliada. Medeiros acredita que ela deverá ser solta na natureza novamente, já que aparenta estar sadia.

A salamanta foi localizada no terreno de uma empresa. Ela deverá ser encaminhada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) para ser avaliada. O sargento Sérgio acredita que ela deverá ser solta na natureza novamente, uma vez que aparenta esta (Foto: Walter Paparazzo/G1)Cobra tem quase dois metros de comprimento (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Guarda Ambiental resgata filhotes de maritaca em Várzea Paulista

Aves estavam em uma casa, na Vila Rica em Várzea Paulista (SP) (Foto: Divulgação / Guarda Ambiental de Várzea Paulista (SP))Aves estavam em uma casa, na Vila Rica (Foto: Divulgação / Guarda Ambiental de Várzea Paulista)

A Guarda Ambiental de Várzea Paulista resgatou nesta quarta-feira (22) filhotes de maritaca, da espécie Maracanã. As aves estavam no telhado de uma casa, na Vila Rica. Sem saber o que fazer, os moradores acionaram os guardas.

De acordo com a Guarda Ambiental, por serem filhotes, as aves foram levadas para a ONG Mata Ciliar em Jundiaí (SP), onde devem receber cuidados necessários até serem soltas à Natureza.

De acordo com o coordenador da Guarda Ambiental, Paulo Afonso, é comum a ocorrência de animais silvestres em Várzea Paulista.

Segundo o veterinário do Zoológico de Sorocaba (SP), Rodrigo Teixeira, as maritacas são comuns em áreas urbanas. Elas são parentes das Araras e popularmente chamadas de ‘bico torto’, informou Rodrigo. “São aves bem comuns e sempre estão nas cidades. É importante que a população avise especialistas para que elas sejam realojadas no habitat natural”, explica o veterinário.

A orientação da Guarda Ambiental de Várzea Paulista é para que os moradores que encontrarem esses tipos de animais avisem a corporação para fazer o resgate.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Polícia Ambiental resgata preguiça e aves silvestres em João Pessoa

Preguiça foi resgatada em residência próxima à Mata do Buraquinho (Foto: Walter Paparazzo/G1)Preguiça foi resgatada em residência próxima à Mata do Buraquinho (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Uma preguiça e 22 aves silvestres foram resgatadas nesta sexta-feira (17) pela Polícia Ambiental nos bairros de Jaguaribe e Cristo Redentor, em João Pessoa. Segundo o comandante do batalhão, o tenente-coronel Paulo Sérgio de Oliveira, foram aplicados R$ 6,5 mil em multas para os infratores.

As aves estavam sendo criadas irregularmente. Entre elas, estava um papagaio, que está em risco de extinção. Apenas por esse exemplar da espécie, a multa é de R$ 5 mil. Também foi resgatada uma ave da espécie Pega, típica da região do Pantanal. “Com isso, a gente vê que existe tráfico de aves por aqui”, comentou o comandante.

O bicho-preguiça, por sua vez, foi encontrado em uma residência próxima à Mata do Buraquinho. “Esses animais muitas vezes saem da reserva e vão para as casas ou tentam atravessar a rodovia, desorientados. Fizemos o resgate dela e vamos soltá-la em seu habitat”, explicou.

As aves serão encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama, onde serão avaliadas. Dependendo do resultado, elas vão ser devolvidas à natureza. No caso do Pega, ele deverá voltar para o Pantanal.

A ação faz parte da operação Resgate, da Polícia Ambiental e visa conscientizar a população de que criação de animais silvestres é crime. Em caso de entrega voluntária, a lei prevê o abono das penalidades. Para outras ocasiões, são cobradas multas de R$ 500 por espécie apreendida ou R$ 5 mil em caso de espécies em risco de extinção.

Aves silvestres estavam sendo criadas irregularmente (Foto: Walter Paparazzo/G1)Aves silvestres estavam sendo criadas irregularmente (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Pelotão de adolescentes conscientiza sobre preservação ambiental no AM

Jovens integran o Projeto Pelotão Mirim Ambiental (Foto: Rosianne Couto/G1 AM)Jovens integran o Projeto Pelotão Mirim Ambiental (Foto: Rosianne Couto/G1 AM)

Adolescentes vão orientar a população de Manaus sobre a preservação ambiental. Nesta quinta-feira (3), a Polícia Militar formou um grupo de 40 jovens, com idades entre 12 e 17 anos,  para compor o Projeto Pelotão Mirim Ambiental – Consciência Limpa. Desde fevereiro deste ano, a equipe atua no Igarapé do 40, na Zona Sul da capital. A ação será implementada em outras áreas da cidade.

O projeto-piloto, que integra o Programa Formando Cidadão, é desenvolvido na Escola estadual Professor Nelson Alves Ferreira, localizada no bairro Betânia, Zona Sul. Segundo o coordenador do programa, coronel Yokoyama, a educação ambiental norteia as ações do Pelotão Mirim Ambiental. Além de cuidarem do local onde moram, os adolescentes têm aulas sobre conceitos de meio ambiente.

“Há a possibilidade de expandirmos o projeto para outras áreas. Hoje, a maioria dos jovens formados moram em torno do Igarapé do 40 e essa nova roupagem do local, com a chegada do Prosamim, é necessário que a gente faça um trabalho pioneiro no sentido de que a própria população que venha morar aqui tenha essa consciência ambiental”, destacou Yokoyama.

Durante a solenidade de formação, três alunos do projeto foram homenageados e apresentados como destaque da primeira turma do Pelotão Mirim. “Temos que ajudar as pessoas a terem consciência do que é correto, de usarem as lixeiras. Fico muito triste quando vejo que uma pessoa joga lixo no chão e a lixeira está próxima dela. O ambiente em que nós vivemos vai servir para outras pessoas futuramente”, frisou o estudante do 8º ano do Ensino Fundamental, Rafael Cristopher, de 14 anos.

De acordo com o coronel Yokoyama, a coordenação do projeto escolheu os alunos-destaques baseada em critérios, como assiduidade, disciplina, bom desempenho escolar e relacionamento familiar, a partir de relatos dos pais dos adolescentes.

A Rede Amazônica apoia o projeto. Segundo o diretor-presidente do grupo, jornalista Phelippe Daou, a inclusão dos jovens ao projeto influencia positivamente na relação familiar. “O jovem é um dos alicerces da família. Ele é pequeno hoje, mas amanhã ele é grande e vai formar a sua família consciente dos procedimentos do bem viver, do bem tratar e do bem fazer”, destacou.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,