RSS

Arquivo da tag: agresso

Polícia prende garotos que postaram na internet agressão a doente mental

Adolescentes foram detidos após agredir doente mental (Foto: Le Parisien/reprodução)Jornal “Le Parisien” divulgou história de adolescentes
presos após agredir doente mental
(Foto: Le Parisien/reprodução)

A polícia francesa mantém detidos três adolescentes, de 14 a 15 anos, que atacaram um portador de deficiência mental de 18 anos em Grenoble e depois postaram o vídeo da agressão em uma rede social na internet, informou nesta terça-feira (4) a emissora de TV “RTL”.

No ataque, também participou um quarto adolescente, de 12 anos, que filmou a cena, que foi divulgada no “Facebook”. Ele foi libertado nesta terça-feira à espera de seu pronunciamento perante a Justiça.

Os fatos ocorreram no domingo (2) em um parque de Grenoble, onde dois menores agarraram um jovem incapacitado, Yoann, e bateram nele até deixá-lo no chão, para posteriormente empurrá-lo para uma lagoa próxima entre os risos e comentários dos outros dois adolescentes presentes.

O pai da vítima denunciou os fatos à “RTL”, declarando-se “indignado” e exigiu “punição” para os agressores. “Não se pode atacar um incapacitado”, asseverou o pai, que tachou de “covardes” os jovens que “humilharam” seu filho.

“O problema é que o que aconteceu a Yoann pode acontecer a qualquer outro (…). É preciso parar rapidamente esse tipo de ação”, desabafou.

Um dos agressores subiu o vídeo para o Facebook através de sua conta pessoal e a resposta foi imediata na rede social, onde houve uma mobilização em massa e surgiram em seguida várias páginas de apoio à vítima, segundo o jornal “Le Parisien”.

Os usuários da rede denunciaram os fatos no portal Pharos, a plataforma digital do governo francês destinada a vigiar atividades ilegais na Internet.

A ministra francesa de Incapacidade e Exclusão, Marie-Arlette Carlotti, definiu as imagens como ‘terrivelmente impactantes pelo cinismo dos agressores e pela vulnerabilidade da vítima’ e assegurou que a Justiça ditará “as sanções apropriadas”.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,

Intervenção militar na Síria seria uma ‘agressão’, diz Putin

O presidente da Rússia,, Vladimir Putin, advertiu nesta segunda-feira (23) que uma intervenção militar na Síria seria uma agressão que violaria o direito internacional e desestabilizaria a situação na região.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

“Uma intervenção militar seria uma grave violação do direito internacional, uma agressão segundo os termos da Carta da ONU”, declarou Putin à margem da cúpula da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), às margens do Mar Negro.

O presidente russo também saudou o fato de que os membros do OTSC (Rússia, Armênia, Belarus, Cazaquistão, Quirguistão e Tadjiquistão) aprovaram a decisão de Moscou de se opor a uma ação militar contra o regime do presidente sírio Bashar al-Assad.

“Os membros do OTSC são unânimes: resolver a situação na Síria só é possível através de meios políticos e pacíficos”, declarou.

Arte Síria 17/09 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Discussão envolvendo teorias de Kant termina em agressão na Rússia

Dupla discutiu por causa das teorias do filósofo Immanuel Kant (Foto: Wikimedia Commons)Dupla discutiu por causa das teorias do filósofo
Immanuel Kant (Foto: Wikimedia Commons)

Uma discussão entre dois homens envolvendo as teorias do filósofo alemão Immanuel Kant (1724-1804) terminou em agressão na Rússia.

O debate acalorado aconteceu em um supermercado na cidade de Rostov-on-Don.

Durante a discussão, segundo a imprensa local, o suspeito sacou uma pistola e disparou balas de borracha contra o rival, que precisou ser levado a um hospital.

Kant, que viveu em Königsberg, antigo nome da cidade russa de Kaliningrado, é uma figura central da filosofia moderna. Sua obra mais famosa é a “Crítica da Razão Pura”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Putin adverte congresso dos EUA que aprovar ataque à Síria é agressão

Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)

O presidente russo Vladimir Putin advertiu nesta quarta-feira (4) ao Congresso dos Estados Unidos que considerará uma agressão se o ataque à Síria proposto pelo presidente Barack Obama for aprovado, informou a agência de notícias AFP

“Estariam permitindo uma agressão porque tudo que está fora do marco do Conselho de Segurança das Nações Unidas é uma agressão, a menos que seja em legítima defesa”, afirmou Putin aos membros do Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, segundo as agências de notícias russas.

“Mas a Síria, como sabemos, não atacou os Estados Unidos, portanto, sem dúvida, não pode ser uma questão de defesa”, enfatizou Putin.

“Agora o Congresso dos Estados Unidos e o Senado estão ocupados em legitimar a agressão, e todos nós estamos colados às telas de televisão para ver se será permitido ou não”, acrescentou.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Mais cedo, o presidente da Rússia afirmou que Moscou não descarta aceitar uma ação militar contra o regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad, se ficar demonstrado que ele usou armas químicas contra a população, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (4) pelo Kremlin.

Putin destacou que só o Conselho de Segurança da ONU pode autorizar o uso da força militar contra um país soberano, já que todas as outras vias são “inadmissíveis e só podem ser qualificadas de agressão”.

“Se tivermos dados objetivos, exatos, sobre quem cometeu esses crimes, então haverá uma reação. Dizê-lo agora, de antemão, seria incorreto, assim não se atua em política”, disse o presidente russo, respondendo à pergunta se Moscou iria continuar fornecendo armamento ao regime sírio.

Putin acrescentou que inclusive nos EUA há especialistas que consideram que as provas apresentadas pelo governo americano não são sólidas e que não descartam a possibilidade que o suposto ataque químico do dia 21 de agosto nos arredores de Damasco tenha sido uma provocação da oposição síria”.

A Rússia está enviando um cruzador ao leste do Mediterrâneo para assumir as operações da Marinha do país na região, disse a agência de notícias Interfax nesta quarta, citando uma fonte militar.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Putin adverte congresso dos EUA que aprovar ataque à Síria é agressão

Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)

O presidente russo Vladimir Putin advertiu nesta quarta-feira (4) ao Congresso dos Estados Unidos que considerará uma agressão se o ataque à Síria proposto pelo presidente Barack Obama for aprovado, informou a agência de notícias AFP

“Estariam permitindo uma agressão porque tudo que está fora do marco do Conselho de Segurança das Nações Unidas é uma agressão, a menos que seja em legítima defesa”, afirmou Putin aos membros do Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, segundo as agências de notícias russas.

“Mas a Síria, como sabemos, não atacou os Estados Unidos, portanto, sem dúvida, não pode ser uma questão de defesa”, enfatizou Putin.

“Agora o Congresso dos Estados Unidos e o Senado estão ocupados em legitimar a agressão, e todos nós estamos colados às telas de televisão para ver se será permitido ou não”, acrescentou.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Mais cedo, o presidente da Rússia afirmou que Moscou não descarta aceitar uma ação militar contra o regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad, se ficar demonstrado que ele usou armas químicas contra a população, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (4) pelo Kremlin.

Putin destacou que só o Conselho de Segurança da ONU pode autorizar o uso da força militar contra um país soberano, já que todas as outras vias são “inadmissíveis e só podem ser qualificadas de agressão”.

“Se tivermos dados objetivos, exatos, sobre quem cometeu esses crimes, então haverá uma reação. Dizê-lo agora, de antemão, seria incorreto, assim não se atua em política”, disse o presidente russo, respondendo à pergunta se Moscou iria continuar fornecendo armamento ao regime sírio.

Putin acrescentou que inclusive nos EUA há especialistas que consideram que as provas apresentadas pelo governo americano não são sólidas e que não descartam a possibilidade que o suposto ataque químico do dia 21 de agosto nos arredores de Damasco tenha sido uma provocação da oposição síria”.

A Rússia está enviando um cruzador ao leste do Mediterrâneo para assumir as operações da Marinha do país na região, disse a agência de notícias Interfax nesta quarta, citando uma fonte militar.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Putin adverte congresso dos EUA que aprovar ataque à Síria é agressão

Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)

O presidente russo Vladimir Putin advertiu nesta quarta-feira (4) ao Congresso dos Estados Unidos que considerará uma agressão se o ataque à Síria proposto pelo presidente Barack Obama for aprovado, informou a agência de notícias AFP

“Estariam permitindo uma agressão porque tudo que está fora do marco do Conselho de Segurança das Nações Unidas é uma agressão, a menos que seja em legítima defesa”, afirmou Putin aos membros do Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, segundo as agências de notícias russas.

“Mas a Síria, como sabemos, não atacou os Estados Unidos, portanto, sem dúvida, não pode ser uma questão de defesa”, enfatizou Putin.

“Agora o Congresso dos Estados Unidos e o Senado estão ocupados em legitimar a agressão, e todos nós estamos colados às telas de televisão para ver se será permitido ou não”, acrescentou.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Mais cedo, o presidente da Rússia afirmou que Moscou não descarta aceitar uma ação militar contra o regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad, se ficar demonstrado que ele usou armas químicas contra a população, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (4) pelo Kremlin.

Putin destacou que só o Conselho de Segurança da ONU pode autorizar o uso da força militar contra um país soberano, já que todas as outras vias são “inadmissíveis e só podem ser qualificadas de agressão”.

“Se tivermos dados objetivos, exatos, sobre quem cometeu esses crimes, então haverá uma reação. Dizê-lo agora, de antemão, seria incorreto, assim não se atua em política”, disse o presidente russo, respondendo à pergunta se Moscou iria continuar fornecendo armamento ao regime sírio.

Putin acrescentou que inclusive nos EUA há especialistas que consideram que as provas apresentadas pelo governo americano não são sólidas e que não descartam a possibilidade que o suposto ataque químico do dia 21 de agosto nos arredores de Damasco tenha sido uma provocação da oposição síria”.

A Rússia está enviando um cruzador ao leste do Mediterrâneo para assumir as operações da Marinha do país na região, disse a agência de notícias Interfax nesta quarta, citando uma fonte militar.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Putin adverte congresso dos EUA que aprovar ataque à Síria é agressão

Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)Putin diz em entrevista que aceita força na Síria se uso de arma química for provado (Foto: Reuters)

O presidente russo Vladimir Putin advertiu nesta quarta-feira (4) ao Congresso dos Estados Unidos que considerará uma agressão se o ataque à Síria proposto pelo presidente Barack Obama for aprovado, informou a agência de notícias AFP

“Estariam permitindo uma agressão porque tudo que está fora do marco do Conselho de Segurança das Nações Unidas é uma agressão, a menos que seja em legítima defesa”, afirmou Putin aos membros do Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, segundo as agências de notícias russas.

“Mas a Síria, como sabemos, não atacou os Estados Unidos, portanto, sem dúvida, não pode ser uma questão de defesa”, enfatizou Putin.

“Agora o Congresso dos Estados Unidos e o Senado estão ocupados em legitimar a agressão, e todos nós estamos colados às telas de televisão para ver se será permitido ou não”, acrescentou.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Mais cedo, o presidente da Rússia afirmou que Moscou não descarta aceitar uma ação militar contra o regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad, se ficar demonstrado que ele usou armas químicas contra a população, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (4) pelo Kremlin.

Putin destacou que só o Conselho de Segurança da ONU pode autorizar o uso da força militar contra um país soberano, já que todas as outras vias são “inadmissíveis e só podem ser qualificadas de agressão”.

“Se tivermos dados objetivos, exatos, sobre quem cometeu esses crimes, então haverá uma reação. Dizê-lo agora, de antemão, seria incorreto, assim não se atua em política”, disse o presidente russo, respondendo à pergunta se Moscou iria continuar fornecendo armamento ao regime sírio.

Putin acrescentou que inclusive nos EUA há especialistas que consideram que as provas apresentadas pelo governo americano não são sólidas e que não descartam a possibilidade que o suposto ataque químico do dia 21 de agosto nos arredores de Damasco tenha sido uma provocação da oposição síria”.

A Rússia está enviando um cruzador ao leste do Mediterrâneo para assumir as operações da Marinha do país na região, disse a agência de notícias Interfax nesta quarta, citando uma fonte militar.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,