RSS

Arquivo da categoria: Tecnologia

‘Mario Kart 8’ terá download gratuito de carro da Mercedes-Benz

'Mario Kart 8' terá carro da Mercedes-Benz (Foto: Divulgação/Nintendo)‘Mario Kart 8’ terá carro da Mercedes-Benz (Foto: Divulgação/Nintendo)

Além dos tradicionais karts, os jogadores do aguardado game de corrida “Mario Kart 8” poderão dirigir uma Mercedes-Benz no jogo, anunciou a Nintendo nesta quinta-feira (29). Promovida no Japão, a parceria com a montadora alemã irá levar o modelo GLA para dentro do game por meio de um download gratuito nos próximos meses. A Nintendo não disse se o DLC também será oferecido em outros países.

“Mario Kart 8” será lançado mundialmente para Wii U nesta sexta-feira (30). Pela primeira vez na série, o game de corrida de Mario e companhia tem gráficos em alta definição e carros e motos que desafiam a gravidade em pistas com traçados malucos. “Mario Kart 8” também terá suporte a disputas para até 12 jogadores pela internet e a possibilidade de se publicar os replays das corridas diretamente no YouTube.

O game tem 16 pistas inéditas e outras 16 clássicas, que foram refeitas para que pudessem ser aplicadas as novas características do jogo, como itens e a habilidade de andar de cabeça para baixo e pelas paredes. Entre os personagens, Baby Rosalina e Pink Gold Peach se unem ao elenco clássico que inclui Mario, Luigi, Wario, Toad, Yoshi, Donkey Kong, entre outros, atingindo um total de 29 personagens.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Torcedores fazem ‘leilão’ de ingressos da Copa nas redes sociais

Final da Copa do Mundo no Maracanã está custando até R$ 10 mil no 'mercado paralelo' das redes sociais (Foto: Reuters)Final da Copa do Mundo no Maracanã está custando até R$ 10 mil no ‘mercado paralelo’ das redes sociais (Foto: Reuters)

Quanto vale assistir à final da Copa do Mundo no dia 13 de julho do melhor lugar nas arquibancadas do Maracanã? Segundo a Fifa, R$ 1.980 seriam suficientes para uma experiência como essa. Mas para alguns torcedores, tal privilégio pode valer pelo menos cinco vezes esse valor. Ou quanto o ‘mercado paralelo’ da Copa permitir.

A Fifa proíbe a revenda de ingressos do Mundial e, de acordo com o Estatuto do Torcedor (lei federal 10.671), ‘vender ou fornecer ingresso por um preço superior ao indicado no bilhete’ é crime. Ainda assim – e apesar de ainda haver ingressos oficiais disponíveis, pelo menos para jogos menos procurados da fase de grupos -, não é preciso muito esforço para encontrar milhares de pessoas negociando entradas para jogos da Copa pelas redes sociais. E, na maioria das vezes, os preços ‘padrão Fifa’ são ignorados.

Uma mulher anunciou ingressos para o jogo da primeira fase entre Bélgica e Rússia da categoria 4 – a mais barata – no Maracanã por R$ 1.100 – 18 vezes o preço cobrado pela Fifa, que é de R$ 60

‘Brasil e Camarões. Próximo ao gramado. Inteira. Apenas 1 ingresso. Categoria 3. r$ 2.000(sic)’), anuncia um dos ‘vendedores’ em um grupo fechado no Facebook com quase 10 mil pessoas. O nome do grupo não esconde muito o objetivo de quem está ali: ‘Compra/Venda/Troca de ingressos para a Copa 2014’.

O ingresso oferecido – jogo de primeira fase da segunda categoria mais barata – custou R$ 180 pelo site da Fifa, único canal oficial de venda de ingressos do Mundial. O valor pedido – mais de 10 vezes o preço impresso no ingresso – é um reflexo do ‘leilão’ da Copa nas redes sociais. Entender como funciona é simples: quem dá mais, leva.

Até estratégias típicas do varejo são usadas para ‘ganhar’ compradores. ‘BAIXOU, BAIXOU, BAIXOU, ESTOU VENDENDO A PREÇO DE CUSTO. Tenho o seguinte jogo: Suíça x Equador Cat 1 em Brasília, 4 ingressos inteiros. Ótimos lugares e lado a lado. R$ 350,00 cada um. Interessados inbox’, postou um participante de um dos grupos, com tom de camelô.

Assim como esse, existem outras dezenas de grupos no Facebook com o mesmo intuito de negociar ingressos da Copa do Mundo. Alguns são fechados e têm um administrador para autorizar a entrada de novos membros e ‘gerir’ os posts, outros são abertos para quem quiser ver, ler e participar.

O negócio
Tudo começa com o post do anúncio. ‘Compra, troca ou vende ingresso para qual jogo e por quanto?’ O valor, porém, muitas vezes não é negociado publicamente e só é revelado em mensagens particulares com os vendedores. É justamente aí que começa o ‘leilão’ com as entradas.

Participantes dos grupos relatam que muitas vezes o vendedor aumenta o preço da entrada depois de já ter anunciado um valor inicial – tudo, dizem eles, baseado na lei da oferta e da procura. Sem falar nos perfis falsos com fotos genéricas – de Fuleco, de taça da Copa, etc – criados somente para fazer negócios com ingressos no Facebook.

Para quem achava os preços da Fifa já um pouco salgados, o ‘mercado paralelo’ da Copa do Mundo oferece opções bem mais indigestas – muito diferentes dos preços impressos nos ingressos.

Quando os valores cobrados destoam muito da realidade, os próprios membros dos grupos tendem a criticar os vendedores publicamente. Uma mulher anunciou ingressos para o jogo da primeira fase entre Bélgica e Rússia da categoria 4 – a mais barata – no Maracanã por R$ 1.100 – 18 vezes o preço cobrado pela Fifa, que é de R$ 60. Junto com ele, ela colocou uma lista de ingressos, sempre pedindo valores pelo menos 10 vezes mais caros do que o oficial. Nos comentários, ela foi alvo de piadas: ‘1.300 reais cat 4? HAHAHA, trabalhar ngm quer ne?’

Outra pessoa, no grupo também fechado ‘INGRESSOS COPA DO MUNDO 2014’, que tem mais de 12 mil membros, ofereceu uma entrada da categoria 4 para a semifinal na Arena Corinthians por R$ 3.000 – 27 vezes mais do que o preço pedido pela Fifa no mesmo ingresso (R$ 110).

Os valores exorbitantes são reflexo do grande motivo que tem levado os ‘torcedores comuns’ a criarem o ‘mercado paralelo da Copa’. Uma oportunidade de ganhar muito dinheiro. É isso que leva grande parte deles a negociar os ingressos nas redes sociais. Alguns entram nos grupos realmente porque não conseguirão ir aos jogos que compraram, mas quando se deparam com o ‘leilão’ no Facebook, acabam sendo tentados a lucrarem um pouco (ou muito) mais com suas entradas.

Uma das pessoas com quem a reportagem da BBC Brasil entrou em contato estava oferecendo o jogo Brasil x México na primeira fase, categoria 3, a R$ 1.800 – 10 vezes mais do que o valor impresso no ingresso. Mas ao negociar a entrega, ela acabou desistindo da tentação de lucrar com a partida: ‘Meu filho está implorando para não vender, vou com ele ao jogo’.

Enquanto uns reclamam do ‘abuso’, outros defendem as ‘leis’ do mercado. ‘Quero ver achar alguém vendendo pelo preço que pagou com um monte de gente pagando mais. É a lei da oferta e da demanda’, comentou um dos membros do grupo em um dos posts de venda com preços muito acima dos da Fifa.

Contra a lei
Uma vez negociado o ingresso, os comerciantes das redes sociais partem para o acordo sobre a entrega. A maioria prefere mandar as entradas pelo correio (Sedex), mas algumas marcam um ponto de encontro na cidade em que moram para efetivarem a venda. O grande problema nesse caso é que existe o risco do flagrante pela polícia.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia do Consumidor (Decon), está empenhada em inibir o comércio de ingressos do Mundial e criou a ‘Operação Torcedor’ justamente para investigar os cambistas. Na terça-feira, uma mulher foi presa vendendo ingressos da Copa do Mundo por R$ 7.000 em um shopping da zona norte do Rio de Janeiro.

Para combater o problema, a Polícia tem adotado ações de inteligência e monitoramento, inclusive em redes sociais, para localizar os ‘torcedores-cambistas’. Segundo o delegado Ricardo Barboza, da Decon do Rio de Janeiro, três pessoas já foram presas em flagrante e outra não foi autuada, mas está respondendo pelo crime de cambismo.

‘Na Copa do Mundo, as pessoas estão vislumbrando uma oportunidade de auferir uma renda extra com a venda de ingressos, o que eu estou denominando de ‘cambista ocasional’. São pessoas que não fazem desta prática um meio de vida, mas como os preços estão altos, vislumbram uma oportunidade financeira’, disse à BBC Brasil.

A Fifa tem trabalhado em parceria com as autoridades brasileiras e também em outros países para acabar com a ação de cambistas na Copa do Mundo. A entidade não quis revelar detalhes das ações que têm tomado para combater o problema, mas explicou que usa ‘estratégias legais, operacionais e educacionais’ para ajudar a resolver a questão. Na semana passada, a Fifa divulgou um comunicado sobre o tema, alertando as pessoas para a venda ilegal e para os ingressos falsos que estão sendo comercializados.

A entidade reforça que disponibiliza uma plataforma de revenda de ingressos para os torcedores que, por algum motivo, não possam ir a algum jogo que compraram. É a única forma autorizada para revender um ingresso. Nesse caso, eles podem retornar a entrada para a Fifa, que revende o tíquete e repassa o valor pago pelo comprador inicial com um desconto de uma taxa de 10%.

Outra medida para diminuir a ação dos cambistas é fazer o ingresso da Copa ser nominal. Mas, nesse caso, a fiscalização na entrada do estádio – com os seguranças conferindo nome impresso no tíquete e documento com foto do dono dele – acaba não acontecendo.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

LG lança G3, novo smartphone top de linha, na Coreia do Sul

Novo LG G3 foi lançado nesta quarta (28) na Coreia do Sul (Foto: Han Jong-chan/Yonhap/Reuters)Novo LG G3 foi lançado nesta quarta (28) na Coreia do Sul (Foto: Han Jong-chan/Yonhap/Reuters)

A fabricante sul-coreana LG lançou nesta quarta-feira (28) na Coreia do Sul o G3, seu novo smartphone topo de linha. O aparelho tem uma tela de 5,5 polegadas Quad HD – quase o dobro da resolução do seu predecessor, o G2 – câmera traseira de 13 Megapixels com foco a laser, recurso que permite tirar fotos com mais velocidade, e chega por 900 mil wons (cerca de US$ 880, ou R$ 1,98 mil).

O preço de lançamento do G3 na Coreia do Sul é cerca de 6% mais barato que o G2, ressaltando a concorrência que se acirra tanto em preço quanto em recursos entre as fabricantes de smartphone enquanto o crescimento do mercado desacelera.

O G3 vem ainda com a versão 4.4.2 KitKat do sistema operacional Android, modelos com armazenamento interno de 16 e 32 GB e um processador Qualcomm Snapdragon de 2,5 GHz.

A LG disse que pretende vender mais de 10 milhões de unidades do novo G3, que vem com um filme metálico na sua capa traseira de plástico, para melhorar seu combalido negócio de dispositivos móveis e fornecer um ímpeto de lucro significativo no próximo trimestre.

“Falando de maneira ampla, as condições de negócio devem ser melhores no segundo trimestre do que no primeiro”, disse Park Jong-seok, presidente-executivo do negócio de dispositivos móveis da LG, citando o lançamento mundial do G3 como um fator importante.

Embora a LG não tenha divulgado números de vendas para o G2, representantes da indústria estimam que mais de 5 milhões de unidades foram vendidas desde seu lançamento em agosto de 2013.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Conteúdo sobre Senna é lançado para ‘Gran Turismo 6’

Jogadores podem pilotar a Lotus de F1 de Senna (Foto: Divulgação/Sony)Jogadores podem pilotar a Lotus de F1 de Senna (Foto: Divulgação/Sony)

O conteúdo adicional gratuito em homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna no simulador “Gran Turismo 6”, do PlayStation 3, chega nesta sexta-feira (30), de acordo com a Sony. O download pode ser feito diretamente pelo game ou pela loja virtual PlayStation Store.

Com o lançamento do conteúdo, aparecerá um menu exclusivo sobre o tricampeão mundial de Fórmula 1 que os jogadores poderão acessar.

O pacote traz três veículos: seu kart, seu carro na Fórmula 3 e sua Lotus quando começou na Fórmula 1 em 1985. Os três veículos podem ser comprados com dinheiro virtual recebido com vitórias no game e a Lotus pode ser conquistada gratuitamente ao conseguir troféu de bronze nas corridas deste modo de jogo. Os desafios que tem como objetivos baixar os tempos do campeão ocorrem nas pistas de Monza e de Brands Hatch, que foram readaptadas para seu traçado daquele ano.

Os desafios não são fáceis, mesmo com um kart, o mais lento dos três veículos, obviamente. Mas o grande desafio está com o carro de Formula 1. O tempo a ser batido nas duas pistas são de pole positions de Senna com sua Lotus em 1985: “1:25:084” em Monza e “1:07:169” em Brands Hatch.

A Sony afirma que quer fazer com que os fãs treinem muito e façam diversas tentativas para conseguir, no mínimo, o troféu de bronze.

 Além dos veículos, das pistas e das roupas, todo o conteúdo voltado a Ayrton Senna em “Gran Turismo 6” conta a história do brasileiro. Há fotos inéditas dos álbuns pessoais da família que são compartilhadas no game. Em slides, um texto explica diversos momentos da vida e da carreira do piloto, algo que percebe-se ter sido feito por fãs.

Kazunori Yamauchi, o criador da franquia, esteve no Brasil em 2013 durante a feira Brasil Game Show – onde ele mesmo anunciou o conteúdo – e visitou o Instituto Ayrton Senna para conhecer melhor a vida do piloto.

new WM.Player( { videosIDs: “3374550”, sitePage: “g1/tecnologia/games/videos”, zoneId: “110461”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3374550”)[0]);

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Google recebeu 12 mil pedidos de ‘direito ao esquecimento’ em um dia

Novo serviço foi criado após decisão do Tribunal Europeu de Justiça (Foto: AP)Novo serviço foi criado após decisão do Tribunal Europeu de Justiça (Foto: AP)

Só nesta sexta-feira (30), o Google recebeu 12 mil pedidos de internautas europeus para que seus nomes desapareçam de seu motor de busca, informou neste sábado (31) à AFP um porta-voz do grupo.

A declaração oficial confirma dados revelados pelo jornal Der Spiegel.

O gigante americano, principal motor de busca na internet, criou um formulário online acessível a todos os europeus para solicitar a remoção de links, em conformidade com a decisão emitida pela justiça europeia em meados de maio.

O Tribunal de Justiça da União Europeia considerou que os indivíduos têm o direito de exigir a exclusão de páginas encontradas através do motor de busca e que contenham informações pessoais sobre eles, especialmente se estão desatualizadas ou imprecisas.

Os pedidos serão examinados individualmente, afirmou o Google.

A empresa não se manifestou sobre o tempo que levará para retirar os links, pois dependerá de cada pedido.

A criação deste mecanismo de esquecimento digital responde a um temor crescente dos usuários da internet de controlar a sua reputação online, e que na Europa se soma a preocupações com a proteção de informações pessoais.

Neste sentido, trata-se de um desafio para os Estados Unidos em geral, e do Google, em particular.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Final de ‘League of Legends’ tem 4 equipes atrás de R$ 100 mil

Fãs acompanham partidas de campeonato brasileiro de 'League of Legends' (Foto: Divulgação/Riot Games)Fãs acompanham partidas de campeonato
brasileiro de ‘League of Legends’
(Foto: Divulgação/Riot Games)

A Liga Brasileira – Série dos Campeões, campeonato brasileiro do game batalhas em arenas “League of Legends”  chega em sua etapa final que será disputada em Fortaleza (CE) nos dias 7 e 8 de junho. As equipes CNB E-Sports Club, KaBuM!, KeyD Stars e PaiN Gaming obtiveram as melhores pontuações do torneio e classificaram-se para disputar a semifinal e a final do torneio realizado pela Riot Games no Centro de Eventos do Ceará.

As equipes disputarão o título de campeão da Liga Brasileira de “League of Legends” e concorrem ao prêmio de R$ 45 mil. O segundo colocado receberá R$ 25 mil e o terceiro, R$ 12,5 mil, completando os R$ 100 mil de premiação da competição.

As semifinais e a disputa de terceiro e quarto lugar serão realizadas em formato melhores de três e a grande final em uma melhor de cinco.

“Pela primeira vez, os fãs de eSports da região Nordeste terão a oportunidade de ver ao vivo uma etapa oficial do Circuito Brasileiro de League of Legends, com os melhores jogadores do cenário brasileiro. Realizar a última etapa do torneio no Ceará é um reflexo do crescimento da modalidade e de todo o esforço da Riot para promovê-la no País”, afirma Philipe Monteiro, gerente de eSports da Riot Games Brasil. “A torcida assistirá partidas muito disputadas, uma vez que, por competirem com frequência desde a abertura do torneio, em Porto Alegre, os times já possuem estratégias mais elaboradas para alcançarem a vitória”.

Durante a Terceira Temporada de “League of Legends”, realizada em 2013, mais de US$ 8 milhões foram distribuídos por todo o mundo. A premiação total do campeonato brasileiro foi de US$ 100 mil, sendo que US$ 40 mil foram distribuídos durante as quatro etapas classificatórias e o valor restante, de US$ 60 mil, esteve em jogo na final.

Serviço
O que é: Liga Brasileira – Série dos Campeões; etapa Fortaleza;
Quando: 7 e 8 de junho, das 10h às 20h;
Onde: no Centro de Convenções – Av. Washington Soares, 1.141, Fortaleza;
Ingressos: custam entre R$ 30 e R$ 40 com assentos numerados e são vendidos pela internet (acesse aqui);
Transmissão das partidas: pelo site Twitch (acesse aqui).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Apple espera que cofundador da Beats ajude com mercado musical

Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e também cofundador da Beats e Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple. (Foto: Divulgação/Business Wire)Jimmy Iovine, cofundador da Beats, Tim Cook,
presidente-executivo da Apple, o rapper Dr. Dre e
Eddy Cue, vice-presidente de software da Apple
(Foto: Divulgação/Business Wire)

A mais nova grande contratação da Apple não tem certeza se seu cargo tem nome e não se comprometerá a trabalhar em tempo integral na sede da empresa, mas a fabricante do iPhone aposta no cofundador da Beats, Jimmy Iovine, para guiá-la num dinâmico mercado de música.

O veterano da indústria fonográfica se junta à Apple como parte da aquisição de US$ 3 bilhões da fabricante de equipamentos de áudio e transmissão de música Beats. E o “ouvido” de Iovine para música e sua experiência na indústria do entretenimento são valiosas para a Apple, disse o vice-presidente de softwares e serviços para Internet, Eddy Cue, na quarta-feira (28).

“A música está morrendo do modo como a conhecemos. Ela não tem crescido da maneira que todos queremos que ela cresça”, disse Cue, ao lado de Iovine, numa conferência de tecnologia no sul da Califórnia.

Junto ao rapper e cofundador da Beats, Dr. Dre, Iovine chega à Apple num momento em que serviços de streaming de música como Pandora e Spotify estão ganhando popularidade. A expectativa é de que os serviços de transmissão eventualmente ofusquem os downloads de músicas oferecidos pelo iTunes, a própria loja on-line da Apple.

O serviço de música por assinatura da Beats obteve 250 mil usuários em seus três primeiros meses de disponibilidade, segundo Iovine, um número relativamente modesto em comparação aos 10 milhões de assinantes pagantes do Spotify.

“Temos que acertar este modelo. Não sabemos o modelo exato ainda, mas temos que colocar esteróides nessa coisa e fazer isso rápido”, disse Iovine.

Iovine, de 61 anos, é mais conhecido como fundador da Interscope Records, casa de artistas como Eminem e Lady Gaga. Ele disse que existe há muito tempo uma distância entre o Vale do Silício e Hollywood, lacuna que a Apple e a Beats buscarão preencher.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,