RSS

Arquivo mensal: maio 2014

China processa oito pessoas por ataque na Praça Celestial

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Promotores do extremo oeste da China processaram oito pessoas por um ataque em outubro de 2013 nos arredores da Praça da Paz Celestial, em Pequim, informou a agência de notícias estatal Xinhua neste sábado (31). Na ocasião, um carro perdeu o controle e atingiu uma multidão, pegando fogo em seguida. Três pessoas do veículo e dois pedestres morreram e 40 pessoas ficaram feridas.

O governo da região agitada de Xinjiang também revelou novas políticas para apoiar uma campanha nacional antiterrorismo, oferecendo recompensas por armas entregues à polícia e exigindo que as empresas contratem mais moradores locais.

O movimento antiterrorismo está se focando em Xinjiang, lar de uma grande minoria muçulmana Uigur, após uma série de ataques sangrentos, pelos quais Pequim acusa os islâmicos e os separatistas da região. O governo também culpa os militantes separatistas de Xinjiang pelo atentado em Pequim.

Os Uigures são culturalmente mais próximos dos grupos étnicos ao redor da Ásia Central e da Turquia do que dos chineses da etnia Han, que compõem a grande maioria da população chinesa.

A procuradoria de Urumqi, capital de Xinjiang, indiciou os oito por “organizar, liderar e participar (de) um grupo terrorista e de por em risco a segurança pública através de ações perigosas”, disse a Xinhua.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Novo ‘Battlefield’ substitui temática militar por luta de polícia e criminosos

'Battlefield Hardline' substitui temática militar por luta entre polícia e criminosos (Foto: Divulgação/Electronic Arts)‘Battlefield Hardline’ substitui temática militar por luta entre polícia e criminosos (Foto: Divulgação/Electronic Arts)

A produtora Electronic Arts anunciou na terça-feira (27) o game “Battlefield Hardline”, novo título da série de tiro em primeira pessoa “Battlefield”. Ao contrário dos outros jogos da franquia, de temática militar e sob custódia do estúdio sueco DICE, “Hardline” mostra a “guerra contra o crime e a batalha entre policiais e criminosos” e está sendo desenvolvido pela Visceral Games, criadora da série “Dead Space”.

Nenhuma imagem ou detalhe do jogo foram divulgados. No entanto, em postagem no blog da EA, Steve Papoutsis, vice-presidente e gerente geral da Visceral Games, afirma que o estúdio irá divulgar mais informações sobre as “mudanças na fundação do multiplayer de ‘Battlefield’ e em como estamos trabalhando para trazer as forças da Visceral ao modo de um jogador” durante a E3, feira que acontece em junho em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Segundo Papoutsis, “Battlefield Hardline” será lançado no terceiro trimestre de 2014. As plataformas que receberão o game não foram confirmadas, mas espera-se um lançamento focado no PlayStation 4 e no Xbox One, os videogames de nova geração.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

‘Mario Kart 8’ terá download gratuito de carro da Mercedes-Benz

'Mario Kart 8' terá carro da Mercedes-Benz (Foto: Divulgação/Nintendo)‘Mario Kart 8’ terá carro da Mercedes-Benz (Foto: Divulgação/Nintendo)

Além dos tradicionais karts, os jogadores do aguardado game de corrida “Mario Kart 8” poderão dirigir uma Mercedes-Benz no jogo, anunciou a Nintendo nesta quinta-feira (29). Promovida no Japão, a parceria com a montadora alemã irá levar o modelo GLA para dentro do game por meio de um download gratuito nos próximos meses. A Nintendo não disse se o DLC também será oferecido em outros países.

“Mario Kart 8” será lançado mundialmente para Wii U nesta sexta-feira (30). Pela primeira vez na série, o game de corrida de Mario e companhia tem gráficos em alta definição e carros e motos que desafiam a gravidade em pistas com traçados malucos. “Mario Kart 8” também terá suporte a disputas para até 12 jogadores pela internet e a possibilidade de se publicar os replays das corridas diretamente no YouTube.

O game tem 16 pistas inéditas e outras 16 clássicas, que foram refeitas para que pudessem ser aplicadas as novas características do jogo, como itens e a habilidade de andar de cabeça para baixo e pelas paredes. Entre os personagens, Baby Rosalina e Pink Gold Peach se unem ao elenco clássico que inclui Mario, Luigi, Wario, Toad, Yoshi, Donkey Kong, entre outros, atingindo um total de 29 personagens.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Ucrânia acusa Rússia de minar a legitimidade do presidente eleito

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Militantes pró-russos guardam um posto com uma bandeira russa na cidade ucraniana de Donetsk neste sábado (31) (Foto: Viktor Drachev/AFP)Militantes pró-russos guardam um posto com uma bandeira russa na cidade ucraniana de Donetsk neste sábado (31) (Foto: Viktor Drachev/AFP)

A Ucrânia acusou neste sábado (31) a Rússia de lançar uma campanha de propaganda internacional para justificar sua “agressão” no leste do país e para convencer as potências ocidentais a não reconhecer o vencedor da eleição presidencial, o oligarca pró-ocidental Petro Poroshenko.

Após os violentos combates no início desta semana no aeroporto internacional de Donetsk, os confrontos multiplicaram-se entre rebeldes pró-russos e as forças leais a Kiev no leste do país, onde duas equipes de observadores internacionais da OSCE ainda estão desaparecidas.

Moscou denuncia uma “operação punitiva” de Kiev e apela para o fim da operação militar lançada pela Ucrânia em 13 de abril, a fim de iniciar um diálogo com os separatistas.

“O Kremlin continua a fazer declarações baseadas na emoção e inventar informações a fim de apoiar a agressão russa”, denunciou o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Andrei Deshchitsia.

Esta “enorme campanha de informação” é “a última oportunidade para a Rússia tentar influenciar a opinião pública internacional”, disse o chanceler, em um artigo publicado no jornal de língua inglesa Kyiv Post.

O presidente russo, Vladimir Putin, reiterou nos últimos dias seu apelo aos líderes ocidentais para exortar Kiev a parar sua ofensiva no leste.

Para o ministro ucraniano, a Rússia tenta, desta forma, minar a legitimidade de Petro Poroshenko, eleito no primeiro turno da eleição presidencial de 25 de maio.

O oligarca pró-ocidental, apelidado de o “rei do chocolate”, se reunirá na quarta-feira (4) com o presidente dos Estados Unidos Barack Obama na Polônia, antes de participar nas cerimônias de comemoração do Desembarque na Normandia, em 6 de junho.

Moscou também acusou nesta sexta-feira (30) o Exército ucraniano de violar a Convenção de Genebra de 1949 sobre a proteção dos civis, ao utilizar de forma “voluntária” recursos militares para “matar civis”, e propôs fornecer “ajuda humanitária” aos separatistas do leste.

Confrontos esporádicos

“Fornecer armas de um lado e medicamentos do outro é, no mínimo, contraditório”, considerou o chefe da diplomacia ucraniana.

Embora a Otan tenha confirmado que a Rússia retirou dois terços de seus soldados estacionados na fronteira com a Ucrânia, Kiev ainda denuncia a presença de cidadãos russos entre os rebeldes.

Washington também expressou sua preocupação com a chegada de homens armados a partir da república russa da Chechênia.

Os separatista pró-russos reconheceram que a maioria das 40 vítimas dos combates no aeroporto de Donetsk eram de nacionalidade russa.

No “front do leste”, Kiev assegura ter ganhado terreno frente aos separatistas com sua ofensiva, que deixou mais de 200 mortos, entre soldados, separatistas e civis, desde meados de abril.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), por sua vez, indicou esta semana que perdeu contato com duas de suas equipes nesta região. Uma delas desapareceu na segunda-feira em Donetsk, enquanto a outra está desaparecida desde quinta-feira na região de Lugansk.

Na madrugada deste sábado, confrontos esporádicos foram registrados na região.

Em Donetsk, os separatistas atacaram duas vezes, sem sucesso, os soldados ucranianos que guardavam o aeroporto da cidade, informou à AFP um porta-voz do Exército ucraniano.

Os guardas de fronteira informaram, por sua vez, que três pessoas ficaram feridas em um ataque pró-russo contra uma unidades ucraniana na região de Lugansk.

Em relação ao conflito do gás, Kiev deu um primeiro passo na sexta-feira para solucionar a questão do abastecimento de gás russo ao pagar parte de sua dívida com a empresa estatal russa Gazprom.

Bruxelas acolherá novas negociações na segunda-feira para evitar a interrupção do fornecimento de gás, o que também poderia afetar a Europa.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Torcedores fazem ‘leilão’ de ingressos da Copa nas redes sociais

Final da Copa do Mundo no Maracanã está custando até R$ 10 mil no 'mercado paralelo' das redes sociais (Foto: Reuters)Final da Copa do Mundo no Maracanã está custando até R$ 10 mil no ‘mercado paralelo’ das redes sociais (Foto: Reuters)

Quanto vale assistir à final da Copa do Mundo no dia 13 de julho do melhor lugar nas arquibancadas do Maracanã? Segundo a Fifa, R$ 1.980 seriam suficientes para uma experiência como essa. Mas para alguns torcedores, tal privilégio pode valer pelo menos cinco vezes esse valor. Ou quanto o ‘mercado paralelo’ da Copa permitir.

A Fifa proíbe a revenda de ingressos do Mundial e, de acordo com o Estatuto do Torcedor (lei federal 10.671), ‘vender ou fornecer ingresso por um preço superior ao indicado no bilhete’ é crime. Ainda assim – e apesar de ainda haver ingressos oficiais disponíveis, pelo menos para jogos menos procurados da fase de grupos -, não é preciso muito esforço para encontrar milhares de pessoas negociando entradas para jogos da Copa pelas redes sociais. E, na maioria das vezes, os preços ‘padrão Fifa’ são ignorados.

Uma mulher anunciou ingressos para o jogo da primeira fase entre Bélgica e Rússia da categoria 4 – a mais barata – no Maracanã por R$ 1.100 – 18 vezes o preço cobrado pela Fifa, que é de R$ 60

‘Brasil e Camarões. Próximo ao gramado. Inteira. Apenas 1 ingresso. Categoria 3. r$ 2.000(sic)’), anuncia um dos ‘vendedores’ em um grupo fechado no Facebook com quase 10 mil pessoas. O nome do grupo não esconde muito o objetivo de quem está ali: ‘Compra/Venda/Troca de ingressos para a Copa 2014’.

O ingresso oferecido – jogo de primeira fase da segunda categoria mais barata – custou R$ 180 pelo site da Fifa, único canal oficial de venda de ingressos do Mundial. O valor pedido – mais de 10 vezes o preço impresso no ingresso – é um reflexo do ‘leilão’ da Copa nas redes sociais. Entender como funciona é simples: quem dá mais, leva.

Até estratégias típicas do varejo são usadas para ‘ganhar’ compradores. ‘BAIXOU, BAIXOU, BAIXOU, ESTOU VENDENDO A PREÇO DE CUSTO. Tenho o seguinte jogo: Suíça x Equador Cat 1 em Brasília, 4 ingressos inteiros. Ótimos lugares e lado a lado. R$ 350,00 cada um. Interessados inbox’, postou um participante de um dos grupos, com tom de camelô.

Assim como esse, existem outras dezenas de grupos no Facebook com o mesmo intuito de negociar ingressos da Copa do Mundo. Alguns são fechados e têm um administrador para autorizar a entrada de novos membros e ‘gerir’ os posts, outros são abertos para quem quiser ver, ler e participar.

O negócio
Tudo começa com o post do anúncio. ‘Compra, troca ou vende ingresso para qual jogo e por quanto?’ O valor, porém, muitas vezes não é negociado publicamente e só é revelado em mensagens particulares com os vendedores. É justamente aí que começa o ‘leilão’ com as entradas.

Participantes dos grupos relatam que muitas vezes o vendedor aumenta o preço da entrada depois de já ter anunciado um valor inicial – tudo, dizem eles, baseado na lei da oferta e da procura. Sem falar nos perfis falsos com fotos genéricas – de Fuleco, de taça da Copa, etc – criados somente para fazer negócios com ingressos no Facebook.

Para quem achava os preços da Fifa já um pouco salgados, o ‘mercado paralelo’ da Copa do Mundo oferece opções bem mais indigestas – muito diferentes dos preços impressos nos ingressos.

Quando os valores cobrados destoam muito da realidade, os próprios membros dos grupos tendem a criticar os vendedores publicamente. Uma mulher anunciou ingressos para o jogo da primeira fase entre Bélgica e Rússia da categoria 4 – a mais barata – no Maracanã por R$ 1.100 – 18 vezes o preço cobrado pela Fifa, que é de R$ 60. Junto com ele, ela colocou uma lista de ingressos, sempre pedindo valores pelo menos 10 vezes mais caros do que o oficial. Nos comentários, ela foi alvo de piadas: ‘1.300 reais cat 4? HAHAHA, trabalhar ngm quer ne?’

Outra pessoa, no grupo também fechado ‘INGRESSOS COPA DO MUNDO 2014’, que tem mais de 12 mil membros, ofereceu uma entrada da categoria 4 para a semifinal na Arena Corinthians por R$ 3.000 – 27 vezes mais do que o preço pedido pela Fifa no mesmo ingresso (R$ 110).

Os valores exorbitantes são reflexo do grande motivo que tem levado os ‘torcedores comuns’ a criarem o ‘mercado paralelo da Copa’. Uma oportunidade de ganhar muito dinheiro. É isso que leva grande parte deles a negociar os ingressos nas redes sociais. Alguns entram nos grupos realmente porque não conseguirão ir aos jogos que compraram, mas quando se deparam com o ‘leilão’ no Facebook, acabam sendo tentados a lucrarem um pouco (ou muito) mais com suas entradas.

Uma das pessoas com quem a reportagem da BBC Brasil entrou em contato estava oferecendo o jogo Brasil x México na primeira fase, categoria 3, a R$ 1.800 – 10 vezes mais do que o valor impresso no ingresso. Mas ao negociar a entrega, ela acabou desistindo da tentação de lucrar com a partida: ‘Meu filho está implorando para não vender, vou com ele ao jogo’.

Enquanto uns reclamam do ‘abuso’, outros defendem as ‘leis’ do mercado. ‘Quero ver achar alguém vendendo pelo preço que pagou com um monte de gente pagando mais. É a lei da oferta e da demanda’, comentou um dos membros do grupo em um dos posts de venda com preços muito acima dos da Fifa.

Contra a lei
Uma vez negociado o ingresso, os comerciantes das redes sociais partem para o acordo sobre a entrega. A maioria prefere mandar as entradas pelo correio (Sedex), mas algumas marcam um ponto de encontro na cidade em que moram para efetivarem a venda. O grande problema nesse caso é que existe o risco do flagrante pela polícia.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia do Consumidor (Decon), está empenhada em inibir o comércio de ingressos do Mundial e criou a ‘Operação Torcedor’ justamente para investigar os cambistas. Na terça-feira, uma mulher foi presa vendendo ingressos da Copa do Mundo por R$ 7.000 em um shopping da zona norte do Rio de Janeiro.

Para combater o problema, a Polícia tem adotado ações de inteligência e monitoramento, inclusive em redes sociais, para localizar os ‘torcedores-cambistas’. Segundo o delegado Ricardo Barboza, da Decon do Rio de Janeiro, três pessoas já foram presas em flagrante e outra não foi autuada, mas está respondendo pelo crime de cambismo.

‘Na Copa do Mundo, as pessoas estão vislumbrando uma oportunidade de auferir uma renda extra com a venda de ingressos, o que eu estou denominando de ‘cambista ocasional’. São pessoas que não fazem desta prática um meio de vida, mas como os preços estão altos, vislumbram uma oportunidade financeira’, disse à BBC Brasil.

A Fifa tem trabalhado em parceria com as autoridades brasileiras e também em outros países para acabar com a ação de cambistas na Copa do Mundo. A entidade não quis revelar detalhes das ações que têm tomado para combater o problema, mas explicou que usa ‘estratégias legais, operacionais e educacionais’ para ajudar a resolver a questão. Na semana passada, a Fifa divulgou um comunicado sobre o tema, alertando as pessoas para a venda ilegal e para os ingressos falsos que estão sendo comercializados.

A entidade reforça que disponibiliza uma plataforma de revenda de ingressos para os torcedores que, por algum motivo, não possam ir a algum jogo que compraram. É a única forma autorizada para revender um ingresso. Nesse caso, eles podem retornar a entrada para a Fifa, que revende o tíquete e repassa o valor pago pelo comprador inicial com um desconto de uma taxa de 10%.

Outra medida para diminuir a ação dos cambistas é fazer o ingresso da Copa ser nominal. Mas, nesse caso, a fiscalização na entrada do estádio – com os seguranças conferindo nome impresso no tíquete e documento com foto do dono dele – acaba não acontecendo.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Voos são cancelados na Austrália e na Indonésia após erupção de vulcão

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Voos na Austrália e na Indonésia foram cancelados neste sábado (31) por causa do vulcão Sangiang, que entrou várias vezes em erupção desde sexta-feira (30) e lançou nuvens de quilômetros de altura na província de Sonda Ocidental, informou a imprensa local.

A nuvem de fumaça e cinza obrigou o cancelamento de vários voos na ilha de Darwin, no extremo norte da Austrália, sobretudo em direção a outras cidades australianas e à ilha indonésia de Bali.

As companhias aéreas afetadas são Virgin, Jetstar, Qantas, Emirates e Airnorth, segundo o jornal “The Australian”.

Tim Birch, do centro de meteorologia de Darwin, afirmou que uma nuvem afetou o Território Norte, o estado setentrional australiano.

“A nuvem que afeta Darwin durará pelo menos 18 horas. Veremos a coluna começar a se movimentar em direção ao leste no Território Norte e seguir de forma contínua até o leste no Monte Issa (Queensland), e depois começará a se dissipar”, afirmou o meteorologista.

“O vulcão ainda está entrando em erupção, como durante a maior parte do dia. Não de forma tão violenta como inicialmente, mas há uma coluna densa”, acrescentou.

As autoridades temem que a fumaça possa afetar voos até a cidade de Brisbane, no sudeste da Austrália, nos próximos dias.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

LG lança G3, novo smartphone top de linha, na Coreia do Sul

Novo LG G3 foi lançado nesta quarta (28) na Coreia do Sul (Foto: Han Jong-chan/Yonhap/Reuters)Novo LG G3 foi lançado nesta quarta (28) na Coreia do Sul (Foto: Han Jong-chan/Yonhap/Reuters)

A fabricante sul-coreana LG lançou nesta quarta-feira (28) na Coreia do Sul o G3, seu novo smartphone topo de linha. O aparelho tem uma tela de 5,5 polegadas Quad HD – quase o dobro da resolução do seu predecessor, o G2 – câmera traseira de 13 Megapixels com foco a laser, recurso que permite tirar fotos com mais velocidade, e chega por 900 mil wons (cerca de US$ 880, ou R$ 1,98 mil).

O preço de lançamento do G3 na Coreia do Sul é cerca de 6% mais barato que o G2, ressaltando a concorrência que se acirra tanto em preço quanto em recursos entre as fabricantes de smartphone enquanto o crescimento do mercado desacelera.

O G3 vem ainda com a versão 4.4.2 KitKat do sistema operacional Android, modelos com armazenamento interno de 16 e 32 GB e um processador Qualcomm Snapdragon de 2,5 GHz.

A LG disse que pretende vender mais de 10 milhões de unidades do novo G3, que vem com um filme metálico na sua capa traseira de plástico, para melhorar seu combalido negócio de dispositivos móveis e fornecer um ímpeto de lucro significativo no próximo trimestre.

“Falando de maneira ampla, as condições de negócio devem ser melhores no segundo trimestre do que no primeiro”, disse Park Jong-seok, presidente-executivo do negócio de dispositivos móveis da LG, citando o lançamento mundial do G3 como um fator importante.

Embora a LG não tenha divulgado números de vendas para o G2, representantes da indústria estimam que mais de 5 milhões de unidades foram vendidas desde seu lançamento em agosto de 2013.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , ,