RSS

Ave usa algodão com pesticida para fazer ninho e elimina ameaça parasita

10 maio

 Tentilhões-de-Galápagos são ameaçadas por larvas de moscas (Foto: Reuters/Sarah A. Hnutie) Tentilhões-de-Galápagos são ameaçadas por larvas de moscas (Foto: Reuters/Sarah A. Hnutie)

Cientistas desenvolveram um método curioso para ajudar pássaros ameaçados nas Ilhas Galápagos a se defender contra uma ameaça parasita.

Os tentilhões-de-Galápagos – pássaros famosos por terem inspirado Charles Darwin a criar a teoria da evolução por seleção natural – são frequentemente ameaçados por larvas de moscas parasitas que matam os filhotes nos ninhos.

O que os pesquisadores fizeram foi colocar bolas de algodão com um suave pesticida perto de onde os pássaros faziam seus ninhos. Os pássaros pegavam pedaços do algodão com seus bicos e os incorporavam aos ninhos, matando as larvas de moscas sem prejudicar seus filhotes. A descoberta foi publicada na revista “Current Biology”

O pesticida escolhido foi a permetrina, geralmente usado para tratar piolhos em pessoas. Ele também é capaz de matar a espécie de mosca Philornis downsi, aparentemente introduzida involuntariamente por pessoas nas Ilhas Galápagos. Essa espécie tem sido responsabilizada pelo declínio dos tentilhões-de-Galápagos, incluindo duas espécies ameaçadas.

“Esse parasita não era encontrado nas Galápagos historicamente, por isso os tentilhões-de-Galápagos não tiveram tempo de desenvolver defesas contra os parasitas”, disse o biólogo Dale Clayton, da Universidade de Utah, um dos autores do estudo.

As moscas provavelmente chegaram às ilhas a bordo de navios ou aviões. O problema foi notado pela primeira vez em 1997. As moscas põem ovos nos ninhos dos pássaros e, ao nascerem, as larvas se alimentam do sangue dos filhotes e de suas mães.

“Atualmente, não há métodos de combater efetivamente o parasita”, diz a pesquisadora Sarah Knutie, também na Universidade de Utah.

A pesquisa mostrou que, quando os pássaros usaram pedaços de algodão com pesticida, a quantidade de larvas reduziu para ao menos a metade. Nos ninhos em que a quantidade de algodão com pesticida chegava a um grama, quase todos ficaram completamente livres do parasita.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: