RSS

Mau tempo interrompe buscas de Boeing da Malaysia Airlines

26 mar

As buscas por mar e ar do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines que supostamente caiu no Oceano Índico foram suspensas nesta segunda-feira (24) (terça-feira no horário local) devido ao mau tempo na região, afetada por fortes ventos e ondas gigantes, informou a Autoridade Australiana de Segurança Marítima (AMSA, na sigla em inglês).

“A AMSA realizou uma avaliação e determinou que as circunstâncias climáticas atuais são perigosas para qualquer atividade de busca por mar e ar, com risco para as tripulações […] Diante disto, a AMSA suspendeu todas as operações de busca – por mar e ar – no dia de hoje devido às condições climáticas.”

A busca ocorre em uma região de 2.500 km a sudeste de Perth, um dos locais mais inóspitos do mundo.

Nesta segunda-feira (24), o primeiro-ministro malaio, Najib Razak, confirmou que o Boeing 777-200 que fazia o trajeto Kuala Lumpur-Pequim caiu no Oceano Índico.

A informação foi obtida com base em uma nova análise de dados de um satélite da Grã-Bretanha, que apontaram que a última localização do avião com 239 pessoas a bordo foi no sul do Índico, a oeste de Perth, na Austrália. Segundo o premiê, não há sobreviventes. Até agora, porém, os destroços da aeronave ainda não foram avistados nem localizados.

“Esta é uma localização remota, longe de quaisquer possíveis locais de pouso”, disse Najib. “Assim, é com profunda tristeza e lamento que devo informá-los que, de acordo com estes novos dados, o voo MH370 terminou no sul do Oceano Índico.”

Najib acrescentou que as famílias de passageiros e tripulantes foram informadas dos desdobramentos.

Seus comentários aconteceram num momento em que um navio australiano estava perto de encontrar possíveis destroços de um avião após uma série crescente de visualizações de objetos flutuando que se acredita serem parte do avião.

Os objetos, descritos como “circulares e cinzas ou verdes” e “retangulares laranjas”, foram vistos na tarde de segunda-feira no horário local, disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, acrescentando que três aviões também estão a caminho da área.

O voo MH370 desapareceu dos radares civis menos de uma hora depois de decolar de Kuala Lumpur rumo a Pequim em 8 de março. Desde então não houve nenhuma visualização confirmada da aeronave e não há pistas sobre o que deu errado.

new WM.Player( { videosIDs: “3235888”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3235888”)[0]);

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: