RSS

Atentado contra hotel no Afeganistão deixa ao menos 13 mortos

21 mar

Um atentado contra um hotel de Cabul, no Afeganistão, matou nesta sexta-feira (21) nove civis e quatro insurgentes. Uma das vítimas é o ex-diplomata paraguaio Luis María Duarte, informou a chancelaria em Assunção à AFP.

Entre os mortos também está Sardar Ahmad, de 40 anos, jornalista afegão que trabalhava na AFP desde 2003 e era um repórter veterano no país. Sua mulher e dois de seus três filhos também morreram.

Os talibãs reivindicaram o ataque.

Policial afegão guarda a entrada do hotel Serena em Cabul, no Afeganistão, nesta sexta-feira (21). Homens armados invadiram o local e abriram fogo, matando pelo menos nove pessoas (Foto: Anja Niedringhaus/AP)Policial afegão guarda a entrada do hotel Serena em Cabul, no Afeganistão, nesta sexta-feira (21). Homens armados invadiram o local e abriram fogo, matando pelo menos nove pessoas (Foto: Anja Niedringhaus/AP)

Quatro jovens armados entraram no hotel se fazendo passar por clientes e dispararam contra as pessoas no restaurante, revelou o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga.

O ministério do Interior afegão confirmou a morte de nove civis, incluindo crianças e cidadãos estrangeiros.

Os agressores “se esconderam durante várias horas em um banheiro do hotel e entraram no restaurante abrindo fogo”, disse Loizaga à AFP. “Esconderam as armas dentro das calças”, acrescentou.

Luis María Duarte, de 40 anos, trabalhava para o Instituto Nacional Democrata observando as eleições afegãs.

A ação ocorre poucas semanas antes da eleição presidencial no Afeganistão, da qual sairá o sucessor de Hamid Karzai.

Entre as vítimas civis estão duas crianças, três mulheres e quatro estrangeiros de Nova Zelândia, Canadá, Paquistão e Índia. Outros quatro civis ficaram feridos. As forças de segurança mataram os quatro insurgentes.

Nos últimos meses, aumentaram os ataques contra ONGs, instituições ocidentais e lugares frequentados por cidadãos de outros países.

O jornalista anglo-sueco Nils Horner foi assassinado a tiros no dia 11 de março no centro de Cabul enquanto fazia entrevistas. Em meados de janeiro, 21 pessoas, entre elas 13 estrangeiros, morreram em um atentado contra um restaurante frequentado por ocidentais no centro de Cabul, um dos ataques com maior número de vítimas de outros países.

Este não é o primeiro grande ataque contra o emblemático hotel de Cabul. Em 2008, oito pessoas morreram em um ataque contra o hotel, entre elas três americanos, um francês e um norueguês. Em 18 de janeiro de 2010, o Serena sofreu um novo ataque que causou a morte de 12 pessoas, entre elas sete terroristas.

O conflito afegão se encontra em um de seus momentos mais violentos desde a invasão dos Estados Unidos, que propiciou a queda do regime talibã há 12 anos.

A realização de eleições presidenciais no Afeganistão no dia 5 de abril intensificou as ações talibãs durante as últimas semanas.

Este ano é o último com presença de tropas da Otan no Afeganistão, de acordo com um calendário de retirada gradual que será concluído em dezembro, quando as forças locais assumirão a segurança em todo o território do país.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: