RSS

Chefe de TV pública é agredido e obrigado a renunciar na Ucrânia

19 mar

Deputados do partido nacionalista ucraniano Svoboda, que participa no governo de transição da Ucrânia, enfrentaram protestos nesta quarta-feira (19) depois da agressão sofrida pelo chefe da televisão pública para obrigá-lo a renunciar. A promotoria-geral anunciou a abertura de uma investigação preliminar para esclarecer os fatos ocorridos na véspera.

Segundo um vídeo difundido pelo site “Ukranska Pravda”, três deputados entraram no escritório de Olexandre Panteleimonov, diretor-geral da televisão nacional, acusando-o de fazer propaganda a favor do poder durante o movimento de protesto que levou à fuga do presidente Viktor Yanukovytch.

Frente a sua negativa de abandonar o cargo e a tentativa de fuga, os legisladores retiveram à força o funcionário nomeado em 2013 durante o governo de Yanukovytch, e o obrigaram violentamente assinar a carta de renúncia.

O incidente foi energicamente denunciado pela federação profissional de jornalistas e líderes políticos.

Desde terça à noite, o primeiro-ministro Arseni Yatseniuk falou de “atos inadmissíveis”. O ministro do Interior Arsen Avakov classificou os atos de “monstruosos”.

A organização de defesa dos direitos humanos Amnesty International pediu uma investigação e enfatizou que Mirochnytchenko pertence à comissão parlamentar encarregada da liberdade de imprensa.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: