RSS

Arquivo mensal: fevereiro 2014

Bento XVI está em paz consigo, diz arcebispo um ano após renúncia

Arcebispo é amigo de Bento XVI e acompanha agora o Papa Francisco (Foto: Tony Gentile/Reuters)Arcebispo Georg Ganswein é amigo de Bento XVI e acompanha agora o Papa Francisco (Foto: Tony Gentile/Reuters)

Um ano depois da surpreendente renúncia, o papa emérito Bento XVI não tem arrependimentos e acredita que a história vai reconhecer o seu papado tumultuado e muito criticado, disse à Reuters o homem mais próximo a ele em uma rara entrevista.

O arcebispo Georg Ganswein, que agora trabalha para o antigo papa, além de ser assessor do papa Francisco, deu detalhes de como Bento 16 passa seus dias, como está a sua saúde, seus sentimentos sobre a sua decisão e o relacionamento entre os dois pontífices.

“O papa Bento está em paz consigo e acho que ele até está em paz com Deus”, disse Ganswein, cujas duas funções o colocam em contato com o papa atual e o papa emérito diariamente.

Pedestres passam por um cartaz com a imagem de Bento XVI em Roma, um dia após Joseph Ratzinger deixar o comando do Vaticano e passar a ser Papa Emérito. (Foto: Gabriel Bouys/AFP)Bento XVI anunciou renúncia em fevereiro de 2013
(Foto: Gabriel Bouys/AFP)

Bento XVI anunciou a sua decisão de renunciar, o primeiro papa a fazê-lo em 600 anos, em 11 de fevereiro de 2013, citando problemas físicos e psicológicos do papado. Ele deixou o cargo em 28 de fevereiro e Francisco foi eleito em 13 de março como o primeiro pontífice não-europeu em 1.300 anos.

Ganswein, que esteve ao lado de Bento 16 desde a sua eleição em 2005, disse que o papa emérito não tem arrependimentos sobre ter deixado o cargo e tampouco ressentimentos contra seus críticos que, segundo o Vaticano, não o entenderam.

“Não. Está claro que humanamente falando, muitas vezes é doloroso ver que o que está escrito sobre alguém não corresponde ao que foi feito. Mas a medida do trabalho de alguém, do modo de alguém fazer as coisas, não é o que os meios de comunicação escrevem, mas o que é justo diante de Deus e da consciência.”

Julgamento da história
“Tenho certeza, realmente convencido, de que a história vai apresentar um julgamento que será diferente do que as pessoas frequentemente leram nos últimos anos do seu pontificado”, disse Ganswein em entrevista por telefone.

Bento XVI, que agora mora em um antigo convento nos jardins do Vaticano, disse antes de deixar o pontificado que passaria o resto dos seus dias “escondido do mundo” em isolamento e oração. Ele foi fotografado apenas quatro vezes desde então.

“De fato, ele está afastado do mundo, mas está presente na Igreja. Sua missão agora, como ele disse uma vez, é ajudar a Igreja e seu sucessor, o papa Francisco, através da oração. Essa é a sua primeira e mais importante tarefa”, disse Ganswein.

Ele disse que Bento XVI passa o tempo estudando, lendo, lidando com correspondências, recebendo visitantes, tocando piano e orando enquanto passeia pelos jardins do Vaticano.

“Ele está bem, mas, certamente, ele é uma pessoa que carrega o peso de sua idade. Então, ele é um homem que está fisicamente velho, mas seu espírito é muito vivaz e muito claro”, disse Ganswein.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Quatro homens são presos por jogar truco dentro agência bancária!

Grupo de amigos estaria aproveitando o ar condicionado de uma agência em Porto Alegre para jogar truco, mas foram presos pela polícia!

A notícia apareceu na internet no dia 06 de fevereiro de 2014 e afirmou que quatro amigos teriam sido presos pela polícia após serem flagrados jogando uma partida de truco dentro da agência de um banco em Porto Alegre – capital do Rio Grande do Sul. De acordo com o texto (acompanhado da foto abaixo) o tenente Henrique M. Nimin, da polícia militar, disse que não acreditou quando viu quatro homens adultos jogando cartas na sala fria com ar condicionado.

Os homens, segundo a manchete, foram encaminhados até a 16ª DP e liberados em instantes, já que de fato não apresentavam perigo para a sociedade e confessaram que só queriam tirar uma foto engraçada para colocar no Facebook.

Homens teriam sido presos jogando truco em agência bancária! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook) Homens teriam sido presos jogando truco em agência bancária! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

A notícia é falsa, mas a foto é real!

Essa história foi inventada e publicada no dia 06 de fevereiro de 2014, pelos humoristas do blog Jornal VDD. Como já mostramos diversas vezes aqui no E-farsas, o Jornal VDD é um blog humorístico e as notícias publicadas lá não devem ser levadas a sério, mas muitos sites e blogs acabam republicando as histórias criadas no Jornal VDD como se fossem reais. Muita gente acredita!

Apesar da notícia ser falsa, a foto é real! De acordo com o jornal Zero Hora, 4 amigos resolveram colocar uma mesa e cadeiras dentro de uma agência bancária na cidade de Fagundes Varela (RS) apenas para tirar a fotografia e, logo após, saíram da sala climatizada e voltaram para casa.

Na noite do dia 05 de fevereiro de 2014, o metalúrgico Silvano Leonardo Magro correu – durante o intervalo de um jogo de futebol que ele estava assistindo com os amigos – para sacar um dinheiro no caixa eletrônico e, quando voltou, comentou que dentro da agência a temperatura estava ótima. “Então, resolvemos fazer essa brincadeira” – diz o rapaz de 37 anos, autor da foto, ao jornal Zero Hora.

Foto: Silvano Leonardo Magro / Arquivo pessoal Foto original: (foto: Silvano Leonardo Magro/Arquivo pessoal)

Depois de publicada no Facebook, a foto se espalhou rapidamente pela rede social, fazendo enorme sucesso!

Ninguém foi preso por estar jogando dentro da agência bancária. A foto foi apenas uma brincadeira entre amigos que não teve maiores consequências.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Mulheres marcham em Madri contra projeto de lei para restringir aborto

Protesto abordo Spain (Foto: Javier Barbanch/Reuters)Mulheres protestam nas ruas de Madri contra lei que quer restringir o aborto (Foto: Javier Barbanch/Reuters)

Milhares de mulheres marcharam neste sábado (8) pelas ruas do centro de Madri para protestar contra o projeto de lei elaborado pelo governo conservador de Mariano Rajoy para restringir o aborto.

As manifestantes gritaram slogans como “Aborto Livre!” ou “Gallardón renuncie”, em referência ao ministro da Justiça, Alberto Ruiz-Gallardón, artífice da nova lei.

Em alguns dos cartazes mostrados pelas manifestantes era possível ler ‘Rosários e parlamentares, fora dos meus ovários’, em relação à suposta pressão da Igreja católica espanhola nesta reforma.

Os bispos espanhóis classificaram de avanço positivo o projeto, aprovado pelo conselho de ministros no dia 20 de dezembro, que modifica a lei do aborto aprovada em 2010 sob o governo socialista anterior. Esta permite atualmente a interrupção voluntária da gravidez até as 14 semanas a todas as mulheres e até as 22 semanas em caso de malformação do feto.

A reforma, no entanto, anula estes prazos e aceita apenas dois motivos para que o aborto seja legal na Espanha: estupro ou grave perigo para a saúde física ou psíquica da mãe.

O novo texto, que foi denunciado como um retrocesso pelas feministas e pela oposição de esquerda, não contempla, diferentemente da primeira lei do aborto da democracia espanhola, aprovada em 1985, a interrupção da gravidez em caso de malformação do feto.

“A lei quer nos fazer voltar 40 anos”, afirmava uma manifestante, Concha Merín, de 42 anos, que viajou da região de Extremadura, no oeste do país, para participar do protesto em Madri.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Confrontos deixam mortos na República Centro-Africana

Pelo menos 9 pessoas morreram desde sábado em um bairro do centro de Bangui, a capital da República Centro-Africana, onde neste domingo vários edifícios foram incendiados e os confrontos prosseguiam, segundo várias testemunhas.

A violência começou na noite de sábado perto da Câmara Municipal do quinto distrito da cidade, onde cinco pessoas morreram em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas.

Outras três pessoas morreram em confrontos e a nona vítima morreu pelas mãos dos soldados da força africana presente no país, indicaram as testemunhas.

Desde que a rebelião Seleka, majoritariamente muçulmana, tomou o poder em março de 2013, o país está afundado no caos e vive contínuos confrontos entre muçulmanos e cristãos, apesar da presença das forças militares francesas e da missão africana.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Colômbia e México vão dividir informações na luta contra o crime

Os Governos de Colômbia e México trocarão informações de segurança através de uma plataforma compartilhada para a identificação de delinquentes, segundo acertaram neste sábado (8) seus chanceleres em reunião realizada no marco da 8ª Cúpula da Aliança do Pacífico.

Os chanceleres da Colômbia, María Ángela Holguín, e do México, José Antonio Meade, fizeram um amplo repasse da relação bilateral em Cartagena, no norte da Colômbia, onde na próxima segunda-feira (10) ocorre a cúpula presidencial da Aliança, da qual também fazem parte Chile e Peru.

“Estamos lançando a plataforma em tempo real dessa troca de informação que permite aos dois países identificar essas pessoas que não queríamos que circulassem entre os dois países porque de alguma maneira estão causando muito prejuízo à imagem especificamente da Colômbia no México”, disse Holguín em entrevista coletiva.

Segundo a ministra, com o acesso a esta plataforma dará ao Governo mexicano “a possibilidade de não admiti-las”.

“É a primeira vez que a Colômbia entrega sua plataforma e acho que vai ser uma grande experiência para a qual poderemos olhar mais na frente se a ampliarmos aos outros países da Aliança do Pacífico”, acrescentou.

Colômbia e México mantêm uma estreita cooperação na luta contra o narcotráfico e outras formas de crime organizado, por terem sido ambos países vítimas da violência de diferentes tipos de máfias.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Apesar de ataques, ao menos 65 civis são retirados da cidade síria de Homs

O Crescente Vermelho sírio afirmou ter entregado mantimentos e remédios em áreas rebeldes da cidade de Homs, enquanto a imprensa oficial anunciou a retirada de ao menos 65 civis sitiados, no terceiro e último dia de uma trégua violada por tiros contra um comboio humanitário.

Este esforço humanitário acontece na véspera da segunda rodada de negociações entre o regime e os rebeldes sírios sob a égide da ONU em Genebra, dez dias após uma primeira tentativa que não resultou em medidas concretas para acabar com o conflito, que já deixou mais de 130 mil mortos em quase três anos, segundo uma ONG.

“Distribuímos 250 pacotes de alimentos, 190 kits de higiene e remédios para doenças crônicas”, afirmou o Crescente Vermelho em sua conta no Twitter, acrescentando que todos os seus funcionários e os da ONU conseguiram deixar Homs sem ferimentos.

A organização não apontou nenhuma das partes em conflito como responsável pelo ataque ao comboio humanitário.

A ajuda foi entregue em áreas de Homs controladas pelos rebeldes e sitiadas pelas tropas do regime sírio há mais de 600 dias.

E, segundo a agência oficial Sana, “65 civis, todos eles crianças, mulheres e idosos, foram retirados da cidade velha de Homs, em aplicação ao acordo entre a ONU e o governador de Homs”.

A televisão estatal indicou que a operação aconteceu, “apesar dos tiros de grupos terroristas armados”, em referência aos rebeldes que controlam os bairros sitiados pelo exército há 20 meses.

O Observatório Sírios dos Direitos Humanos (OSDH) e ativistas no terreno disseram, por sua vez, que disparos foram realizados contra o bairro de Qarabis, onde dezenas de civis se reuniram para serem retirados do local por veículos da ONU.

“Dezenas de civis foram retirados (…) o local em que estavam foi alvo de tiros”, declarou o OSDH. Os militantes acusam as milícias pró-regime de disparar contra civis a partir de bairros controlados pelo exército.

Desde sábado, as duas partes em conflito se acusam mutuamente de violar o cessar-fogo de três dias e de atacar os comboios de ajuda humanitária.

Neste contexto, quase 300 pessoas, entre civis e combatentes dos dois lados, morreram em meio à violência no sábado no país, segundo o OSDH.

Entre as vítimas estão 20 homens executados pelas forças do regime em Hama, no centro do país, de acordo com a ONG, e uma mulher e dois homens mortos de inanição no campo de refugiados palestinos de Yarmuk, em Damasco, que está sitiado desde junho de 2013.

A ONU e o Crescente Vermelho sírio deveriam levar no sábado uma ajuda de emergência aos civis que escolheram permanecer nos bairros sitiados de Homs e retirar outras pessoas em risco, mas a violência, que terminou com cinco mortos, incluindo um comandante rebelde, impediu a operação.

Na sexta-feira, 83 civis foram retirados da parte antiga da cidade.

A chefe das operações humanitárias da ONU, Valerie Amos, expressou em um comunicado sua “decepção” após a violação da trégua, insistindo que as Nações Unidas irão continuar a “se esforçar o máximo possível para levar ajuda para aqueles que necessitam”.

“Esperamos que mais ajuda possa entrar na cidade e que os civis possam ser retirados em segurança, mas não sei se isso vai acontecer. Tememos novos bombardeios”, declarou à AFP o ativista Abu Bilal, acrescentando que os ataques de ontem “deixaram 20 feridos, e não temos medicamentos suficientes para tratá-los”.

Em um comunicado recebido pela AFP na noite de sábado, o governador da província de Homs, Talal al-Barazi, indicou que os esforços continuarão neste domingo para retirar os civis que desejarem sair da cidade velha.

“As tropas do governo permanecem engajadas pela observância da trégua para permitir a entrada de ajuda e a saída de civis, apesar das violações do cessar-fogo por grupos armados”, disse.

Enquanto as operações continuam, bem como os confrontos no campo de batalha, o regime e a oposição se preparam para se reunir novamente em Genebra sob os auspícios do mediador internacional Lakhdar Brahimi, em uma nova tentativa de aproximar duas posições irreconciliáveis.

O regime rejeita qualquer discussão sobre a saída do presidente Bashar al-Assad e insiste em tratar do “terrorismo”, referindo-se à rebelião, enquanto, para a oposição, a questão da transição política sem Assad é primordial.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Oposição faz novas manifestações contra presidente da Ucrânia

Os opositores ucranianos convocaram para este domingo (9)  novas manifestações contra o presidente Viktor Yanukovitch, que tem agora várias opções para tentar colocar fim a mais de 80 dias de crise política.

Em Kiev, os partidos da oposição convocaram uma nova manifestação para o meio-dia deste domingo na praça da Independência, ocupada pelos opositores e cercada por barricadas há dois meses.

Os três líderes opositores Vitali Klitschko, Arseni Yatseniuk e Oleg Tiagnybok devem tomar a palavra no protesto.

“Esperamos que o poder faça concessões e que os acordos com a oposição consigam resultados”, disse à AFP Oleksander Zaverukha, de 29 anos. “O poder não conhece o ambiente daqui. Estamos decididos a permanecer até o fim”, acrescentou.

O presidente ucraniano, Viktor Yanukovitch, tem teoricamente várias opções, mas ao mesmo tempo se encontra pressionado por diferentes atores que tentam impor sua influência.

A pressão mais explícita vem por parte da Rússia, que lhe ofereceu uma ajuda financeira de US$ 15 bilhões (11 bilhões de euros) e um terço de redução do preço do gás russo depois que Yanukovitch rejeitou um acordo de associação com a União Europeia para se aproximar de Moscou.

Yanukovitch e seu colega russo, Vladimir Putin, se reuniram na noite de sexta-feira em Sochi, onde são realizados os Jogos Olímpicos de Inverno, embora nenhum aspecto da conversa tenha sido divulgado.

A oposição ucraniana e os sócios ocidentais do país esperavam com impaciência conhecer os resultados deste encontro.

Tanto a Rússia quanto a UE e os Estados Unidos esperam a designação por Yanukovitch de um novo primeiro-ministro para substituir Mykola Azarov, que renunciou no dia 28 de janeiro. A ajuda destes países à Ucrânia dependerá da eleição do novo chefe de governo.

No entanto, parece pouco provável que o presidente ucraniano possa encontrar um candidato aceitável para a Rússia, que deseja que Kiev respeite seus compromissos com Moscou, e também para os países ocidentais, que exigem um governo técnico de unidade nacional, onde a oposição pró-europeia tenha um peso real.

A Rússia condiciona a ajuda prometida ao futuro governo ucraniano.

Já os países ocidentais anunciam uma ajuda substancial que poderiam oferecer a Kiev, embora também se mostrem favoráveis a sanções contra Yanukovitch ou pessoas próximas.

Os Estados Unidos, por sua vez, apostam em ajudas em colaboração com o Fundo Monetário Internacional (FMI), cujas rígidas exigências são difíceis de aceitar pela Ucrânia.

Outra das opções de Yanukovitch pode ser apresentar ao Parlamento uma lei de anistia completa e incondicional para os manifestantes detidos, uma das exigências da oposição.

No entanto, os manifestantes exigem agora como prioridade uma reforma constitucional para voltar à carta magna de 2004, que reduziu os poderes presidenciais em favor do Parlamento e do governo.

O presidente diz que está disposto a dialogar, inclusive sobre uma reforma constitucional, mas propõe a elaboração de um novo texto, que pode durar vários meses. A oposição rejeita esta última opção.

Uma operação das forças de segurança contra a oposição nos próximos dias também parece improvável, assim como uma marcha pacífica dos opositores para ocupar o Parlamento, devido ao grande dispositivo policial.

No entanto, o tempo é curto. A economia do país e sua moeda mostram sinais inquietantes.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Filho do líder da África do Sul é investigado por morte em acidente

O filho do presidente sul-africano Jacob Zuma, Duduzane, está sendo investigado por homicídio culposo depois que seu esportivo Porsche 911 bateu em uma minivan em Johanesburgo, matando uma pessoa e deixando outras duas em estado grave, segundo reportagens da mídia no domingo (9).

A batida aconteceu no fim da noite do dia 1º de fevereiro, durante uma chuva forte, mas só foi ligado a Duduzane neste fim de semana, apenas um dia depois que seu pai anunciou uma eleição geral no dia 7 de maio.

Se for determinado que Duduzane estava dirigindo de forma imprudente, o incidente será outro constrangimento para Zuma, que já está lutando contra um escândalo devido a obras de atualização da segurança de sua residência particular, financiadas pelo governo no valor de 206 milhões de rands (US$ 18,6 milhões).

A polícia confirmou os detalhes do acidente, mas se recusou a dar os nomes do condutor ou das vítimas, como é praxe na África do Sul.

““Uma pessoa morreu e duas ainda estão no hospital. Estamos investigando homicídio culposo”,” disse o porta-voz da polícia de Johanesburgo, Neville Malila. A investigação pode levar duas a três semanas para ser finalizada, acrescentou.

A Aliança Democrática, da oposição, pressionou Zuma e seu governo ––que provavelmente deve conquistar a reeleição em maio–– a garantir aos sul-africanos que não haverá interferência na investigação.

Um porta-voz do governo recusou-se a comentar e a Reuters não conseguiu contato com Duduzane.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Católicos apoiam Francisco, mas se dividem sobre doutrina, diz pesquisa

'Queridos amigos, vocês estão perto do coração da Igreja, porque a Igreja é um povo a caminho do reino de Deus (...)', disse o Papa (Foto: Reuters)Papa Francisco durante discurso feito de sacada na Praça de São Pedro, no Vaticano (Foto: Reuters)

Os católicos acreditam que o Papa Francisco faz um bom trabalho à frente da Igreja Católica, mas muitos discordam da doutrina sobre temas polêmicos, especialmente o uso de anticoncepcionais, segundo uma pesquisa divulgada neste domingo (10) pela rede Univisión, com sede nos Estados Unidos.

O levantamento feito em 12 países concluiu que entre apoiadores da doutrina da Igreja predominam homens e mulheres casados, com mais de 55 anos, que comparecem frequentemente à missa e vivem em áreas rurais.

Para os demais perfis, as opiniões sobre temas como o casamento homossexual, o aborto, o divórcio e a ordenação de mulheres varia segundo a região, a idade e a renda.

De acordo com a pesquisa, 87% dos católicos acreditam que Francisco está fazendo um bom ou excelente trabalho, pouco antes do primeiro aniversário de seu papado, em março. No entanto, 78% dos consultados são a favor do uso de métodos contraceptivos, o que contraria a doutrina da Igreja católica.

Mulheres no sacerdócio
Sobre outros temas, há grandes diferenças entre os católicos de diferentes regiões do mundo: 80% dos católicos africanos e 76% dos filipinos apoiam a proibição de ordenação de mulheres como sacerdotes, uma postura compartilhada por apenas 30% dos europeus e 36% dos americanos.

O tema mais controverso é o casamento entre pessoas do mesmo sexo: a oposição da Igreja a este tipo de matrimônio é compartilhada por 99% dos católicos africanos, contra 40% dos americanos. “Em média, 5% mais mulheres que homens, 18% mais jovens que pessoas mais velhas e 10% mais pessoas com renda alta e média do que baixa são favoráveis ao casamento homossexual”, afirmam os autores da pesquisa.

Os católicos da Espanha – que durante séculos apoiaram a doutrina da Igreja – estão entre os mais liberais, junto aos franceses, enquanto os africanos e filipinos estão entre os mais conservadores. A pesquisa, realizada por Bendixen & Amandi International para a Univisión, consultou 12.036 católicos de Argentina, Brasil, Colômbia, República Democrática do Congo, França, Itália, México, Filipinas, Polônia, Espanha, Uganda e Estados Unidos.

Estes países representam 61% do 1,2 bilhão de católicos existentes no mundo. A margem de erro da pesquisa é de 0,9 ponto percentual.

Francisco, cujo nome verdadeiro é Jorge Mario Bergoglio, se tornou em março de 2013 o primeiro Papa latino-americano e primeiro jesuíta a assumir o Trono de São Pedro, em substituição ao austero Papa alemão Joseph Ratzinger, Bento XVI, que renunciou ao cargo em uma decisão inédita em sete séculos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Carro na contramão explode ao bater e acidente deixa 5 mortos nos EUA

Cinco pessoas morreram após um grave acidente na região de North Tampa, na Flórida (EUA), após um motorista invadir uma rodovia na contramão e colidir com um carro com quatro ocupantes que vinha na direção oposta. Uma americana flagrou o momento do acidente e da explosão de um dos veículos. Assista ao vídeo.

Motorista flagrou momento em que caminhonete que andava na contramão bateu em outro veículo e explodiu em Tampa, na Flórida (EUA) (Foto: Reprodução/Facebook/Jada Wright)Motorista flagrou momento em que caminhonete que andava na contramão bateu em outro veículo e explodiu em Tampa, na Flórida (EUA) (Foto: Reprodução/Facebook/Jada Wright)

De acordo com a emissora “NBC”, o motorista de um Ford Expedition estava em alta velocidade quando entrou na pista contrária na rodovia interestadual 275. Após ficar alguns momento na pista, o veículo colidiu de frente com outro carro.

Jada Wright, que flagrou o acidente em vídeo, postou a gravação em sua página no Facebook. “Indo para casa após deixar meu irmão, vi essa caminhonete na contramão. Não beba e dirija”, escreveu a mulher, que afirma morar na região de Tampa. A gravação obteve mais de 3 mil compartilhamentos na rede social.

Todos os quatro ocupantes do outro veículo, com idades entre 20 e 21 anos morreram na hora com a força do impacto. O motorista do carro que causou o acidente também morreu carbonizado após a explosão.

Steve Gaskins, sargento da patrulha de rodovias da Flórida, informou que apenas os dois carros se envolveram no acidente, mas que a rodovia precisou ser fechada por cinco horas. As causas do acidente ainda serão investigadas.

A emissora afirma que os investigadores ainda não sabem se o motorista estava embriagado ou sob o efeito de drogas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,