RSS

Museu divulga descoberta de brinquedos de Anne Frank

05 fev

Foto divulgada pelo Museu Anne Frank mostra a adolescente judia, à esquerda, brincando com a amiga Hanneli Goslar em Amsterdã em maio de 1941 (Foto: Anne Frank House Amsterdam/AP)Foto divulgada pelo Museu Anne Frank mostra a
adolescente judia, à esquerda, brincando com a
amiga Hanneli Goslar em Amsterdã em maio de
1941 (Foto: Anne Frank House Amsterdam/AP)

O Museu Anne Frank de Amsterdã, na Holanda, divulgou nesta terça-feira (4) a recuperação de brinquedos que a adolescente morta pelo regime nazista deixou com uma vizinha antes de se esconder com sua família na década de 1940. Entre os itens está uma caixa com bolinhas de gude guardada por mais de 70 anos.

A vizinha, Toosje Kupers, guardou as bolinhas de gude, um jogo de chá e um livro. As peças só chegaram ao museu no ano passado, quando a mulher, já com 83 anos, foi se mudar de casa e resolveu informar sobre a existência dos itens.

As peças serão exibidas em uma exposição a partir desta quarta-feira (5) na galeria de arte Kunsthal, em Roterdã, também na Holanda.

Em entrevista à imprensa local, a mulher disse que não considerava as peças tão importantes. Ela contou que pouco antes de a família Frank se esconder dos nazistas, Anne a abordou pedindo um favor.

“Estou preocupada com minhas bolinhas de gude, tenho medo que elas caiam em mãos erradas”, teria dito Anne a Toosje. “Você poderia ficar com elas?”

Anne e Toosje brincavam juntas frequentemente nas casas das ruas e em uma praça próxima.

Anne e sua família se esconderam em um apartamento escondido em Amsterdã em 1942, durante a ocupação nazista na Holanda. Dois anos depois, a família foi descoberta e enviada a campos de concentração. O “Diário de Anne Frank”, no qual a jovem conta como passou parte de sua vida escondida, é um dos livros mais lidos no mundo.

Frank morreu em 1945, quando tinha 15 anos, no campo de concentração de Bergen-Belsen, norte da Alemanha.

Conjunto de bolinhas de gude que pertenciam a Anne Frank ficaram guardados por mais de 70 anos por vizinha da menina (Foto: Anne Frank House Amsterdam, Diederik Schiebergen/AP)Conjunto de bolinhas de gude que pertenciam a Anne Frank ficaram guardados por mais de 70 anos por vizinha da menina (Foto: Anne Frank House Amsterdam, Diederik Schiebergen/AP)

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: