RSS

Operação no Amazonas apreende quase 1,1 tonelada de pescado

09 out

Quelônios foram apreendidos em fiscalização (Foto: Batalhão Ambiental/divulgação)Quelônios foram apreendidos em fiscalização
(Foto: Batalhão Ambiental/divulgação)

A operação “Boina Verde”, que fiscaliza mercados no Amazonas, apreendeu uma tonelada e 97 quilos de peixe, além de 97 quelônios, na manhã deste domingo (6), na Feira da Liberdade, no município de Manacapuru, a 68 km de Manaus. Os produtos ilegais seriam comercializados pelos feirantes do local. A intervenção recolheu ainda 190 ovos de quelônios e mais de 640 quilos de carne de caça. Um feirante foi preso e encaminhado para a delegacia do município.

Durante a apreensão, 95 quelônios vivos foram encontrados dentro de uma caixa d’água, em um dos boxes da feira. De acordo com o Tenente Abreu, do Batalhão Ambiental, esta não é a primeira vez que produtos irregulares são comercializados livremente no local. “A feira da liberdade é recorrente em questões de infrações ambientais, principalmente em carne de caça e quelônios. Nós fazemos campanha de conscientização mas, infelizmente, a tradição do consumo desses animais ainda é muito apreciado pelos amazonenses. Só há a oferta porque há a procura”, lamentou.

Segundo o tenente, parte dos comerciantes ilegais fugiram ao constatar a presença dos soldados da fiscalização. Apenas uma pessoa foi detida no local, apreendida com dois quelônios mortos e outros 70 ovos do animal.

O policial informou que irá solicitar levantamento da Sessão de Inteligência para identificar outros feirantes que vendiam as mercadorias proibidas.

Pescado ilegal estava sendo comercializado nas feiras (Foto: Batalhão Ambiental/divulgação)Pescado ilegal estava sendo comercializado
nas feiras (Foto: Batalhão Ambiental/divulgação)

O pescado ilegal foi doado à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do município. Os quelônios mortos, carne de caça, e os ovos de quelônios apreendidos na operação foram enterrados na lixeira pública de Manacapuru, conforme previsto na legislação ambiental. Os 95 quelônios encontrados vivos serão reintegrados a natureza pelas equipes do Batalhão Ambiental.

Segundo recomendações do órgão, a população pode ajudar na fiscalização dos produtos, fazendo denúncia por meio do telefone (92) 8842-1547 ou pelo 190.

“É importante que toda a sociedade nos ajude nesta operação. O consumo de carne de caça e quelônios é uma prática ilegal e todos devem se conscientizar disso”, frisou.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: