RSS

Após ano catastrófico, executivos pensam em saídas para setor de TV

20 jun

Crise econômica está afetando o segmento, o principal dos eletrônicos de consumo; inovação é caminho, apontam analistas

Sardenha – Executivos do setor de tecnologia reunidos aqui na Sardenha para o Encontro Internacional da Imprensa mostraram preocupação com a forte queda enfrentada no segmento de eletrônicos de consumo nos últimos anos.

Em palestra para os jornalistas, Reinhard Zinkann, chairman da associação ZVEI Household Appliances, disse que o segmento teve uma pesada queda de 12 bilhões de euros globalmente ano passado.

Segundo ele, os principais motivos para isso foram uma briga apenas por fatia de mercado, em vez de lucratividade, e o custo crescente das orgranizações – conjunção que prejudica o desempenho do setor. “Isso afetou especialmente o mercado de TVs, o maior entre os eletrônicos de consumo”, disse.

Zinkann negou que a indústria tenha feito previsões erradas ou produzido em excesso nos anos de crises financeira na europa e nos EUA

Ele apontou que a competição entre as empresas está minando a lucratividade do negócio. O preço médio das TVs de tela fina, por exemplo, despencou de 790 euros em 2007 para 590 euros em 2012 – mesmo com a adição de novos recursos, como acesso à Internet. Mesmo a tendência atual de telas maiores, além de mais TVs or lar, não foi o suficiente para aliviar o impacto da crise. “Isso acaba afetando os investimentos em publicidade e comunicação com a imprensa, além de pesquisa e desenvolvimento, aponta. 

Inovação necessária
Ele disse que a indústria de TVs que se focar em inovação nos próximos anos para retomar os trilhos. Ele apntou os principais desafios para o setor: 

Telas maiores e mais finas – Na Europa, o tamanho médio preferido pelos consumidores está migrando dos atuais 42 polegadas para 48, 49. Ele acredita que essa tendência irá se intensificar nos próximos anos

Resoluções muito acima do HD – Com o aumento do tamanho das telas, a indústria terá de oferecer aparelhos capazes de exibir imagens mais detalhadas, como os padrões 4K e 8K. Isso envolve tecnologias melhores, como as telas OLED.

3D sem óculos – Principal barreira para a adoção dessa novidade, as TVs 3D que não precisam de acessórios ainda não estão perto da viabilidade comercial.

Reconhecimento de fala e de gesto – Para o executivo, esse recurso trará uma nova gama de recursos para um aparelho que, essencialmente, não mudou muito desde seu lançamento.

“Apenas inovacao irá salvar esse mercado”, avisa. “No entanto, P&D custa dinheiro, por isso é importante a busca pelo retorno da lucratividade”.

Envenamento do mercado
Para o consultor Paul Gray, diretor de pesquisa de TV e Eletrônicos da consultoria Display Search, os desafios para o segmento não são poucos. Em sua apresentação, ele apontou que as TVs com tecnologia OLED enfrentam um problema de produção “terrivelmente dificil de resolver” – fazer telas maiores a custos razoáveis.

Além disso, as novas TVs de alta resolução (4k2K), ainda muito incipientes, podem sofrer desde e o começo com a participação dos fabricantes chineses, que “chegam forte”, derrubando preços -e, novamente, afetando a lucratividade do segmento.

Para Gray, também há o perigo de a geração de TVs 4K não oferecer uma experiência satisfatória para os consumidores, levando ao mesmo processo de “envenenamento”do mercado causado pela tecnologia 3D com óculos.

Um ponto contra as 4K é a quase inexistência de conteúdo atualmente. Enquanto as emissoras não transmitirem nessa resolução (o que envolve uma barafunda de acertos técnicos e padronização), o jeito será depender do conteúdo online – a Netflix, por exemplo, tem planos para oferecer filmes e seriados no padrão.

* o jornalista viajou a convite da Messe-Berlin International

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: