RSS

Assinaturas do Office 365 são 4% da receita do Microsoft Office

17 jun

A divisão de negócios da Microsoft que administra o Office registrou um aumento na receita de 5% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período em 2012. O crescimento foi impulsionado por uma onda de empresas assinando contratos de licenciamento de longo prazo.

O Office 365, programa de assinatura expandido da Microsoft promovido para empresas e consumidores – no qual a gigante está depositando suas esperanças para impulsionar a renda – será responsável ??por cerca de 4% da receita da divisão para o ano fiscal, segundo a Microsoft.

A receita para a Microsoft Business Division (MBD) no primeiro trimestre foi de 6,1 bilhões de dólares, 5% acima do primeiro trimestre de 2012, quando foram excluídos os ajustes para o programa de upgrade gratuito do Office. Isso contrastou com o quarto trimestre, ano sobre ano, para a Divisão Windows, que foi atingida por uma grave recessão nas vendas de PCs.

O aumento na receita da MBD resultou de vendas para empresas, que cresceram 10% com relação ao ano passado, disse Chris Suh, gerente-geral de relações com investidores. “Isso foi impulsionado pelo crescimento de 16% no licenciamento de vários anos”, disse Suh.

A Microsoft há muito conta com acordos de licenciamento com empresas para atingir a maior parte de sua receita do Office. As empresas não só compram essas licenças, mas também se inscrevem (e pagam mais) para o Software Assurance, anuidade que dá aos clientes o direito de futuras atualizações.

Recentemente, no entanto, a Microsoft lançou o Office 365 como uma alternativa, promovendo planos de assinatura como cinco instalações-por-usuário do Office 2103 e outros benefícios, na tentativa de seduzir os clientes a abandonarem as tradicionais licenças “perpétuas” – aquelas pagas uma única vez, para usar o tempo que desejar – e aderir aos programas de assinatura mensal ou anual.

Os clientes empresariais pagam entre 13 e 20 dólares por mês por usuário – ou entre 150 e 240 dólares por ano por usuário – no Office 365. Se uma assinatura expira, o Office 2013 localmente instalado muda para um modo reduzido, que não permite aos usuários criar novos documentos ou editar os já existentes.

Na semana passada, o CFO da Microsoft (que já está de saída da empresa), Peter Klein, salientou a importânciado Office 365 para a estratégia de receita da Microsoft e elogiou o seu sucesso. “Este trimestre foi o nosso mais forte para o Office 365, como nunca antes visto, com adições líquidas de até cinco vezes mais em relação ao ano anterior”, disse Klein. “Um em cada quatro dos nossos clientes corporativos agora tem Office 365, e o negócio está em uma taxa de execução de receita anual de 1 bilhão de dólares.”

Esses números podem soar impressionantes à primeira vista.

Mas Klein acrescentou que um quarto dos clientes corporativos da Microsoft se inscreverem para usar o Office 365 não significa que 25% de todas as licenças do Office vendidas para as empresas, de fato, foram substituídas por assinaturas.

Como observou o analista Wes Miller, da Directions on Microsoft, em uma entrevista na semana passada, poucas empresas estão adotando por completo a nova estrutura de pagamento do Office 365. A maior parte delas continua – e continuará por algum tempo – a depender de uma abordagem híbrida, onde compra mais licenças definitivas  do Office e se inscrevem para o Office 365 para o restante.

Ao longo dos últimos quatro trimestres – de 1 de abril de 2012 a 31 de março de 2013 – a receita da MBD foi de 23,8 bilhões de dólares. Usando esse número, o 1 bilhão do Office 365 representaria 4,2% do total.

Ainda assim, Klein destacou a esperança da Microsoft no Office 365, como ele mesmo avisou os analistas do Wall Street que ele iria impactar na receita no curto prazo. “Esperamos aumentar nossa base de clientes, aumentar a satisfação do cliente por meio de atualizações contínuas, e reduzir a pirataria”, disse Klein, acrescentando que os custos da Microsoft para apoiar os serviços de assinatura cairão ao longo do tempo.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: