RSS

IBM cria USB para transmitir Linux e Windows via nuvem

14 mar

AppId is over the quota
Tecnologia é extensão do Smart Business Cloud e vai oferecer remotamente apps e dados em vez de armazená-los no aparelho.

A IBM levou o conceito de dispositivos USB seguros ao extremo, anunciando um serviço piloto capaz de transmitir via streaming um PC completo que tenha sistemas Windows ou Linux para um computador por meio de uma máquina virtual que roda a partir do aparelho USB.

Chamado Secure Enterprise Desktop (SED) e vendido como um extensão do serviço Smart Business Desktop Cloud da IBM, o sistema tem uma semelhança superficial com outras tecnologias baseadas em USB lançadas pelas concorrentes SanDisk/Check Point e IronKey/Imation.

Depois de inicializar o sistema do SED e estabelecer um canal VPN criptografado para a nuvem, um hipervisor permite que os aplicativos e dados do usuário sejam transmitidos com segurança para o hospedeiro.

SED
O dispositivo da IBM transmite informações diretamente da nuvem da IBM
A novidade é que as aplicações e dados irão residir na nuvem, e não no dispositivo, sendo que as informações serão armazenadas na RAM temporariamente ou serão escritas no HD local, mas nesse caso a chave permaneceria com no aparelho. Isso permite que a tecnologia ofereça uma versão online que se atualiza sempre que o dispositivo estiver conectado.

O aparelho oferece diversas opções de autenticação, incluindo leitor de cartão de memória e PIN nativo.“Queríamos permitir que as pessoas usassem seus próprios equipamentos”, afirmou o engenheiro do projeto da IBM Research, Michael Baentsche.

O SED foi criado na divisão suíça da IBM, onde ela estava usando a tecnologia, em uma versão mais simples, como o Zone Trusted Information Channel (ZTIC), um dispositivo USB usado para garantir a segurança online do consumidor em diversas instituições bancárias na Suíça.

“Permitimos que as pessoas usassem o ZTIC quando estão trabalhando”, afirmou Baentsche.

Os requisitos mínimos para o Secure Enterprise Desktop são uma versão 64 bits do Linux ou do Windows (a edição para Mac OS ainda está em desenvolvimento), com servidor Linux e Apache na nuvem.

As implementações também se integram com o IBM Tivoli e WebSphere e são executados de dentro do firewall da empresa ou como um serviço confiável usando o IBM Cloud.

“O SED transmite via streaming todo o PC a partir de uma nuvem que é segura e fácil de usar”, declarou o colega de Baentsche na IBM Research, Paolo Scotton.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: